Fazer a cama

CuriosoJPP, Nelson, PS22 Comentários


A um ano das eleições, começam a surgir as primeiras movimentações internas para que possam tentar ganhar a câmara. A primeira de que há conhecimento é no seio do PS. Sabe-se que uma das regras internas do partido é a de que quem tem a câmara pode escolher ficar como candidato para as próximas eleições. É assim que funciona e com alguma lógica já que, a menos que tenha existido um grande problema durante o mandato, o candidato que ganhou antes é o melhor posicionado para poder manter o mesmo discurso e tentar ganhar de novo a câmara. Só que aqui as coisas estão diferentes. Quem liderava a concelhia tinha outras ideias e isso levou a que todos se tenham demitido. O Nelson, chefe de gabinete da Cidália, andava a fazer-lhe a cama para que ela não fosse a sua própria sucessora. No lugar dela a direcção da concelhia queria colocar o Pedrosa como cabeça de lista para as próximas eleições. As coisas não terão corrido como queriam e, numa atitude muito pouco de quem sabe perder, demitiram-se. A ideia do que ‘ou é como eu quero ou saio’ imperou e neste momento o PS local está sem ter quem mande, tudo porque, pelo que se sabe, queriam mandar demais! Há muito que circula um texto que nunca conseguimos autenticar, mas que nunca foi desmentido relativo àquilo que o presidente da concelhia demissionário pensava da ‘sua’ presidente. Agora percebe-se que o que vem escrito não estará muito longo do que pensará. A câmara está a servir de trampolim para alguns boys, mas está a causar alguns amargos de boca a outros que não estão a conseguir levar a sua avante. Mas, no meio de tudo isto, há algo que não compreendemos. A Cidália é uma presidente fraca, todos o reconhecem, mas a ideia de colocar o Pedrosa a concorrer não pode deixar de ser considerado como uma tentativa de suicídio. O partido está assim à deriva a um ano das eleições, com divergências internas que ficam iluminadas à luz da demissão dos elementos da mesa da CPC e do Secretariado. Com esta turbulência interna, com o chefe de gabinete a passar um cartão vermelho à presidente, como fica a governabilidade da autarquia, numa altura em que se percebe que os que deveriam dar apoio à presidente ou estão contra si ou estão mais preocupados com cargozinhos na hierarquia do partido que lhes poderão dar aspirações a poderem ser boys com cargos? Bom, pior é difícil!


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

22 Comentário em “Fazer a cama”

  1. Avatar

    Já em Junho de 2018 o Nelson tinha esta opinião sobre a Cidália decruem é seu Chefe de Gabinete.
    Carta de 25 de Junho de 2018 a alguns militantes do PS:
    “ Camaradas e Amigos
    Há seis meses atrás propus-me avançar com uma lista à CPC do PS da Marinha Grande por entender que devia assumir essa responsabilidade perante uma candidatura alternativa que se perfilava de uma forma pouco transparente e que denunciava vir a ser o princípio da instrumentalização dos Órgãos Partidários para fins pessoais (fossem de ambição para o futuro ou de ressabiamento sobre o passado recente).
    O resultado foi o que todos conhecemos.
    A verdade é que o PS na Marinha Grande, pelo menos, desde 2015 que não está bem.
    A divisão criada a quando da disputa federativa Sales / Medeiros deixou marcas até aos dias de hoje.
    Pretendia eu alcançar a união do Partido e a sua revitalização, tarefa que se demonstra quase impossível tal é a desmobilização generalizada dos Militantes e Simpatizantes em relação ao Partido.
    Pretendia eu reforçar o apoio político ao Executivo na Câmara, mas também essa tarefa me parece cada vez mais difícil quando o Executivo, mormente a Presidente, não manifesta disponibilidade para escutar a voz do Presidente da CPC que é também o seu Chefe de Gabinete.
    E este é o ponto chave da minha mensagem hoje a todos vós que me acompanham na Comissão Política.
    Neste momento o Executivo está em «roda livre» e sem qualquer estratégia definida para a Governação.
    As decisões são tomadas de uma forma arbitrária, ao sabor das urgências diárias, sem calendarização de prioridades, sem agendamento político de grandes questões, sem discussão interna
    O fracasso das negociações com a CDU é também sintomático.
    A verdade é que a Oposição pressente a falta de interesse e de empenho da Presidente em assumir compromissos, em delegar competências… quando nem nos seus próprios Vereadores ela tem confiança plena e manifesta.
    O Partido precisa, hoje, mais que ontem, e menos que amanhã, de ter força política não apenas para fora, como também para dentro.
    Se sempre me assumi como candidato para «defender» o Executivo, para dar força e suporte a um Executivo minoritário, e não permitir que este fosse partidarizado, a verdade é que não posso ser cúmplice desta estratégia de «apagamento» do Partido perante o seu Executivo.
    O Partido precisa de reconquistar o seu espaço e de se afirmar perante o seus Eleitos.
    2021 está já aí à porta e por este andar não vamos longe…
    Para além disso, não posso ainda deixar de lamentar tudo quando aconteceu quer na Federação quer no Congresso Distrital em relação às eleições para os Órgãos Distritais e Nacionais.
    A Marinha Grande foi uma vez mais prejudicada e menosprezada por quem deveria olhar para nós com outro interesse e respeito.
    Fiz notar isso quer ao Presidente da Federação, quer à SGA em carta que lhe enviei e à qual nem resposta tive.
    Assim, e em consciência, não posso senão sair de cena.
    Irei apresentar a minha demissão da CPC e assim abrir a porta a que se realizem novas eleições para a CPC o mais brevemente possível.
    E ao contrário de outros, saio para não voltar a entrar, preferindo remeter-me à condição de Militante de base.
    Resta-me agradecer-vos por tudo, sobretudo pelo apoio incondicional que me deram sempre!
    Saudações Socialista
    Nélson José Nunes Araújo
    Leiria – Marinha Grande”

  2. Avatar

    Esta já era a opinião do Nelson em 25 de Junho de 2018 sobre a sua Presidente Cidália, em mensagem enviada aos camaradas:
    “Camaradas e Amigos
    Há seis meses atrás propus-me avançar com uma lista à CPC do PS da Marinha Grande por entender que devia assumir essa responsabilidade perante uma candidatura alternativa que se perfilava de uma forma pouco transparente e que denunciava vir a ser o princípio da instrumentalização dos Órgãos Partidários para fins pessoais (fossem de ambição para o futuro ou de ressabiamento sobre o passado recente).
    O resultado foi o que todos conhecemos.
    A verdade é que o PS na Marinha Grande, pelo menos, desde 2015 que não está bem.
    A divisão criada a quando da disputa federativa Sales / Medeiros deixou marcas até aos dias de hoje.
    Pretendia eu alcançar a união do Partido e a sua revitalização, tarefa que se demonstra quase impossível tal é a desmobilização generalizada dos Militantes e Simpatizantes em relação ao Partido.
    Pretendia eu reforçar o apoio político ao Executivo na Câmara, mas também essa tarefa me parece cada vez mais difícil quando o Executivo, mormente a Presidente, não manifesta disponibilidade para escutar a voz do Presidente da CPC que é também o seu Chefe de Gabinete.
    E este é o ponto chave da minha mensagem hoje a todos vós que me acompanham na Comissão Política.
    Neste momento o Executivo está em «roda livre» e sem qualquer estratégia definida para a Governação.
    As decisões são tomadas de uma forma arbitrária, ao sabor das urgências diárias, sem calendarização de prioridades, sem agendamento político de grandes questões, sem discussão interna.
    O fracasso das negociações com a CDU é também sintomático.
    A verdade é que a Oposição pressente a falta de interesse e de empenho da Presidente em assumir compromissos, em delegar competências… quando nem nos seus próprios Vereadores ela tem confiança plena e manifesta.
    O Partido precisa, hoje, mais que ontem, e menos que amanhã, de ter força política não apenas para fora, como também para dentro.
    Se sempre me assumi como candidato para «defender» o Executivo, para dar força e suporte a um Executivo minoritário,e não permitir que este fosse partidarizado, a verdade é que não posso ser cúmplice desta estratégia de «apagamento» do Partido perante o seu Executivo.
    O Partido precisa de reconquistar o seu espaço e de se afirmar perante o seus Eleitos.
    2021 está já aí à porta e por este andar não vamos longe…
    Para além disso, não posso ainda deixar de lamentar tudo quando aconteceu quer na Federação quer no Congresso Distrital em relação às eleições para os Órgãos Distritais e Nacionais.
    A Marinha Grande foi uma vez mais prejudicada e menosprezada por quem deveria olhar para nós com outro interesse e respeito.
    Fiz notar isso quer ao Presidente da Federação, quer à SGA em carta que lhe enviei e à qual nem resposta tive.
    Assim, e em consciência, não posso senão sair de cena.
    Irei apresentar a minha demissão da CPC e assim abrir a porta a que se realizem novas eleições para a CPC o mais brevemente possível.
    E ao contrário de outros, saio para não voltar a entrar, preferindo remeter-me à condição de Militante de base.
    Resta-me agradecer-vos por tudo, sobretudo pelo apoio incondicional que me deram sempre!
    Saudações Socialistas
    Nélson José Nunes Araújo
    Leiria – Marinha Grande”

  3. Avatar

    Conhecendo o Dr. Araújo pelo seu percurso labiríntico nada me surpreende sobre mais um golpe aos demais que o acolheram. Parabéns, partido socialista, pelas cobras criadas e pela lista perdedora em 2021!

  4. Avatar

    O Dr. Nelson viu-se obrigado a desmentir este blogue, com mais uma das suas mentiras, no entanto, este desmentido do PS, diga-se Nelson Araujo mais não é que a credibilização do que diz ser desprezível, in Facebook do PS Marinha Grande:
    “ Se alguma dúvida havia sobre a credibilidade do blogue (pouco) anónimo que na Marinha Grande alimenta falsas notícias, aqui fica mais uma prova:
    A notícia da demissão dos Órgãos do PS da Marinha Grande é FALSA.
    Na passada semana houve reunião do Secretariado e Comissão Política Concelhia onde foram discutidos diversos assuntos, entre os quais as próximas eleições autárquicas.
    E sobre este assunto o Partido Socialista da Marinha Grande decidirá nos termos dos seus Estatutos o que houver a decidir no tempo próprio, no seio dos Órgãos próprios e sem se deixar condicionar por estas manobras dilatórias e que pretendem apenas gerar confusão.
    O tempo é de continuar a executar e a cumprir o nosso compromisso com os marinhenses.
    O Presidente da CPC
    Nélson Araújo”

    1. Avatar

      É mesmo verdade que os membros da mesa da CPC do PS Marinha Grande e do secretariado se demitiram por discordarem da prepotência e das divisões internas do Partido promovidas pelo Presidente da CPC -Dr. Nelson Araujo.
      Não vale a pena, o Dr. Nelson Araujo, continuar com desmentidos, não force a apresentação pública das cartas de demissão! É melhor ficarmos por aqui, ok?

  5. Avatar

    E pronto cidalia, espero que agora entenda os avisos que lhe têm sido feitos. Um indivíduo fraco e despertado por sobreviver a todos os níveis não olha a meios para atingir os fins. Com a sua distração perdeu muita gente a sua volta. Esteja alerta.

  6. Avatar

    Até já no facebook o nelsu veio desmentir.
    Seria interessante que o Anonimo das 0:06 publicasse as cartas de demissão.

  7. Avatar

    Aguardamos o desmentido do mentido… vergonhosa a postura do presidente da concelhia. Nunca antes vista esta miséria no concelho. Só serve os seus interesses pessoais e a sua ambição desmedida à custa dos socialistas. Demita-se de uma vez.

  8. Avatar

    Ao querer recandidatar-se de novo, a Cidália, está a trocar as voltas ao seu Chefe de Gabinete Nelson Araujo, que queria ser o número um da lista do PS á Câmara.
    A animosidade do Nelson para a Cidália e a sua vingança sórdida leva a que este ponha a hipótese de ser o Pedrosa a liderar a lista á Câmara, sabendo que o Pedrosa nunca aceitará lembrando-se da estrondosa derrota de 2015 e não querer trocar o “bem bom” da Assembleia da República por um cargo que lhe daria trabalho, coisa que detesta -o trabalho.
    A Cidália, para não fazer show off, também já fez r á CP que só abdicará da recandidatura á Câmara se o Pedrosa aceitar ser ele próprio.

  9. Avatar

    O ambiente nos gabinetes aqui da Câmara está mesmo de cortar á faca, a Cidália a fazer o que quer sem dar satisfações a ninguém, o Caetano cada vez mais uma carta fora do baralho, a Celia diz-se farta de tudo e principalmente da Cidália que faz dela criada pra todo o serviço, o Nelson que não pára de “fazer a cama” a tudo e a todos (eleitos e funcionários), o Testas a fazer pela sua vida e pela sua carreira dentro do PS.
    Mas o “caldo entornou” mesmo, numa acesa discussão entre o Nelson e a Cidália pelo apoio dado pela Câmara ao tal monumento da Vieira.o Nelson não aceita que a Câmara tivesse pago tanto dinheiro por um memorial carregado de simbologia maçónica. Referiu mesmo que mais que a evocação ao conhecimento aquilo é mesmo um memorial maçónico e isso a Câmara não deveria admitir.

    1. Avatar

      Aquilo não é um serviço público, aquilo é um ninho de cobras da pior espécie.
      Livrai-nos daquilo quanto antes

    2. Avatar

      Os maçons fintaram a Cidália, ela burra como sempre nem se interrogou do verdadeiro sentido da coisa e comeu “ gato por lebre”.

      1. Avatar

        Fintaram o dinheiro dos contribuintes!! Dezenas de milhares de euros num símbolo maçon! Cidália, interna-te

  10. Avatar

    A sério, o Anonimo das 0:06 podia publicar as cartas de demissão, que acho que todos iriamos gostar de ver o nelsu a ser oficialmente declarado mentiroso.

  11. Avatar

    O que é certo é esta gente merdalha, CUSTAR MILHÕES AOS CONTRIBUINTES, sem nada fazerem, que não pela sua própria vidinha…
    MISERÁVEIS!!!
    RUA, SEUS OPORTUNISTAS!
    Vão trabalhar!

  12. Avatar

    Dr. Araújo, apesar de publicamente declarar não lhe agradar, diga-nos o que acha do monumento contra a ignorância, pois o comum dos mortais que a pagou não alcança sequer o seu significado além da simbologia por demais evidente?

    1. Avatar

      Sim, ao menos seja sincero para com a comunidade que serve todos os dias ao serviço das suas funções. O que pensa sobre o dinheiro desperdiçado naquele… monumento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address