Lamentável

CuriosoMatas15 Comentários


Lamentável é o termo que nos ocorre depois do que ontem ouvimos sobre o pinhal e aquilo que está por fazer. Um dos mais entendidos no concelho sobre a matéria deu a sua opinião sobre aquilo que tem sido feito e o que deveria ter sido e não há palavras que sirvam para justificar o que se tem visto. O Estado tem falhado em toda a linha e o executivo camarário tem sido complacente com essa inacção. Como o Octávio disse, para resolver o assunto teria que alguém se sentar no Terreiro do Paço e só sair de lá quando viesse com um plano nas mãos. Mas não é assim. Aqui mandam-se umas missivas e fica-se sentado à espera que alguém as leia e dê resposta. Não tem existido uma resposta adequada por parte da autarquia para algo que, não sendo seu, é de todos nós. Ficou-se a perceber que as acções de florestação que tiveram lugar, começando com as da iniciativa da câmara, foram apenas show-off já que não foram seguidas de acompanhamento que se impunha para que pudesse ter sucesso o que se fez. Ficou-se a perceber que o ICNF nada fez ao longo dos anos e que, mesmo agora depois do incêndio, a sua actuação foi e continua a ser inadequada. Claro que se percebe que a Cidália apenas pode fazer os mínimos porque se trata de um Governo socialista e não pode por em causa a sua militância. Se dúvidas houvesse, ficou-se a perceber que o pinhal não tem mais hipótese de ser o que já foi enquanto houver incompetentes a gerir o assunto e incapazes a dizer que estão a fazer o que podem para exigir que tudo seja feito. Resta-nos a memória daquilo que os nossos descendentes não vão já conseguir ver por culpa daqueles que nos governam, seja a nível central seja a nível local.


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

15 Comentário em “Lamentável”

  1. Avatar

    Tudo verdade.
    Também é lamentável que só agora, que está reformado, esse senhor verifique tudo isso, até aqui foi parte do problema. É também por causa de técnicos negligentes, submissos aos interesses economicistas de quem nos tem desgovernado, que chegámos a este caos.
    Até à reforma andou caladinho e até a colaborar com essas acções de “show-off”.

    7
    1
  2. Avatar

    Mas quem se surpreende com isso?
    Quem está na política para se governar a si próprio, e aos do seu partido, é assim que age.
    Não está lá para servir, nem tem de ter competência. Só militância… É o nojo, puro e execrável!
    A Marinha Grande é o exemplo mais evidente, do que é a política. A grande porca!!!

  3. Avatar

    Olhem ele devia ter dito ao MPM, que quando andaram a fazer marketing a plantar pinheiros, que não era época e que a seguir iam secar como aconteceu. A memória é lixada

    5
    2
  4. Avatar

    Acabamos de ter conhecimento deste evento, e depois de termos visto aqui parte, custa-nos a acreditar que possam haver comentários como os que acabámos de ler. Em vez de querem o bem do PINHAL DO REI, o que pretendem?

    Vamos ver até ao fim para fazermos os nossos comentários!

    1
    1
    1. Avatar

      O Constâncio, e o Valada darão tudo para um lugarzinho na praça.
      Chamamos a isso, fazer pela vidinha.
      Se são tão inteligentes e empreendedores como dizem, jamais poderiam achar que as coisas estão no rumo certo. Assim, fica claro ao que vêm.
      Veremos o que lhes prometeram.
      Uma coisa é certa: não há almoços grátis.
      Querem enganar quem!?

      7
      2
      1. Avatar

        Não me parece que o problema esteja neste tipo de novos “protagonistas”, mas na mediocridade e aparelhismo dos senhores do verdadeiro poder.
        Cidália, Araújo, Pedrosa e Curto. Estes sim são os que trouxeram ou ajudaram a trazer o barco até esta rota perdida.
        No PS, PCP, PSD ou movimentos, é importante que surjam novas alternativas, se possível longe dos cv’s vazios e cheios de cargos na função pública.
        A velha política do “cozinho para o povo”, dos amigos, vizinhos e família, está esgotada e gasta.
        Precisamos de pessoas desempoeiradas, de todas as áreas políticas. Só dessa forma se podem conquistar os consensos necessários para levar a Marinha para a frente.

  5. Avatar

    Para além de tudo o que foi dito e que se resume em, tudo ou quase tudo o que foi feito foi para esbanjar dinheiro uma vez que houve falta de acompanhamento por parte do ICNF, houve uma coisa que me chocou. O Museu da Floresta foi ratificado no parlamento à 22 anos e nunca foi feito rigorosamente nada por parte da Câmara. Foram inclusivamente trazidos caixas com documentos que estão no arquivo municipal a aguardar melhores dias. Servilismo miserável deste e dos outros executivos. Infelizmente não passamos disto.

  6. Avatar

    O que mais intrestesse os marinhenses é a dona da verdade a Cidália não ter assistido ao debate… Talvez conseguisse perceber a figura de burra que faz ao acreditar no parvo do Araújo

  7. Avatar

    Depois de ouvirmos os comentários e as propostas feitas pelo Eng. Octávio Ferreira, provavelmente a pessoa que melhor conhece as MATAS – PINHAL DO REI, o município deveria propor-lhe que liderasse um grupo de trabalho | lobbying, para dinamizar e recuperar o pinhal pertença do concelho. É preciso lembrar que nada do que ardeu é pertença do concelho.

    Se, como disse o Sr. Ministro do Ambiente e passamos a citar…temos que esperar que os pinheiros se regenerem. Logo aqui o senhor ministro demarca-se da recuperação da maior área pinhal do país e bastante importante para a economia da M. Grande e para o país. Também não deve saber,, nem os seus Secretários de Estado, que os pinheiros que crescem aleatoriamente, necessitam de um acompanhamento de desbaste e ordenamento.
    Não nos podemos esquecer que as plantas invasoras, não darão tréguas.

    Pela Marinha….!

    1. Avatar

      Continuamos a ter aulas de história, historia da FEIS e do vidro, Histórias do Pinhal, temas mais que conhecidos, mas medidas concretas para
      se fazer algo concreto, ZERO. Que tal uma boa proposta a apresentar numa reunião de vereação? Estamos fartos de comentadores, queremos medidas reais no terreno.

  8. Avatar

    Meus Caros,
    Para reflorestar o pinhal de Leiria é necessário fazer um plano de trabalho bem elaborado por quem sabe, esse plano deve incluir autonomia a partir do ICNF localizado em Viseu, a autonomia deve incluir todas as componentes de gestão: financeira, aquisição de equipamentos e recursos humanos Não é viável fazer uma gestão “telecomandada” à distancia.
    O ministério da agricultura e o ICNF estão debaixo de uma enorme pressão a nível nacional por força do desordenamento das florestas e de outros factores de pressão, lobies diversos etc. o pinhal de Leiria não faz parte das prioridades do ICNF.
    Os Marinhenses necessitam fazer algo que realmente chame a atenção de quem tem o poder, está mais do que provado que com reuniões de ministros e secretários de estado não vamos a lado nenhum.
    Que fazer então para chamar a atenção do poder central ?…
    1º Fazer uma grande manifestação com carácter APARTIDÀRIO em frente à Camara Municipal.
    2ª Ocupar pacificamente as instalações do ICNF da Mª Grande.
    3º Fazer
    boicote eleitoral nas próximas eleições
    4º Bomba atómica…corte da A8
    Estou certo que estas iniciativas são as únicas que nos poderão ajudar a reabilitar o pinhal de Leiria.

  9. Avatar

    Boa, organize isso, não fique pela escrita. E não espere pelos outros. Ficamos a aguardar. Falar é facil.

  10. Avatar

    Ainda esta manhã ouvimos o Sr. Primeiro Ministro deste pais dizer na A.R alto e bom som, que a floresta a par das energias renováveis que todos sabemos custa-nos o dobro (mas somos pioneiros pois então), era uma das prioridades deste governo!

    O que dizer a quem mente sempre tão bem?

    Organizem-se manifestações, na Marinha em Lisboa…etc, vamos a todas!

  11. Avatar

    Belo tópico. Vamos falar de populismo?!
    Este governo, dá 10 a zero ao Ventura nesse capítulo. E o povo aprova. Estupidez!!!
    Vamos pagar bem caro esta anestesia colectiva.
    País adiado…

Deixar uma resposta