Mais um…

CuriosoPS20 Comentários


“Caros camaradas,

Venho por este meio dar-lhes conta de que, com efeitos imediatos, resigno às minhas funções nos órgãos concelhios do Partido Socialista da Marinha Grande, mormente como presidente da mesa da Comissão Política Concelhia (CPC) e membro da CPC.

Apresento esta resignação em fórum aberto junto dos militantes democraticamente eleitos para a CPC, visto ter sido eleito por estes, por unanimidade, para o lugar de presidente da mesa da CPC.

A minha decisão de natureza puramente política prende-se com o decurso da reunião do secretariado da concelhia, realizada ontem, durante a qual o presidente da CPC retirou a confiança política ao nosso camarada Bruno Constâncio, sem revelar quaisquer motivos, causas ou factos objetivos que sustentem tal ato de seriedade e gravidade inusitada.

Perante tal conduta de cariz inexplicável e que, apesar de reiteradas solicitações de esclarecimentos adicionais por parte de diversos camaradas presentes na supracitada reunião, não mereceu qualquer esclarecimento claro e inequívoco do presidente da CPC, não posso de deixar de considerar a mesma reveladora de um centralismo democrático com o qual não me identifico, nem ao qual reconheço paridade com os valores políticos, sociais, ideológicos e filosóficos que regem o Partido Socialista.

Jamais participarei ou assistirei impávido, a saneamentos ou exclusões de carácter político, social e/ou fruto de qualquer motivação sectária e injustificada. Mais, se tais decorrerem diretamente ou indiretamente de supostos ou sugeridos delitos de opinião ou posição política divergente, adensa-se o grau de atitude autocrática do seu precursor.

Depois do camarada Bruno Constâncio, qual o “desalinhado” que será saneado, indiscriminadamente, a seguir?

Sou e serei sempre defensor dos direitos emanados de Abril de 1974, que estiveram na génese da criação do Partido Socialista pelos seus fundadores, com particular enfoque para o reforço e sublimada importância da diversidade e participação democrática dos cidadãos livres em organizações de índole política, social, cultural, desportiva ou outra.

Segundo o Artigo 3º (Da liberdade de crítica e de opinião) dos estatutos do Partido Socialista, este “reconhece aos seus membros liberdade de crítica e de opinião, exigindo o respeito pelas decisões tomadas democraticamente nos termos dos presentes Estatutos.”

Não sentindo que tal direito tão básico e elementar, esteja a ser devidamente respeitado pelo atual presidente da CPC, mais não me resta do que me cingir ao meu papel de militante de base, sempre preocupado e atento relativamente ao presente e futuro do concelho da Marinha Grande, bem como com o lugar de relevo que reputo ao Partido Socialista na sociedade marinhense, facto que considero cada vez mais distante da realidade desejável.

Fui, desde a primeira hora, um cético em relação a possibilidade da congregação de ideários tão divergentes (mas cuja compatibilização poderia enriquecer democraticamente o nosso Partido) na lista única que deu origem à presente formação da CPC. Em última instância, fui convencido de que, fruto de conversas e acordos verbais pré-eleitorais, seria possível conciliar perspectivas futuras, já que o caminho poderia ser distinto, mas o fim último seria de desiderato comum.

Sustentadamente e com o seu pináculo na já mencionada reunião do secretariado de ontem, o tempo acabou por esclarecer todas as dúvidas. O (re)direcionamento do Partido Socialista da Marinha Grande pelo caminho do “alinhamento” e cerceamento ideológico e estratégico, encarregar-se-á naturalmente de o aproximar do confinamento político a que hoje já assistimos, com uma residual participação do Partido na vida pública e social do concelho, o fechamento do mesmo ao alargamento da sua base de apoio popular e a incapacidade deste em gerar consensos (em prol do bem comum das populações) junto das demais forças políticas concelhias.

Por último e fazendo uso da plenitude dos meus direitos adquiridos como militante do Partido Socialista da Marinha Grande, com quase 20 anos de militância, deixo um alerta:

Não voltemos a cometer os mesmos erros de 2005 (já tentados em 1997), quando a alteração radical da estrutura do executivo permanente socialista na Câmara Municipal, nos conduziu a uma derrota humilhante e histórica (após três mandatos de reiterado sucesso político, com obra feita e reconhecida pela maioria da comunidade concelhia).

Em 1997, a tentação de mudar a qualquer custo, felizmente desvaneceu-se, dando origem à continuidade da equipa à data liderada por Álvaro Órfão, da qual faziam parte Armando Constâncio, Tereza Coelho e João Paulo Pedrosa. Para memória futura e a letras douradas, ficou gravada a ÚNICA maioria absoluta do Partido Socialista na Marinha Grande.

Porque em equipa que ganha, não se mexe, apelo à recandidatura integral, em Outubro de 2021, da equipa do Partido Socialista em funções na Câmara Municipal da Marinha Grande, encabeçada pela camarada presidente Cidália Ferreira e pelos vereadores Carlos Caetano e Célia Guerra!

Saudações Socialistas,

José Valada (militante nº 61 218)”


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

20 Comentário em “Mais um…”

  1. Avatar

    Dr. Araújo, a equipa que não quer defender é a mesma para a qual labuta todos os dias como chefe de gabinete. Não gosta do trio eleito?

    8
    1
  2. Avatar

    Ó rapazolas… VÃO TRABALHAR!!!
    VOCÊS QUEREM É TACHO, MAS NÃO HÁ PARA TODOS!!!
    Em equipa que ganha?!… ó Valada, vai dar banho ao cágado!

    DESAPAREÇAM!
    O VOSSO PS, É O COVEIRO DESTE PAÍS. IDE À M***A, TODOS!

    7
    2
  3. Avatar

    Oh Zé Valada! Em equipa que ganha???😂Deve ser para rir! Ganham ganham! Bons salários… Mas este Povo perde! E muito…

    10
    5
  4. Avatar

    Estou sem palavras…
    Então o desmentido do Nelson na página do Facebook do PS é uma farsa
    Com tudo isto aqui relatado, mais o falso desmentido, mais o “saneamento” de algumas dezenas de militantes históricos da Marinha, Moita e Vieira, é obra dessa grande e sinistra personalidade Nelson Araújo.

    14
  5. Avatar

    Nelson e agora? Mentiroso, aldrabão, manipulador. Um dia ia acontecer, apanhado na curva. E a cidalia? Vai mantê-lo como chefe de gabinete? Será que mesmo assim acredita neste falso?

    13
  6. Avatar

    A Cidalia vai mantê-lo como Chefe de gabinete. Porque é ele quem lhe escreve os discursos, quem lhe diz tudo o que ela tem que dizer nas Ass de Municipais, quem lhe manda SMS com as respostas que ela tem que dar aos vereadores. Sem ele, como é que ela conseguia ser Presidente da Câmara? Por isso ela engole tudo o que dele vier!

    1. Avatar

      Coitada da Senhora Presidente de Câmara, pois é só o prefixo político que lhe sobra, o cargo nunca o verdadeiramente ocupou… foi sempre um fantoche na mão dos seus. Agora, revela-se prepotente, ingrata, mimada e velhaca: a sua verdadeira natureza, só comparável à do seu chefe de gabinete por si escolhido. Parabéns ao partido socialista da marinha grande

  7. Avatar

    Pois mas convenhamos que não faz sentido
    Ela estar com esse elemento ao seu lado é contra natura e contra todas as regras de bom senso. Esperamos que ela mostre inteligência e
    Independencia profissional.

    11
    1. Avatar

      A Cidália também não tem espinha. Vale tudo, até vender a própria mãezinha para garantir o tacho

      4
      3
      1. Avatar

        Já vendeu.. mas não se recorda! São as doenças naturais da idade da reforma por invalidez… está na altura de abandonar o barco, antes que afunde mais, Cidália! Vai para casa tratar os teus que foram abandonados

  8. Avatar

    Lamentavelmente, como militantes, temos que saber, por este meio estranho, destas infelizes peripécias que se passam na nossa Concelhia. Não tenho palavras, mas não me admira, muito triste.

    13
  9. Avatar

    Uma coisa nos parece certa, enquanto este Araújo andar por aqui, o PS nunca mais vai ter PAZ

    15
  10. Avatar

    O abandono ao Araújo é uma constante. Todos lhe fogem a sete pés quando lhe dão mais corda e o mesmo abusa. Será que não deveria primeiro repensar a sua forma de VIVER em comunidade? Os militantes do seu partido aconselham uma terapia social, antes da política!

    14
  11. Avatar

    Valada, agora entendo alguns comentários de V. Exa. em algumas publicações que vos tocávam nos machinhos. Você fazia parte do jogo mas agora deixou de lhe interessar e então retira-se.
    Triste terra a minha onde esta gente aterra sem que seja para o bem.

    6
    8
    1. Avatar

      Esses dois, Tereza e Vicente, andam muito calados.
      Diz-se que se estão a guardar para mais perto das decisões do Partido.

    1. Avatar

      Mais que mentir, o Nelson é um mentiroso compulsivo, é um frustado, é um indivíduo mal resolvido consigo próprio, com a vida e com a sociedade, é isto que o PS tem a oferecer á sociedade marinhense?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address