Como será?

CuriosoCMMG, Rallye8 Comentários


A poucos dias do início da Festa do Avante, envolta na polémica que é conhecida, é inevitável prestar-se atenção ao que, por aqui, se pensa fazer. Fomos dar uma vista de olhos ao plano de contingência da Festa e uma das coisas que saltou logo à vista foi o facto de ser assegurado um espaço de 8 m2 por pessoa. Para cá está prevista a realização do Rallye. A organização diz que “depois de um período de pandemia atravessado” vão “unir esforços e levar para a estrada uma prova com a máxima segurança, a todos os níveis!”. Desde logo parecem ter informação que mais ninguém tem de que a pandemia já passou, mas, independentemente disso, é inevitável comparar-se o que são as regras que estão a ser impostas e implementadas na Festa e o que aqui pode acontecer! Sabe-se que a Festa tem provocado ataques de raiva de muitos que não irão deixar de estar presentes no rallye, como se o vírus pudesse estar presente na Atalaia, mas aqui metesse folga! Isto não significa que não achemos que há um sério risco de contágio. A questão é que muitos criticam a realização da Festa, mas estão desertos para estar a ver os carros passar! é tudo uma questão de coerência! Naturalmente que o país não pode parar e é por isso que temos imensa curiosidade em ver qual irá ser a postura da autarquia na imposição de regras de distanciamento, e o seu controle, para todos os locais onde, aqui no concelho, a prova possa ter lugar. Ao longo dos anos tem-se assistido a uma atenção especial para este evento, com estradas a serem arranjadas, com o desfile dos autarcas pelas objectivas das máquinas fotográficas e este ano não deverá ser diferente. A diferença é que estamos ainda em plana pandemia e a prova irá realizar-se já em período de contingência nacional. E aqui chegamos ao busílis da questão! Não sendo reconhecido à presidente – autoridade máxima do concelho em termos de protecção civil e responsável por assegurar o bem estar no concelho não apenas em termos de segurança como em termos de saúde – grande dinamismo ou capacidade de antevisão dos problemas, a curiosidade é enorme para ver aquilo que ela irá fazer para protecção dos que aqui residem quando tiver que autorizar a realização da prova nas estradas do concelho. Se estabelecermos como ponto de comparação as regras impostas para a Festa, irá ser interessante ver como irão assegurar 8 m2 por pessoa em todos os locais da prova!


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

8 Comentário em “Como será?”

  1. Avatar

    Está tudo doido… E loucos pelo dinheiro dos apoios!!!
    Na especial da noite, será interessante ver esse distanciamento…
    Interessa é sacar umas massas à Câmara!

    1
    1
  2. Avatar

    E se calhar este ano ainda levam mais dinheiro com a desculpa do Covid…
    Ah e tal…temos menos apoios…
    Paga Câmara!!

    2
    1
  3. Avatar

    Não haverá superespecial urbana, exactamente para que não haja aglomerados de pessoas. Além disso estão defendidas regras para a realização da prova, consensuadas entre a DGS e fpak.

  4. Avatar

    Eu gosto de ver o Rally, mas haja prioridades… Numa situação como a actual, não me parece de todo essencial haver uma prova destas.

    3
    1
  5. Avatar

    O post parte de uma base errada, que é fazer comparações, o assunto tem de ser outro.
    Nenhuma das duas situacoes deveria ocorrer.

  6. Avatar

    Se fosse indispensável para o CAMG a realização do rallye, percebia-se o esforço na realização da prova..assim não!

  7. Avatar

    Sendo o Rallye 1 mês após a vinda do avante dos marinhenses, é sem dúvida perigoso se houver Rallye… O risco de contágio para quem vem de fora será enorme.

  8. Avatar

    Vilas, confessa lá, que tipo de bebida te torna tão esperto, que até parece que tens inteligência?

Leave a Reply