CMMG

“3 anos se passaram de um dos desafios mais importantes que tive na minha vida. Candidatei-me apaixonadamente pela causa e desinteressadamente pela oportunidade. Perdi por UM voto mas senti-me um vencedor pelo apoio que tive de várias dezenas de militantes. Hoje estou muito mais bem preparado para avançar com uma nova candidatura que deverá acontecer em 2022. Este PS na Marinha Grande está à deriva e por vezes até parece moribundo. Este será o desafio mais arriscado e combativo que irei ter dentro do meu partido por convicção e faço-o por todos aqueles que se afastaram ou foram afastados por não concordarem com o caminho feudal que tem teimosamente levado o PS a perder credibilidade perante a sociedade civil.”

Fonte: Bruno Constâncio


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

24 comentários

    • Não. Se não sabe não comente. O partido não é do presidente é dos militantes e pertencer a uma concelhia é um direito democrático de qualquer militante. Fazer parte de uma concelhia não é sinónimo de carneirismo nem de castração ideológica.

  1. Já não percebo nada disto. Então é de dentro do PS que se assume publicamente que os presentes comandantes do seu destino, não valem um chavo? Por favor organizem-se. E o que se perfila, vale pelo menos um vintém? Eu pessoalmente dúvido.

  2. O Bruno é um anjinho ao lado do Maquiavel Araujo, acolitado pela não menos falsa Cidália e pelo cachorro de fila Curto, sem esquecer o líder sindical de voto da Vieira Pedrosa.

    • O coitado tem nos no sitio e se há personagens que não lhe mete medo são todos esses que referiu neste post. Já lá vai o tempo de convencer o sindicato de voto com historias da carochinha. Até parece que querem que perdure esta promiscuidade nos partidos politicos. A prostituição politica tem os dias contados ou mudam os protagonistas ou qualquer dia estamos invadidos por movimentos inipessoais e partidos populistas.

    • Vejam se descobrem quem é o criador do novo concurso “Como legalizar a sua marquise?”
      É esse mesmo. O que diz “faça as obras, que depois tratamos disso”. A seguir cobra os favores em troca de votos.

      5
      1
      • Quando não há conteúdo, inventa se. Ò calhandreiro do largo deve estar no post errado.
        Tem que dar mais que isso pois André Venturas já cá temos muitos e se for mais especifico talvez tenha um pouco mais de credibilidade de resto é só fumaça. Descredibilizar através da calúnia normalmente tem tem resultado contrário ao pretendido. Não é por aí que vai lá.

        2
        1
  3. O mesmo sistema feudal instaurado na autarquia para intimidar e oprimir os que servem a comunidade. Um barco à deriva sem capitão. Precisamos de sangue novo e puro.

  4. Isto só acontece, porque não há tachos para todos… Não é rapaziada!?

    Muitos galos, e poucos poleiros.
    O PS é mestre na distribuição de galináceos, mas aqui está a falhar.

    2
    2
    • Não temos todos que pensar da mesma forma. Se olha para este post como uma procura desmedida de tacho é porque há frustração no seu galinheiro ou então não leu bem o que está escrito.
      É por comentários de colagens a tachos e panelas que temos os politicos que temos com a agravante de o oportunista movimenteiro achar que também tem qualidade para querer comer do tacho.

    • Há alguns que se contentam com umas cervejas e coçar os tomatecos e de quando em vez escrevem umas coisas para se sentirem úteis na sociedade. Mas se contribui para alivios manuais psicóticos ninguém o irá impedir desse prazer.
      Tudo o que envolve pessoas e compromissos é um desafio importante e de responsabilidade mas nunca maior do que ver 3 filhos a nascer, a crescer e a tornarem se seres humanos justos e educados para que num futuro não precisem de vir ao Largo das calhandrices destilar veneno e frustrações em pessoas que provavelmente não conhecem.

  5. Destilar veneno e frustrações? Oh Bruno , o que aqui leio maioritariamente são verdades! Incómodas, principalmente, para o PS e para esta ruinosa gestão da Cidalia. Por isso não gostas não é?

    2
    1
    • Quando não se tem argumentos viramos a escrita para o que nos convém. A câmara não é o Partido e o partido não é a câmara. Isso deixo para as candidaturas uninominais. Foi feito um comentário a um outro comentário que ao que parece começou a incomodar.
      Uns escrevem, destilam intrigas, ofendem, deliciam se com o mal dizer.
      Outros assumem responsabilidades, dão a cara sem qualquer problema de se sujeitar à critica mas uma coisa é certa, dá lhe legitimidade de criticar toda esta hipocrisia de sujar o nome das pessoas escondendo se atrás de uma voz sem rosto. Mas se são estas armas politicas para se ter coragem de dizerem o que pensam, então usaremos as mesmas ferramentas de hipocrisias e falsidades.
      Se serve para alguns porque não deverá servir para todos.

  6. A Câmara não é o Partido??? Isso era se o PS tivesse vergonha na cara! Nem precisam de sede, veja lá. A sede é na Câmara. Ou não fosse o Presidente da Concelhia do PS, Chefe de Gabinete da Cidália. Quer maior prova da maior promiscuidade??? Areia para os meus olhos, NÃO…

    • Leu o post ou só leu os comentários?????
      É que faz toda a diferença e provavelmente vai encontrar resposta para as suas duvidas. Tem é que tirar a areia dos olhos pois se vier já com areia de outros dificilmente vai entender o que se passa.

  7. Fora com a Cidália e suas criadas xuxalistas, que coabitam nas suas saias rodadas, pagas por todos nós, contribuintes, para nada fazer durante 4 anos, senão a gestão corrente das despesas domésticas. Está na altura de alguém se comprometer com a uma estratégia, um sentido, uma ideia planeada e faseada para o concelho que não tornar a câmara numa imobiliária e ceder lancheiras e computadores aos velhos e crianças no ano de eleições para cativar o voto fácil. Avante, camaradas dissonantes!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário