Bloquedos

As redes sociais são hoje uma realidade que, goste-se-ou não, é impossível de ignorar. Há os que as usam para tudo e mais alguma coisa e aqueles que as usam para fins mais ou menos sérios. É normal os políticos usarem as redes sociais para transmitirem o que pensam (aqueles que pensam) e para darem…

Começou o asfaltamento

Raras são as vezes em que se assiste a uma promessa de um político e a sua concretização quase no imediato. Ontem passámos por algumas estradas e o resultado está já à vista. Já se podem ver alguns metros de alcatrão que já se encontram espalhados. Assim conseguimos saber onde o dinheiro dos munícipes está…

Dilema

Apoiamos e vibramos com a selecção de futebol como qualquer outro. Até nos juntamos todos para ver os jogos! É inegável que gostaríamos de ver a selecção ir mais além do que a fase em que está mas há coisas que só por cá são aceites de forma tão pacífica que nos custa a entender…

Proibido

Com a época balnear já aberta e o tempo a ajudar, as praias no fim-de-semana encheram. Há uns anos quem estava na câmara decidiu que o transito no centro tradicional aqui na terra passava a ser proibido. Há quem aponte essa decisão como sendo uma das que conduziu o centro à morte que se tem…

35 ou 40?

Lemos há pouco que já está publicada a lei que define as 35 horas de trabalho por semana para a função pública. Já antes escrevemos sobre isso mas o assunto volta de novo a ter importância atendendo ao facto de as 35 horas passarem a ser a regra. Em Outubro de 2013, quando o anterior…

Cartão de visita

S. Pedro tem tidos anos difíceis. Tem sido o mar, a falta de areia, as arribas e o vandalismo quem tem marcado os últimos Verões. Quem ali tem estabelecimentos ou quem ali quer passar férias não pode dizer que a sorte tem estado do seu lado. Se há coisas contra as quais é difícil agir,…

Os avanços e recuos

Aos poucos vão-se sabendo alguns detalhes das negociações que estão a ter lugar para aprovação do orçamento rectificativo. A tentativa do Logrado subir à varanda do poder tem tido avanços e recuos. Numa altura em que se sabe que um dos apoiantes do + Concelho, o Constâncio, anda activo com a questão do mercado e…

Emigrem

Passos, quando mandava disse que “sabemos que há muitos professores em Portugal que não têm nesta altura ocupação e o próprio sistema privado não consegue ter oferta para todos. Nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que ou consegue nessa área fazer formação e estar disponível para outras áreas ou querendo-se manter, sobretudo como…

Um sonho

Ontem, quando dormíamos, tivemos um sonho. Não, não estamos a copiar o que o Logrado fez, usando frases de pessoas que ficaram na história para dizer o que de outro modo não conseguiríamos. Sonhámos mesmo que estávamos a viver numa terra onde os autarcas eram pessoas com imaginação e que aproveitavam as oportunidades para chamar…

Lido por aí III

“Como já começámos a dar nomes às decisões, façamos um retrospectiva até Julho de 1993, quando Álvaro Órfão, já como candidato a Presidente da Câmara para o quadriénio 1994/1997, numa sessão de promoção da candidatura no SOM, após ter falado aos apoiantes, se dirigiu a mim e me disse que gostaria muito de contar comigo…

A perder de vista

Lemos há dias que “quem não respeita os mortos não merece o respeito dos vivos”. A imagem não necessita de muitas palavras porque em si ela já encerra tudo o que qualquer pessoa pode dizer. Já se sabe que a justificação é a falta de pessoal ou o fim-de-semana prolongado mas haverá justificação para que…

Espada ao peito

Tinha ficado mais ou menos pré-agendado entre os vereadores que hoje iria haver reunião onde o orçamento rectificativo iria ser votado e, eventualmente, aprovado. Mas nem reunião de câmara nem assembleia vai haver. Na base disso está o facto de não estar a ser possível os vereadores chegarem a um consenso. Pelo que se tem…

Não há almoços grátis

A semana passada era para ter sido votado o orçamento rectificativo. Não foi e hoje deverá sê-lo. A razão de ter sido chutado para outro dia teve a ver com o facto de não existir garantia de que o orçamento iria ser aprovado. Pelo que tivemos conhecimento, têm existido algumas movimentações no sentido de poder…

Medo da impopularidade

No final de Maio escrevíamos “que estará por detrás desta intenção de restringir o horário de todos os estabelecimentos e não apenas daqueles onde, comprovadamente, possam existir problemas com ruído e perturbação da ordem pública?”. O regulamento que hoje era para ser discutido e votado ia já nesse sentido, prevendo que os limites sejam impostos…

Na lama

Depois de hoje é legítimo dizer-se que o Vicente está na lama! O concelho é gerido por um Presidente que não consegue aprovar à primeira o orçamento; um Presidente que é forçado a retirar duas vezes um regulamento por falta de conseguir fazê-lo aprovar e um Presidente que não levou ainda a votação o orçamento…