Com papas e bolos…

CuriosoCMMG9 Comentários


A câmara abriu os cemitérios, mas achou que não devia ficar por aí. Coroa de flores e poema por causa do dia da mãe. Só faltou mesmo um bolinho e um pedido para que nas eleições não se esqueçam da presidente! Como não quiseram distribuir máscaras, aquelas que agora são obrigatórias, tentaram lavar a face com um gesto que vale pouco no seu conteúdo, mas muito quando se trata de tentar fazer esquecer o resto ou deixar a lembrança para quando for a hora do voto. Mas a lembrança das flores e do poema não é o bastante para que as ervas daninhas que não foram apanhadas possam dar a imagem que a autarquia poderia querer dar de que efectivamente houve preocupação em manter aqueles espaços cuidados. Vivemos tempos estranhos em que o poder político parece apostar no sentimento para disfarçar aquilo que fica por fazer. Mas, adaptando ao que diz o povo, ‘com papas e bolos’… se ganham votos.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

9 Comentário em “Com papas e bolos…”

  1. Avatar

    Simplesmente lamentável o que se tem passado neste concelho com uma Presidente trauliteira, um chefe de gabinete e patrão do PS MG perverso, uma vereadora tonta, o outro vereador saiu de cena, provavelmente o mais ajuizado nesta hora de todas as loucuras.
    Pobre PS, não vai restar pedra sobre pedra.

        1. Avatar

          Caro Anónimo trauliteiro, mentecapto é o colectivo Curioso, a negar as evidências!

  2. Avatar

    Será que ainda descem mais baixo? Utilizar o sentimento das pessoas, o repouso dos defuntos e a ignorância do povo, para caçarem votos!

    1. Avatar

      Anónimo,
      És um verdadeiro cromo. Um dia ainda vais ser presidente da Cromolândia!
      Continua, para nos fazeres rir

  3. Avatar

    Os mortos acabaram a quarentena e agora são vistos a deambular pela cidade.
    Tirando o Aurélio que continua morto!

Leave a Reply