O inquérito

Na reunião da semana passada o assunto da obra de S. Pedro deu que falar. Não se percebeu porque motivo a Alexandra se declarou impedida para discutir o assunto quando antes não o fez. Apesar de poder ter agido como devia, fica por explicar porque motivo não o fez em deliberações anteriores! Mas o assunto…

Gestão rigorosa!

Na sexta a Cidália falou no facto de a câmara ter dinheiro disponível para poder fazer algumas obras e que isso se devia a uma boa e rigorosa gestão que tem sido feita nos últimos anos. Quando se olha para o dinheiro que está disponível a ideia com que se fica é a de que…

Desgaste

Há pequenos sinais que vão dando conta do estado em que as pessoas estão. Ontem enquanto assistíamos à reunião de câmara começámos a ficar preocupados com o que íamos ouvindo. Não nos referimos aos assuntos que ontem foram discutidos. Esses são preocupantes mas referimos ao facto de o Vicente ter mostrado sinais de imenso desgaste.…

Não fica por aqui!

A questão do ex-vereador Artur ter ganho o processo à câmara não deverá ficar por aqui. A questão remonta há muitos anos e, resumindo, trata-se de ele afirmar que é dono de três lotes que a câmara ocupou. O tribunal terá dado razão em parte ao ex-vereador e reconheceu que ele seria dono de dois…

Xeque

Sabe-se que a política é, em muito, semelhante ao xadrez. Tem que se jogar pensando sempre qual irá ser a jogada do adversário e sempre com algumas jogadas de antecipação. Ontem foi isso que o Vítor fez. Para ontem estava prevista a discussão e votação da proposta de revisão do PCP. Já sobre ela se…

Perda de mandato

Ontem a câmara quase decidiu o que poderá levar à perda de mandato. Depois de um longo processo, ontem quase foi decidido anular a licença de obra que havia sido concedida para construção de uma moradia em S. Pedro. A tão falada obra foi licenciada em violação do PDM. Quem não se recorda da história…

Cada cavadela…

Há uma expressão popular que reflecte muito do que se passa na câmara: cada cavadela, cada minhoca. Ontem o inacreditável ficou a conhecer-se. Quantos foram aqueles que já foram obrigados a pagar estacionamentos para poderem ir aos CTT ou para irem à conservatória? Muitos por certo. Todos os que pagaram fizeram-no acreditando que estavam a…

Triste(s)

Não haverá quem não gostasse de ver o centro tradicional sempre activo, com gente nas ruas e muito movimento. Longe vão os tempos em que isso acontecia. Também não haverá quem não encoraje e incentive quem queira dinamizar aquela zona morta da terra. Mas surgem depois o exemplos que fazem repensar tudo. Meses já passaram…

O centro

O imbróglio que os vereadores têm ainda pela frente prende-se com o Centro Escolar. Este é o ponto sobre o qual ainda não se vislumbra consenso. A Cidália porque tem prazos a cumprir, o Logrado porque quer que se comprem terrenos e o PCP porque não quer que sejam criados. Este poderá ser o ponto…

A câmara perdeu!

Sabe-se desde há muito que o ex-vereador Artur entrou em litígio com a câmara por causa de uns terrenos que ele dizia serem seus e terem sido ocupados pela câmara. O assunto caiu em tribunal e, apesar de não haver grande informação sobre esse assunto, soubemos que o Artur ganhou. Não terá ganho na totalidade…

E contínua…

A reunião de ontem acabou já tarde e os vereadores parecem ter conseguido avançar um pouco mais. É provável que hoje continue, dependendo da hora a que a reunião de câmara termine. Hoje está de novo para ser discutida e votada a proposta de revisão do Vítor mas, tendo em conta as negociações que têm…

As prioridades

«Este texto é dirigido a quem ainda não votou por não sentir tendência de escolha por qualquer uma das nove propostas. A nossa proposta não é melhor nem pior que todas as outras, visa simplesmente colmatar uma necessidade básica. Talvez, nem deveria estar entre as nove propostas, porque o orçamento participativo deveria ser para obter…

Assim é difícil

Já há dias se falou na intenção da câmara comprar as antigas instalações da Mortensen. Hoje sabem-se mais detalhes sobre o que se passa. Por razões que devem ter a ver com o encerramento da vidreira, as instalações são hoje de um banco. Nada de novo nem nada que surpreenda. O que surpreende é a…

A explicação

Desde que foram as comemorações do 25 de Abril que houve uma coisa que sempre nos intrigou. Na varanda da câmara, na primeira fila das comemorações, estavam mais dos que os vereadores ou o Presidente da Assembleia. Tendo em conta que todos os deputados deveriam ter tratamento igual, estranhámos a razão de isso não ter…