“Não me fala assim”

As reuniões de câmara deveriam servir para que as questões que interessam ao concelho fossem respondidas por quem tem os pelouros. São várias as vezes em que as respostas ficam por dar ou são relegadas para informação que depois deveria ser enviada, mas que depois não o é. Ontem aconteceu mais uma vez. A Cidália…

O convite

Sem grandes histórias, a reunião de ontem decorreu como é normal. Tirando um assunto que a Cidália quis não discutir, a parte que não pode deixar de ser considerada como engraçada é quando ela, toda agitada, qual criança a quem dão uma prenda, recebe a noticia de que mais um Secretário de Estado vem à…

Dois pesos

Desde há muito que a presidente se agarra ao regulamento para não deixar que munícipes entrem em diálogo com a mesa, esclarecendo de imediato as dúvidas. Mas nem sempre usa a mesma bitola. Ontem foi mais um exemplo. Numa das respostas o Caetano até queria dar resposta à questão que o munícipe queria colocar, mas…

Caiu a máscara

Ao longo do último ano têm tentado passar a imagem e que a Cidália está bem relacionada com os que mandam no Governo. As vindas de vários Ministros e Secretários de Estado tem-lhe permitido alimentar a ideia de que a têm em consideração e que o que ela diz é ouvido em Lisboa. Hoje caiu…

Qual a dúvida?!

Os vereadores Aurélio e Alexandra querem saber porque motivo de pagam quotas referentes ao ano que vem já? Porque será que não entendem? Qual é a dúvida que têm em relação à necessidade que a câmara tem de arranjar despesas que entrem este ano para que assim a execução orçamental possa aumentar? Assim tentam chegar…

Sem resposta

Hoje recebemos cópia de uma reclamação de um munícipe que foi enviada para todos os eleitos. Segundo o munícipe, o assunto foi comunicado em 30/10/2017, 23/11/2017, 02/03/2018, 05/03/2018, 14/03/2018 e 20/04/2018 e hoje novamente. Tudo tem a ver com inundações e pedidos de intervenção, assunto que já aqui abordámos. Segundo o munícipe, nunca teve resposta. Claro…

A convenção

Esta a decorrer uma convenção autárquica do PS. De algum modo pensámos que fosse uma iniciativa para que se discutissem os problemas do concelho e fossem assinalados os problemas que existem na autarquia e a forma de os resolver. Depois do que há algumas semanas o presidente da concelhia disse da Cidália, esperávamos que a…

Nada feito

Há alguns meses o Caetano saiu-se com a ideia de que iria criar uma folha de Excel que iria distribuir pelos eleitos, e depois colocar disponível aos munícipes, para que nela fossem registadas as estradas que necessitam de intervenção. A ideia era boa e poderia funcionar, mas, passados muitos meses, nada existe. A folha em…

Mau cheiro

Chegou-nos a informação que, pelo menos, numa rua na Embra está a ser insuportável viver. Por razões que se desconhecem, o cheiro que invade as habitações torna quase impossível estar-se em casa. Pelo que nos foi relatado, os serviços da câmara já foram chamados ao local, mas não deram solução para o problema. Desconhecemos qual…

O OP morreu

O orçamento participativo morreu, mas esqueceram-se de avisar os familiares. Hoje foram dados a conhecer os resultados e, como sempre, foi escolhida uma obra que deveria ser a câmara a fazer de modo próprio. Como o que foi aprovado o ano passado ainda nem começou, será de esperar que para o ano, por esta altura,…

Coisas estranhas

Há pouco a câmara deu a conhecer que vereadores da câmara do Tarrafal vieram cá ao concelho no âmbito do acordo de geminação. A noticia dá conta que esses vereadores reuniram com “o adjunto da presidente da Câmara da Marinha Grande, Raul Testa, com o chefe da Divisão de Desenvolvimento para a Cidadania, Pedro Jerónimo,…

Ainda o orçamento

A Cidália não escreve nas redes sociais, não escreve nos jornais pelo que é difícil saber-se o que pensa. É, por isso, importante saber-se o que pensam aqueles que estão mais junto dela. O que o Nelson pensa e escreve não é, por esse motivo, de desconsiderar porque terá sempre alguma influência naquilo que a…

Igualdade

Não adianta falar-se muito no novo regulamento que define as regras de distribuição de apoios às colectividades e clubes. Ele aparecerá um dia. Quando se fala nos clubes e colectividades pensa-se sempre que a câmara deve fazer uma distribuição equitativa entre todos, sem que haja privilégios ou prejudicados. Há, no entanto, algumas situações que intrigam…

Às escuras

Todos sabemos que a electricidade está pelas horas da morte e que cada vez que vem a factura sentimos que estamos a contribuir para um bando de gatunos. Há, no entanto locais e momentos em que é necessário que se gaste electricidade. Uma das causas tem a ver com a segurança pública. Um local mal…