CMMG

Na última semana do ano a Cidália assinou um contrato de prestação de serviços para a “Elaboração de projetos de arquitectura e especialidades para a remodelação de edifício da Mortensen sito na rua do matadouro“. A adjudicação foi feita por ajuste directo com o fundamento na “ausência de recursos próprios”. Fomos dar uma vista de olhos a quem foi o adjudicatário e é um arquitecto aqui do concelho que aparece com uma ligação ao deputado Frederico do PS. Esta adjudicação levanta-nos algumas questões! Desde logo, não encontrámos nenhuma deliberação onde esteja prevista a realização de obras no espaço da FEIS. Ainda que seja referido que é edifício da Mortensen, tanto quanto temos conhecimento a Mortensen funcionava nas instalações que foram adquiridas e que integram o património da antiga FEIS e, como tal, muda-se a designação, mas o conteúdo é o mesmo. Depois não conseguimos perceber o motivo de ser feito um ajuste directo, com fundamento na ausência de recursos, a um arquitecto quando a câmara os tem nos seus quadros. Será que não querem sobrecarregar quem trabalha na câmara com mais trabalho para não impedirem de fazer trabalhos para fora nas ‘horas livres’ e assim disponibilizam-se a gastar quase vinte mil euros fora quando poderia ser feito internamente? Por fim, não conseguimos perceber a razão da escolha quando se sabe que a última intervenção foi projectada por um outro arquitecto, que agora está na oposição! Mas, acima de tudo, que remodelação pretendem fazer quando o destino de todo aquele espaço não foi ainda para discussão? Haverá intenção de ocupar parte das instalações sem que se dê um destino a todo aquele espaço, começando logo por ocupar parte? O Caetano falou em tempos que queria mudar técnicos, mas nunca mais o assunto foi falado. Agora, quando todos andavam entretidos com as festas do fim de ano, eis que o trabalho é entregue!


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. Afinal onde está a discussão pública sobre destino a dar àquelas históricas instalações, prometida pela Cidália?
    Com a mudança de serviços para lá e de seguida as máquinas que estão nos estaleiros ao ar livre, aquelas instalações passarão a ser uma garagem e arrecadações da Câmara.

  2. Só tachos para os amigos! Este Marco é sócio do Frederico Barosa. Este Marco é marido da filha da Margarida Font, das listas do PS. Está tudo dito.

    1
    2
  3. Tudo à descarada. Já nem disfarçam… Miseráveis!
    O povo é burro, senão até porrada levavam.
    Fartar vilanagem! Compadrios, corrupção, nepotismo… é isto o PS, HÁ 47 ANOS!!! A ROUBAR O PAÍS, HÁ 47 ANOS!
    Que fazem os arquitetos e engenheiros, que são tantos, na câmara??? … trabalham para fora!!!…
    NINGUÉM POE MÃO NESTE SISTEMA!
    NOJO!
    NOJO!
    NOJO!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário