Chegámos!

CuriosoCovid9 Comentários


Chegámos ao número mágico. Temos 93 casos activos de Covid no concelho. Agora é esperar que o Governo nos inclua na lista de concelhos em confinamento. E, dos lados da câmara, reina o silêncio, silêncio até na divulgação dos números!


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

9 Comentário em “Chegámos!”

  1. Avatar

    E entretanto, muito preocupados com o avanço galopante dia casos COVID no concelho, a Câmara vai espalhando iluminação de Natal, num investimento muito superior ao de anos anteriores.
    Isto é mesmo gozar com quem sofre, os contagiados pelo vírus, os comerciantes e empresários com elevados prejuízos, os trabalhadores com os postos de trabalho enrosco ou já no desemprego, todos os Marinhenses em sofrimento, é a Câmara em festejos natalícios.
    HAJA VERGONHA E RESOEITO PELOS QUE SOFREM.

  2. Avatar

    Haja vergonha, senhora Presidente da Câmara, respeite o sofrimento dos outros, esteja quieta não nos ofenda com a sua total indiferença.
    😢😢😢😢😢😢😢😢😢😢😢😢😢

  3. Avatar

    Anda escondida. Acabaram-se os beijos na rua. Em outubro regressa com panfletos para nos convencer que foi a melhor dos piores, só pode

  4. Avatar

    conosco seria diferente….nem virus, nem confinamento….tudo de bom….pensem nisso….pensem em Fatima e nos milagres

  5. Avatar

    Vamos lá ver uma coisa:

    A única diferença na vida deste executivo, e de quem trabalha naquela casa, é que a maior parte, está agora em casa e a fazer ainda menos ou nada, do que faria anteriormente à pandemia. Todos com salário a 100%, emprego garantido, todos os direitos, e a passarem férias há 6 meses! Portanto, são portugueses que não conhecem o significado da palavra desemprego, da angústia de perceber que os negócios vão colapsar, etc. Simplesmente porque, haja o cataclismo que houver… No Estado, tudo é garantido. Até vão ser aumentados!

    Portanto as luzes, o show-off… Tudo continua a fazer sentido, pois as suas vidas pouco mudaram. Estão noutra dimensão!!!

    Povinho!!! Continuem a votar neste sistema. É tão bom…

  6. Avatar

    Alguns dos que trabalham naquela casa estão em casa a fazer menos do que faziam, não todos, não a maioria! Não fale do que não sabe!
    Quanto ao resto, nem me merece comentários, porque a raiva e o ódio aos funcionários públicos tem sido uma constante nos seus comentários e porque não sabe mesmo do que fala e provavelmente também não quer saber. É tipo seguidor do Trump. Só ódio, zero discernimento.
    Quem quer a desgraça de toda a gente não merece a consideração de ninguém! Há muita gente a passar mal. Há! Mas isso não quer dizer que todos tenham de passar mal, seja do público ou privado. E se os funcionários públicos hoje ainda não foram atingidos pela crise, porque o país não pode deixar o consumo ir abaixo, daqui a uns meses, quando o vírus for já uma ameaça residual e a economia precisar de levantar, vamos ver se não é pelos salários dos funcionários públicos que vão começar. Tem sido a receita, e nesta crise não vai ser diferente. A única diferença é que os cortes podem vir a ser maiores.
    Quanto aos que não fazem nada, deve-se pedir responsabilidades a quem manda fazer, neste caso, não manda, porque provavelmente não sabe o que mandar fazer.

    1. Avatar

      Não me atire areia para os olhos. A mim, não! Sei bem do que falo. Muito bem!
      E já agora, você prefere diminuir salário, ou perder o emprego?!… Quer trocar!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address