Ser consequente

O ano começou e já se conhecem alguns dos nomes que começam a vir actuar à Casa da Cultura. A Célia nada fez durante um ano inteiro para que não houvesse dúvidas quanto à forma de obter os bilhetes. Aliás, foi ela quem disse que reservava para alguém conhecido! O acesso àquele local continua a…

Operação charme

Um ano depois do Costa ter andado aqui pelo concelho a fingir que se preocupava com o que aconteceu com o Pinhal do Rei, “como gostamos de chamar”, depois de ter andado rodeado dos que gostam de agradar e de aparecer na fotografia, tudo o que foi plantado morreu. Pode ler-se que “estes solos arenosos…

Fardo

Muitas vezes sentimos que o adjunto da Cidália, o Nelson, puxa uma carga muito grande e que tenta, por todos os meios, aliviá-la. Claro que isso leva a que faça afirmações que nos colocam a pensar. Depois do que foi a entrevista de ontem de dois elementos (ou melhor, um) da oposição, o Nelson não…

Enrolar…

Ontem a entrevista trouxe algumas novidades na forma como os entrevistados actuaram. Se por um lado o Aurélio se manteve mais ou menos fiel ao que tem sido a sua forma de agir nas entrevistas, por outro mostrou-se um pouco mais incisivo, sem dar aquele aspecto de quem está a dar uma aula. Pareceu estar…

As dores

A Cidália há duas horas veio dar conta das dores que sente pelo facto de ontem ter saído num jornal um texto que dá conta das dificuldades de alguns empresários aqui no concelho. Refere a presidente que a notícia é “um ataque aos funcionários, diferentes executivos políticos e, especialmente, ao bom nome desta instituição”. Não…

A estratégia

No final do ano falou-se muito em execução orçamental. É por esse indicador que se consegue perceber quanta obra é que foi realizada ao longo do ano. Esta semana pôde ler-se números que estão longe do que foi a informação prestada pelos serviços. Tentar jogar com as palavras, afirmando que o investimento de um ano…

“Canalhice”

A propósito do artigo que hoje saiu no jornal e que transcrevemos, o Nelson reagiu de um modo como há muito não o víamos reagir. Escreveu ele que aquela é “Uma reportagem indecente e indecorosa de pseudo-jornalismo que esconde muito mal a proximidade a uma das forças na Oposição. Os relatos são de casos antigos…

Desperdício

O JN fez um estudo ao desperdício de água que existe em cada concelho. O cenário nacional não é bom. Aqui a terra não deixa, no entanto, de ficar bem classificada no que diz respeito ao desperdício. Os dados são referentes a 2017 e dão um total de 41,2% de água não facturada, ou seja,…

Lido com interesse

«Os empresários reclamam das taxas elevadas, da morosidade na apreciação dos processos industriais e da “falta de pulso” dos políticos para conduzir os projectos, deixados à responsabilidade dos técnicos da Câmara Desta vez é o presidente do Conselho de Administração da Böllinghaus quem critica a falta de apoio por parte da Câmara da Marinha Grande…

O caçador

Hoje o Duarte volta à carga e o alvo é novamente o MpM. Num texto de opinião onde faz largados elogios à obra da Junta, obra que os fregueses ainda não sabem como vai ser e onde e porque se vai gastar tanto dinheiro quando há outros locais que poderiam ser usados, o Duarte aproveita…

Pior a emenda…

Há uns dias o Jorge disse que abandonava o lugar que ocupava na Junta da Moita. Sem que se percebesse muito bem as razões de deixar o lugar em vez de se manter e lutar pela freguesia, saiu. De algum modo pensou-se que a decisão tivesse sido concertada entre o movimento. Claro, já sabemos que…

Onde está ele?

” O objeto do contrato consiste na contratação de um estudo de viabilidade para implementação de uma linha de comboio turístico entre a Marinha Grande e São Pedro Moel, recuperando assim um património cultural e turístico” é o que se pode ler no contrato que foi assinado em 10 de Dezembro pela Câmara. Para esse…

Os prémios

A câmara deu a conhecer que é o concelho que menor dívida tem per capita na região. Yupi, que feliz que isso nos faz. Como é bom sabermos que só devemos 40 euros! Bom, mas pensando bem, os outros devem mais, mas têm direito a mercado, piscina, estradas em condições e tanta coisa mais que…

Sintomático

A Cidália prometeu que nos primeiros 100 dias iria mexer na orgânica da câmara. Como munícipes não sentimos que tivesse existido qualquer melhoria na forma como colocaram os gabinetes e divisões. Com a mexida que houve na orgânica, os chefes, com excepção de um, foram mantidos. Eis que uma das chefes sai para a câmara…