As máscaras

CuriosoCMMG12 Comentários


Depois de termos recebido informação sobre a qualidade das máscaras, fomos à procura de uns exemplares do que tem sido distribuído pelo Centro de Saúde e Lares pela câmara. As máscaras que foram distribuídas são o que está na imagem. Pode-se dizer que são uns ‘trapos’ para por à frente da boca e nariz. Testámos as máscaras e elas são deveras interessantes! Sem ‘prisão’ para o nariz, a máscara não se fixa onde deve, subindo rapidamente até aos olhos. Feita do mesmo tecido das batas, às máscaras nem as linhas foram cortadas! Os profissionais de saúde a quem foram distribuídos estes ‘trapos’ devem sentir-me imensamente confortáveis quando os usam. Quando as máscaras foram distribuídas podia ler-se no site da câmara que “foram entregues (…) 1200 máscaras cirúrgicas”. A questão à qual não sabemos responder é a seguinte: aquilo são máscaras cirúrgicas? Será que, em consciência, quem manda na câmara se sente confortável com aquilo que forneceu a quem nos anda a tratar da saúde? Não deixa de ser interessante ver que a Cidália foi fotografada a andar de bicicleta com uma verdadeira máscara cirúrgica e não com uma das que forneceu aos profissionais da saúde? Que certificação terão estas máscaras?!


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 Comentário em “As máscaras”

  1. Avatar

    estas máscaras devem ter sido “fabricadas” ao serão pela Cidália e pelas suas comadres, que se reuniram para um corte e costura.

  2. Avatar

    Se esta notícia fôr verdadeira, é de extrema gravidade. Que tristeza sinto por este Município estar tão mal entregue à Cidalia, Caetano e Celia. Pouco fazem com jeito.

    1. Avatar

      Penso que se está a esquecer de alguns nomes, nomes que fazem parte do gabinete da Sra Presidente, porque para os louros, todos vestem a melhor roupa, mas para as vergonhas que são diárias na CMMG, estão de pijama e bem escondidos em casa, que por acaso nem é no concelho. Que exista bem senso, e desapareçam….

  3. Vilas

    Acham que “Tia” Cidália ia-se pôr a fazer máscaras? Nem pensem. As mascaras para serem utilizadas pela população em geral são as MÁSCARAS SOCIAIS e não necessitam de “certificação”!
    Mas é claro necessitam de uma certa qualidade.

    É por demais evidente que há muita falta de qualidade, não das máscaras mas de quem manda na câmara. A “Tia” Cidália bem se pode esforçar, e acreditamos que o faça, mas falta-lhe conhecimento e muito mais!

    Por todos os concelhos vizinhos há informação diária nas redes sociais sobre a COVID -19, não só dos números, estatísticas etc. mas também como enfrentar esta pandemia, … espectáculos etc.

    Na Marinha… é o que está à …vista!

    . .

    1. Curioso

      Caro Vilas. Estas máscaras são as descartáveis que já foram distribuídas. As sociais ainda estamos para ver como serão.

  4. Avatar

    “Acham que “Tia” Cidália ia-se pôr a fazer máscaras? Nem pensem. As mascaras para serem utilizadas pela população em geral são as MÁSCARAS SOCIAIS e não necessitam de “certificação”!
    Mas é claro necessitam de uma certa qualidade.”

    Acham que o Vilas “ia-se pôr” a falar do que não sabe? Ah ia-se, ia-se! (a câmara e o largo do macaco estão bem um para o outro)

    https://www.citeve.pt/c_mascaras_aprovadas

  5. Vilas

    Caríssimo Anónimo 05.08.2020 ÀS 20:36~

    Boa noite
    Não temos por hábito “comer e calar”, daí respondemos sempre que alguém nos visa nos comentários, quer em “blogs”, quer nas redes sociais, páginas de jornais ou directamente.
    Deste modo gostaríamos de esclarecer, em primeiro lugar que não temos absolutamente nada a ver com o “Curioso”, pessoa que nem conhecemos e pensamos nunca ter tido qualquer contacto.

    Mas uma coisa é certa .. temos pontos em comum no que toca á gestão da CMMG. Ou falta dela!

    Feito o primeiro esclarecimento, vamos ao que interessa. Ao ler a noticia do “Curioso” lemos que “são uns ‘trapos’ para por à frente da boca e nariz” . Mais, dizia ainda o mesmo texto que podia ler-se no site da câmara que “foram entregues (…) 1200 máscaras cirúrgicas”.

    Ora sendo as máscaras sociais destinadas para a população em geral usar, levou-nos a pensar que seriam as máscaras confeccionadas em casa por qualquer pessoa aliás, como vem sendo feito um pouco por todo o país (excepto na Marinha, estamos em crer)!

    Mais, o Sr. anónimo deixa o link do site do CITEVE, para dizer que as máscaras (é essa a ideia com que ficamos), para demonstrar que sim, necessitam de “Certificação”., mas não, as máscara para uso social não têm essa necessidade.
    Ligamos ainda esta noticia a uma outra que veio publicada no jornal Expresso (que deduzimos, não faça parte parte dos seus hábitos de leitura), em que foram compradas muitas luvas com proveniência da R.P. China sem qualidade e que vão ser substituídas.
    Posto isto, vemos que defende “arduamente” a “sua” dama … a “Tia” Cidália…mas não lemos qualquer palavra a desmentir os factos, ou seja, a qualidade das máscaras! Nem tão pouco falar da falta de acção durante esta pandemia.

    Cumprimentos

    PS. “Ia-se, ia-se..mas só erra quem escreve, mas obrigado pela correcção!

    https://www.largodascalhandrices.com/mascarasfalsas/

  6. Avatar

    As máscaras que já foram distribuídas aos profissionais no terreno, são as da imagem e não podem ser certificadas. São uma porcaria com P grande. Sei do que falo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address