Sim, não ou talvez

CuriosoCélia, CMMG, Festas10 Comentários


Soube-se que as festas da cidade estiveram agendadas. Devido à pandemia foram, e bem, canceladas. Sabe-se que houve conversações com as colectividades e que até foram avançadas datas. Depois disso não se soube mais nada. Estamos em Junho e não há qualquer tipo de informação quanto ao que decidiram. É como se fosse um assunto que a Célia colocou na gaveta do esquecimento. Claro que não ficamos surpreendidos com o facto uma vez que tudo é sempre anunciado em cima do joelho, quase como se fosse tudo feito de propósito para que não dê grande margem para grande coisa. E quando pensamos nisso recordamos sempre o que aconteceu o ano passado. Tudo feito à pressa para que não desse margem para outro desfecho que não aquele que teve. Sem que ninguém estivesse à espera, uma empresa vinda não se sabe bem de onde ganhou o concurso para a realização das festas porque ofereceu um preço mais baixo. Como o Sardet já estava à espera de ser quem iria realizar, tanto que tinham tudo preparado para serem eles a realizá-las, houve que dificultar o trabalho a quem ganhou o concurso, aumentando os cachets dos que actuaram e colocando condições que nem os próprios intervenientes tinham pensado. E, como é óbvio, a empresa não teve como cumprir o que passou a ser exigido, exigências que se sabe tiveram uma mãozinha em que depois realizou as festas. Como consequência, em cima da hora apareceu como ‘salvador da pátria’, sem que o fosse porque tudo foi feito para que o resultado fosse aquele. Não foi por coincidência que, tendo sido chamados à última da hora, conseguissem ter tudo pronto para serem eles a ‘montar a barraca’ das festas. Tudo foi feito para que a empresa brasileira não conseguisse cumprir o contrato, até que não conseguiram! Para este ano o concurso não chegou a ter seguimento, mas não temos dúvidas quem iria ganhar, ou melhor, quem no final iria realizar as festas. Até parece que é um fato feito no alfaiate! Resta saber o que leva a que assim seja! Seja como for, qualquer que venha a ser a empresa que organize as festas (como se não soubéssemos), seria interessante que a Célia dissesse de uma vez por todos se há ou se não há, em vez de manter o talvez por muito mais tempo.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 Comentário em “Sim, não ou talvez”

  1. Avatar

    As Festas do Sardet 2020 foram canceladas. A cambra já enviou mail para as associações a informar isso mesmo. Ou seja, a comunicação da cambra da marinha está a funcionar muito bem!

  2. Avatar

    Esgravatem. Esgravatem bem que há minhoca da gorda se forem só um bocadinho mais fundo.

  3. Avatar

    Mas o PS da Marinha ainda vai arranjar maneira de pagar alguma coisa ao Sardet. Há favores políticos a pagar…Vão ver. E o costumeiro anónimo que agradece a publicidade ao PS pode continuar a agradecer pois esta publicidade, em gente de bem, cai muito mal. E o povo da Marinha é gente de bem…

    2
    2
  4. Avatar

    A Câmara devia dividir o dinheiro que iriam gastar nas festas pelas associações e clubes que iriam estar presentes nas tascas

  5. Avatar

    Mas dividir o dinheiro das festas pelas associações porquê?!
    Está tudo doido!
    Eh pá, duvidam comigo. Eu também estou em layoff e com perda de rendimentos. Porque é que não dividem com outros como eu?! Ou pior que estão piores do que eu?!
    São só populistas!!!!! Dengucho?! Basta ouvir duas ou três reuniões. A senhora fala muito bem, mas é só venda de banha de cobra!
    Estamos todos a passar um mau bocado. Ajudar nas despesas de manutenção das associações é uma coisa, agora esbanjar dinheiro público é outra completamente diferente!
    Acordem! Tenham juízo! Deixem de enganar as pessoas com demagogia e discursos populistas!!!!

    2
    1
  6. Avatar

    Anónimo das 10:09 É precisamente para ajudar as despesas das Associações para que possam continuar vivas. É ridículo o seu post ao sugerir que o dinheiro lhe devia ser dado a si. Doido é você! Outros Municípios já o fizeram e não estão doidos…

    1
    1
    1. Avatar

      Lá vem a comparação do abstracto ” Outros Municípios já o fizeram e não estão doidos…”
      Quais municípios?
      Qual sustentabilidade jurídica?
      Quem irá votar uma proposta ilegal ? A Dengucho? A Ana Monteiro?
      Isto de vir dizer para aqui para distribuir o dinheiro publico sem qualquer regra é do mais populista e de uma irresponsabilidade preocupante.
      Mais preocupante fica quando cita o nome de uma vereadora da oposição que exerce advocacia e que sabe bem que as leis são para se cumprir.

  7. Avatar

    Isto está a aquecer!

    O ministério da propaganda, meteu todos os funcionários nas redes… Vale tudo, para aguentar o tacho.

    Ai, ai… Portugal, portugal!

    Só parasitas.
    VÃO TRABALHAR!

Deixar uma resposta