Tudo a monte

CuriosoCMMG11 Comentários


Há uns anos a câmara tomou de arrendamento a ‘Casa da Marcolina’ por um valor considerável. De lá para cá concluíram-se as obras na Resinagem, foram feitas obras na ‘Rua da Retretes’, mas pouco mudou em termos da organização logística dentro da câmara. Na Resinagem colocaram alguns serviços e na ‘Rua das Retretes’ mais alguns, mas muito ficou ainda no espaço arrendado. Agora essas instalações vão ser devolvidas aos donos uma vez que vai terminar o arrendamento, mas surge um problema! Muitos serviços funcionam ainda naquele espaço. A solução é a de encafuar tudo o que ali ainda está a funcionar no segundo andar do edifício da câmara. Como o espaço já é pouco para o que ali está, vão ainda colocar mais coisas! Naturalmente que se sabe que tem que ser dado um destino aos serviços que ali funcionam e que a câmara não tem instalações infindáveis que possa usar. Mas será assim? Já no mandato da Cidália foi formalizada a compra das instalações da antiga FEIS. Muitos metros quadrados que estão ao abandono, sem que alguém saiba ou queira saber o que fazer daquilo. Compraram também as instalações da Albergaria, também sem destino que lhe seja dado. Se em relação às primeiras foi prometida a discussão pública, em relação às segundas a Cidália disse que era para construir uma residência de estudantes, mas a verdade é que nem uma nem outra coisa avançou. Também se sabe que a Cidália ‘teve’ a ideia da residência porque deverá ter um qualquer compromisso para colocar nas instalações da FEIS um local para serem dadas aulas, ideia que tem vindo a repetir, mas nada acontece, fazendo com que tudo esteja disponível, mas ao abandono. Não seria preferível usar as instalações da Albergaria para ali colocar grande parte dos serviços? Até podiam lá por o GAP e assim ficavam perto da futura sede do PS, evitando que tivessem que fazer nas instalações da autarquia coisas que têm a ver com o partido. Ou seja, como não são capazes de tomar decisões, de por projectos novos em andamento, não é sequer possível perspectivar que os serviços camarários pudessem estender-se por novos espaços que pudessem surgir em instalações que são da autarquia. Não fazem e agora vão colocar tudo a monte porque até já as instalações onde fizeram as obras estão já pequenas para o que lá foi colocado. A incapacidade de executarem projectos faz com que andem com mudanças atrás de mudanças sem que consigam resolver os problemas para o futuro.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

11 Comentário em “Tudo a monte”

  1. Avatar

    É por isso que a Cidália tem deixado sair, ou forçado a saída , de funcionários da nossa Câmara para a Câmara de Leiria, assim fica com muito espaço para os poucos técnicos que lhe restam, e lugares vagos para qualquer boy ou girl que o partido queira empregar.

    1. Avatar

      A Cidália não tem é deixado sair, isso sim! Uma lista de várias dezenas de funcionários pendente para saírem da marinha e a ex-funcionária pública não deixa! Porque será, Sra. Presidente?

      1. Avatar

        Porque os competentes não estão para aguentar a trapalhada e as desconsiderações, nem têm nada a perder. São bons técnicos em qualquer lado, menos ali, e por isso querem sair para onde serão mais valorizados e bem tratados, apesar de na maioria das vezes os custos serem maiores e isso representar menos rendimentos no fim do mês. E é só porque não os deixam sair que por ali continuam, a definhar.

        1. Avatar

          Bem verdade. Confirma-se no seio da câmara esta postura ditatorial e autista. É desconcertante tentar trabalhar para esta gente sem rumo ou estratégia. Será que ainda não chegámos ao fundo do poço?

        2. Avatar

          Quem está mal, muda-se! Porque não usam dessas competências, e criam emprego e riqueza!?
          Apresentam demissão, e fazem-se à vida.
          Huum… não me parece. Lá fora, a coisa é feia! e cá dentro é tudo certinho, direitinho…

          1
          1
  2. Avatar

    O que é que quer dizer “mas muito ficou ainda no espaço arrendado”? Eram só 3 mil euritos por mês para o herdeiro…

      1. Avatar

        O quê?!
        3250€? Por mês?!
        Deve ser um edifício revestido a ouro! Ou com casas de banho em mármore italiano! Imagine-se os quartos…

  3. Avatar

    Ainda voltam atrás e fazem novo contrato pelo dobro… Confiem na conta choruda que os anteriores autarcas deixaram!

    1. Avatar

      Drª Cidália, pense no futuro dos seus netos, sem dinheiro dos impostos para pagar estas rendas milionárias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address