Correr atrás do prejuízo

CuriosoCMMG9 Comentários


Na segunda a Cidália tentou justificar-se para a sua incapacidade para fornecer à população aquilo que é necessário. Na reunião de 6 de Abril, há um mês, a resposta dela foi a que se pode assistir. Depois de ter sido sugerido uma actuação por parte da autarquia, a presidente tentou arranjar desculpas para aquilo que hoje anda a tentar fazer a correr e a um custo mais elevado. Mas a reunião ficou também marcada pela sua afirmação de que fomos pioneiros na realização de testes. Não é preciso procurar-se muito para se ler que muitas outras autarquias começaram a fazer testes muito antes de aqui se ter pensado nisso. Lagos, Porto, Fundão, Ovar, Penacova e muitas outras começaram testes antes de nós. Cascais está já a começar a fazer testes serológicos à população! Nem nisso fomos pioneiros ou exemplo de boas práticas. A Cidália tenta correr atrás do prejuízo e nem pode dizer que não fez mais por falta de aviso ou de sugestão. O problema da presidente é sempre o mesmo: não quer dar o braço a torcer e, para ser ela a aparecer como a dona da ideia, atrasa aquilo que há muito poderia estar em curso. A Cidália, mais do que fazer a gestão da autarquia, faz a gestão dos dinheiros e, numa ânsia de não gastar, depois é forçada a gatar mais porque tudo fica mais caro, como ela própria assumiu na reunião de segunda. Agora que os casos estão a aumentar no concelho, a autarquia anda ainda a ver se consegue comprar o que deveria já ter sido distribuído!


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

9 Comentário em “Correr atrás do prejuízo”

  1. Avatar

    Nem sei o que dizer, falar de incompetência, não . Dizer que andam a governar o concelho como se estivessem em Marte, não . O que posso dizer de forma clara, é que hoje para ser presidente e vereador de uma Camara, basta de ser da mesma cor, basta dizer sim no momento certo, basta sabojar ao partido no lugar indicado, depois disto tudo temos um presidente e vereação. Claro que já começamos a ver o que o futuro nos reserva, muitos já se começaram a fazer ao lugar para as próximas eleições, mais do mesmo. Sabujice, compadrios, amizades, é o que nos reserva o futuro para os lados do paço de concelho. Nem comento a assembleia municipal, vergonhosa atuação dos eleitos, curtinhos e esticadinhos, nulidades.

  2. Avatar

    A diferença de quem tem estratégia, de quem planeia antecipadamente e sobretudo de quem tem competência, comparativamente a quem age sobre pressão de quem de fora vai dando indicações do que deve ser feito, ou mesmo do quem toma muito em conta como referencia o que se visualizando nas redes sociais, tem forçosamente que se refletir nos resultados finais.
    Bastaria olhar par ao município do lado (Leiria) e tomar como exemplo. Logo que pensaram no assunto, começaram a trabalhar nele de imediato. Para além de há já bastante tempo estarem a distribuir gratuitamente, o material necessário aos seus munícipes, ainda o fazem com custos relativamente muito baixos. Pois conseguiram criar grandes sinergias com um elevado numero empresas e empresários individuais do ramo, para de modo a que oferecendo a Camara a matéria-prima em bruto estes pudessem oferecer gratuitamente a mão-de-obra na confeção. Isto sim é um município com estratégia e ideias colocadas ao serviço do seu povo.
    Como a nossa Camara tem muito dinheiro é mais fácil comprar, o problema é se por decisão tardia não há para entrega atempadamente.
    Como eu gostaria de ter à frente da nossa Camara pessoas com competência idêntica à nossa cidade vizinha. A curiosidade é que são da mesma família política.

  3. Avatar

    Fui ouvir a gravação. A sério que esta senhora chegou a Presidente da Marinha Grande???

  4. Avatar

    Caro Anónimo da 12:02,
    Se algo de bom o 25 de Abril de 74 nos deu, foi a liberdade de qualquer cidadão deste país poder expressar por qualquer meio ao seu dispor as suas ideias, os seus pensamentos, os seus pontos de vista, sem qualquer receio de o poder fazer. Esta liberdade de expressão é tão abrangente, que até permite a qualquer parvalhão escondido no anonimato, severamente incapacitado no seu pensamento, limitar a sua argumentação à provocação pessoal.
    Sem alimentar mais polémica vou-me ficar por aqui.
    Viva o 25 de Abril. 25 de Abril sempre.

  5. Avatar

    Caro J. Gomes,
    Concordo consigo plenamente e louvo as suas palavras.
    Pena é que os anónimos ditos clandestinos Curiosos não pensem da mesma maneira. Muitas vezes esses inergúmeros, com resquícios do 24 de abril e mentes de autoritários de bairro, não percebam isso.
    Bem haja caro J.Gomes

  6. Avatar

    A câmara de Leiria esta semana publicitou a entrega das máscaras e viseiras nos jornais de Leiria. A da Marinha também publicou no da Marinha. A diferença é que a de Leiria está há vários dias a distribuir o material. A da Marinha ainda nem sequer as comprou. Mais palavras para quê?

  7. Vilas

    Será possivel que a”Tia” Cidália não saiba que há pelo menos três (3) fabricantes de viseiras na Marinha Grande?

    Caso não saiba podemos informar! Basta pedirem …

    Tenham uma noite descansada… o que não deve ser fácil!

Leave a Reply