As subvenções

Quem agora der uma vista de olhos pelas redes sociais, fala-se muito sobre o facto do PSD e PS, com a ajuda do CDS, terem aprovado a suspensão das subvenções vitalícias para os titulares dos cargos políticos. Não conseguimos entender qual é o espanto e o porquê de tanta indignação! Não estavam à espera que…

Politica cultural?!

Com todo o respeito que merecem aqueles que fazem da vida a música, quando lemos que iria ser realizado aqui um concerto com “instrumentos” musicais que não são nem mais nem menos do que o que podemos encontrar numa casa de banho, não conseguimos deixar de esboçar um enorme sorriso. A primeira ideia que nos…

Um ser repugnante e um fadista

Carlos do Carmo já recebeu o Grammy. Goste-se ou não da forma como canta, e nós adoramos, é impossível ficar-se indiferente a este prémio. Apesar de vivermos num país que nos explora até ao tutano, quando estamos fora são cantores como este que nos fazem sentir saudade deste rectângulo tão mal tratado. Aquela coisa que…

De novo a sirene

Há pouco ouvimos de novo a sirene dos bombeiros. Longe vão os tempos em que ela tocava apenas quando havia situações graves e em que era preciso chamar muitos voluntários. Hoje em dias ouve-se com maior frequência. Pelo que conseguimos saber, isso deve-se a existirem menos bombeiros já que alguns terão saído por algumas divergências…

Sem destaque

Durante meses, senão anos, ouviu-se que a remodelação da Casa da Cultura iria ser um dos factores de desenvolvimento do centro tradicional. Apesar de estar aberto há pouco tempo, não se nota que alguma coisa tenha mudado. Vamos esperar para ver! Há, no entanto, algo que nos parece que poderia ser mudado num curto prazo.…

Saída digna

Depois do muito que Governo tem feito, quase nos custa não criticar um dos que dele fez parte. Neste caso não podemos deixar de falar no Macedo. A sua demissão é um dos assuntos do momento e que mostra que há ainda quem tenha o que parece faltar a muitos. Com ou sem culpa no…

Almoço com o fantasma

Apesar de não parecer, acreditamos que a Alexandra na sexta estaria assustada como se tivesse visto um fantasma! A manhã foi difícil e o almoço deverá ter-lhe  criado a ideia de que estaria sentada à mesa com um fantasma. Tudo isso porque à sua frente esteve sentado aquele que tem sido um quase um fantasma,…