AAAF’s e CAF’s em risco

CuriosoCMMG10 Comentários


Para os pais a existência de apoio nas escolas é algo que dá imenso jeito. A existência das AAAF’s e CAF’s é uma mais valia para todos. Todos os anos a escola começa mais ou menos no mesmo diz. Todos os anos se tem repetido o mesmo calvário de se andar sempre com tudo a ser resolvido em cima do joelho. Para o período de Setembro a Dezembro isso foi resolvido pela Cidália que recorreu à faculdade de poder fazer a adjudicação sozinha. Hoje, em mais uma reunião extraordinária, queriam lançar o concurso de Janeiro a Abril. Sem que se consiga compreender o motivo, senão pela ausência de competência, os meses seguintes não estavam ainda a ser contemplados. Isso significa que lá para Março teria que ser lançado novo concurso. A explicação que foi dada pelo executivo permanente é que não sabem o evoluir da pandemia e não querem fazer já a adjudicação até ao final do ano lectivo. Esquecem que o Costa já disse que não vai haver interrupção de aulas e que as AAAF’s e CAF’s se estendem para além do ano lectivo. Mas há ainda outro problema. As autarquias não podem lançar mais do que um concurso para o mesmo tipo de fornecimento. Ora já se vai com dois e a caminhar para o terceiro, sempre para o mesmo. Vão ter que pedir um parecer à CCDRC para ver se podem ou não fazer mais um contrato! Só depois do parecer é que vão de novo analisar o lançamento do concurso. Por tudo isso, o ponto teve que ser retirado e agora ficam os pais, de novo, sem saber se em Janeiro vão poder ter as AAAF’s e CAF’s a funcionar. Mas a reunião não se ficou por aqui. O segundo ponto da ordem de trabalhos tinha a ver com o transporte escolar que, uma vez mais, vai para a TUMG. Seguindo a lógica da contratação apenas até Abril das AAAF’s e CAF’s, a contratação dos transportes deveria ser também até Abril. O argumento para uma contratação deveria servir para a outra. Mas não! Para contratar a TUMG já não há a desculpa da pandemia e já é possível contratar para todo o período lectivo e até já para o primeiro período do próximo ano lectivo! Falta de coerência? Não! A explicação até é lógica. Sabe-se que a TUMG está todos os anos no limiar de poder ter que ser dissolvida por não atingir os limites da sobrevivência financeira. Caso não lhe fossem entregues os €270.000,00 dos transportes escolares, mesmo que de Abril para a frente não haja aulas (seguindo a lógica que adoptaram antes), a empresa municipal não teria as receitas necessárias a poder ser mantida viva e a Fátima lá perderia a presidência da TUMG e o PS a sua ‘jóia da coroa’. A necessidade de manterem a TUMG viva com o dinheiro da câmara levou a que hoje, para dois assuntos relacionados com o mesmo e nos quais as premissas são iguais, usassem dois critérios diferentes.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 Comentário em “AAAF’s e CAF’s em risco”

  1. Avatar

    A verdade verdadeira é que não foi ainda aprovado o orçamento para 2021 e no orçamento de 2020 inscrito para anos seguintes não há dotação suficiente para cobrir todo o ano letivo, 2020/2021, isto é de Janeiro a Junho/Julho.
    Para além da grosseira ilegalidade, bem referenciado pelo Curioso, de fracionamento de despesa.
    Pedagogicamente, coitadas das crianças que ao longo de um ano lectivo poderão ter dois, três ou mais animadores para a mesma actividade. (a isto que dizem a Presidente – professora primária reformada e s Vereadora do Pelouro -professora de ginástica com funções suspensas?)

  2. Avatar

    Sou um pai preocupado e não estou a perceber muito bem este post. Os tempos livres dos miúdos estão em risco a partir de Janeiro? É isso?

      1. Avatar

        Estão em risco graças á incompetência daquelas duas (in)docentes que mandam ou dizem que mandam na Câmara

  3. Avatar

    À incompetência de muita gente. Não é só das docentes. Investiguem lá mais um bocadinho. Chamem os incompetentes pelos nomes.

    1. Avatar

      Quem manda é que é responsável, mas o Jerónimo e a Paiva são dois dos grandes responsáveis pelo que sucede neste caso em muitos outros, para já não falar da tal girl do cartão rosa.
      Mas nisto e em muito mais, para além da incompetência genética, a Cidália paga aquilo que semeou, ou não foi ela que nomeou o Jerónimo e a Girl PS?

      1. Avatar

        Os próprios eleitos sabem disso mas escolheram encolher os ombros a tirá-los do poleiro.. é mais cómodo escudarem-se com pareceres legais a fazer alguma coisinha extra!

  4. Avatar

    Não tarda nada abrem os concursos que já deviam ter aberto há dois anos, por onde só vai conseguir passar alguém, tal é o buraquinho da agulha já moldado à forma, para entrarem esses e outros boys e girls antes do mandato acabar. Depois o próximo executivo que leve com eles. Para irem embora, só com chorudas indenizações.
    Assim se vai andando e destruindo a administração deste concelho. Assim é o sistema, e depois admiram-se que as pessoas se cheguem cada vez mais ao chega.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address