CMMG

O ano que quase está a acabar termina com mais um exemplo do que tem sido a incompetência do executivo camarário. Pode ler-se hoje que “Foi-nos solicitado pela Câmara Municipal Mª. Grande a colaboração na Divulgação e sinalização de famílias que se encontram em situação de dificuldades económica e sociais face: A pandemia de Covid-19 trouxe uma nova realidade à vida de todos os cidadãos, com alterações socio-económicas dos agregados familiares. Um abrupto corte de rendimentos causado, quer com o desemprego, quer com o lay-off, O aumento das taxas de desemprego, são o reflexo das dificuldades sentidas pelos cidadãos”. Lê-se ainda que “dia 21 de dezembro de 2020, em sessão de Câmara Municipal foi aprovado um apoio extraordinário de 45 mil euros, para a suprir e a diminuir estas dificuldades sociais”. A informação surge do Álvaro, na Vieira. Quando consultamos o site da autarquia, o perfil dos vereadores com pelouro no Facebook ou mesmo o da câmara, nem uma linha foi escrita. Não nos ocorre outro termo que não seja o de serem incompetentes. Quem está encarregue de fazer a divulgação do que acontece na câmara deve estar de férias e não há a preocupação de informar todos aqueles que possam poder beneficiar do apoio mísero que foi aprovado. Não há outro termo que qualifique todas aquelas pessoas.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Além de incompetência este Executivo é insensível ao sofrimento dos munícipes. A verba de 45 mil euros são disponibilizada única é simplesmente porque se pretende aumentar a percentagem de execução orçamental. É disso exemplo os subsídios antecipados para atividades futuras ( 2021) Bombeiros, Entidades e algumas instituições, para além de atafulharem os armazéns com material de necessidade duvidosa.
    Enfim é o Executivo mais incompetente que já passou pela Câmara

  2. É fantástico como mantêm a paz podre escondida (ou quase) de todos.
    De vez em quando lá vêm o Bruno é o Valada mandar umas bocas. Outros como o Vicente e a Tereza vão mostrando a sua indignação mais ou menos em surdina.
    O Caetano, apesar de tudo o menos mau, está arrasca a ver que pode ficar sem emprego.
    O SuperNelson vai controlando a coisa.
    E o Telmo é o Órfão envergonhados e nada fazem.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário