Cadê eles!? II

Sobre o texto que escrevemos ontem sobre a ausência dos bombeiros, recebemos um esclarecimento de uma pessoa ligada à corporação que é para ser mantido em anonimato, mas que diz o seguinte: “Por razões óbvias não devo comentar a publicação sobre a presença dos Bombeiros da Vieira, tanto na pista de gelo como nas festas…

Os sacrifícios

Devemos reconhecer que consideramos a Isabel como sendo um politico que não entra em folclore, designadamente o folclore que surge nas campanhas eleitorais. Não nos pronunciamos quanto à seriedade porque consideramos que, com mais ou menos competência, todos os nossos autarcas o são e, como tal, ela não é excepção. Dito isto, é com espanto…

Cadê eles?!

Há algo que não está a funcionar bem. No Natal a câmara mandou montar a pista de gelo para fazer reverter os lucros para três instituições. Os bombeiros da Vieira recusaram porque, diz-se, não tinham pessoal. Foi menos receita que arrecadaram. Agora quando se olha para a lista de associações que irão estar a explorar…

Haja dinheiro

Ainda em torno das Festas da Cidade, há coisas que são difíceis de entender. A câmara organiza este evento há já uns anos, mantendo a mesma estrutura com que foram concebidas as primeiras festas. Tiveram já tempo para saber como se faz e serem os próprios serviços a organizar. Este ano, tal como nos outros,…

‘Cabeças’ (d)no cartaz

Quando vemos um dos ‘cartazes’ de promoção das Festas da Cidade com a inclusão de um grupo local, pensámos logo que teria sido mais uma aberração da autarquia ao colocar o cartaz sem mostrar as caras dos que fazem parte do grupo. Pensámos mal. A opção de fazer assim o cartaz foi dos próprios como…

Publicidade e propaganda

Com as eleições à porta, se bem que ninguém se interessa por elas já que poucos saberão qual a utilidade que os eleitos têm a não ser para receber os chorudos salários, já se vêm os cartazes a apelar ao voto. Já se sabe que muitos vão ficar até às próximas eleições. A câmara não…

As barraquinhas

Foi já efectuado o sorteio das barraquinhas para as festas da cidade. A sorte ditou esta distribuição: 1 CLUBE DESPORTIVO MOITENSE 2 ADESER II 3 SOCIEDADE UNIÃO DE ALBERGARIA 4 GRUPO DESPORTIVO OS VIDREIROS 5 SOCIEDADE DESPORTIVA E RECREATIVA PILADO ESCOURA 6 CLUBE DESPORTIVO E RECREATIVO DE AMIEIRA 7 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARINHA GRANDE POENTE…

Com o apoio…

Quem visita o site da câmara descobre uma série de anúncios. Uns com interesse, outro nem tanto. Mas fica-se com a ideia de que aquele espaço serve para dar a conhecer aquilo que vai acontecer. Não é bem assim. Este fim-de-semana houve um passeio que envolveu uma série de carros antigos. Teve o apoio da…

Fugiu a boca para a verdade

São raras as vezes que podemos esperar que da boca de um politico saia a verdade, mas de quando em vez isso acontece. Há muito que se fala dos apoios às associações e colectividades e da ausência de um regulamento que anda a ser prometido há meses. Na última reunião a Célia disse o que…

Ranking

A Ordem dos Economistas elaborou um ranking para classificar os municípios e coloca-nos no 61.º lugar a nível nacional. Fazendo a comparação com outros municípios, o que leva a que estejamos à frente de muitos é somente a sustentabilidade financeira, o que não admira com a quantidade monstruosa de dinheiro que está no banco, e…

“Mentiu”

«Uma mentira repetida mii vezes torna-se verdade.» (loseph Goebbels, ministro do pro-pagando do reich na Alemanha Nazi)A Sra. Vereadora afirmou na reunião de Câmara de 22/04/19 e na Assembleia Municipal de 30/04/19, em relação às festas da cidade, que tinha reunido com as colectividades e só uma não tinha concordado que as festas se alargassem…

Pirueta

Já se sabia que a João não era mais do + Concelho. Não se conheciam as razões, mas agora sabe-se que tudo se ficou a dever ao facto de ela não querer votar a transferência de competências para a câmara como o movimento queria. Por esse motivo saiu com o rotulo de traidora. Até aqui…

Leslie

Em Setembro do ano passado, no dia 22, o furacão passou aqui pela terra. Fez os estragos que se conhecem. Há dias foi afirmado que um contrato público, se os serviços não perderem tempo, demora menos de 50 dias até que possa ser feita a adjudicação. Pois bem, se assim tivesse acontecido, o contrato para…

As festas

As festas estão quase aí e ontem ficou-se a conhecer o ‘programa das festas’. Os artistas que vão actuar não são, na nossa opinião, as melhores escolhas, mas claro que isso é uma questão de opinião e gosto. Depois de se ter conhecimento do programa ficou-se com a clara sensação do que há dias escrevemos…

Tapete vermelho

Desde há algum tempo que se percebeu que a Alexandra está a prazo na câmara. A sua candidatura surgiu por ausência de elementos no seio do PCP que, com credibilidade, pudessem encabeçar a lista e porque tinha feito parte do executivo anterior. Rapidamente se percebeu que a sua postura, mais pragmática, não é consonante com…

Vá-se-lá entender!

Estamos a poucas semanas de começarem as festas da cidade. Os quatro dias estão quase aí e com eles virão artistas locais, dizem, e de fora. Ainda não há publicidade em lado algum, mas isso também não é novidade. O que não deixa de ser estranho é que a câmara decidiu abrir as portas da…