Filhos e enteados

CuriosoCMMG3 Comentários


O limite do concelho não tem correspondência com o local onde estão locadas as planas de limite de malha urbana. Essa explicação foi dada há algum tempo (“há algum tempo atrás” como diria a Cidália) pelo Caetano. Quando se sai da malha urbana no sentido da Maceira não é preciso lembramo-nos do que disse o Caetano para percebermos essa distinção. O pavimento mostra bem onde termina e começa a malha urbana e o local onde foi colocada a plana. Até à placa o pavimento está razoável, a partir da placa é o caos que se vê noutros locais. As empresas que ali pagam impostos para o concelho são os enteados que a câmara trata de forma menos carinhosa, não lhes dando sequer a possibilidade de terem um acesso minimamente em condições.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 Comentário em “Filhos e enteados”

  1. Avatar

    Mas como é que pode aparecer aqui este “Post” sobre esta matéria, se o Caetano afirmou peremtoriamente na Assembleia Municipal, que a colocação das placas para o limite do concelho só tinha uma diferença de mais ou menos 10 metros? Pelo menos foi o que eu li num artigo escrito por alguém no Jornal da Marinha Grande. Alguém está a mentir. investigue-se.

  2. Avatar

    Anónimo das 08H54, veja com os seus olhos. Verdade há só uma. Veja e depois comente o que tiver por conveniente.

Deixar uma resposta