CMMG

Só nos foi possível ouvir esta noite a agravação da reunião da passada segunda-feira(dia 27).

Chegamos à conclusão, antes, à confirmação da enormíssima falta de competência da excelentíssima Sr.ª presidente da câmara, que nesta reunião teve a ousadia de vestir uma espécie de “toga”. Talvez numa antecipação às questões que a vereadora Dr.ª Alexandra Deguncho lhe iria colocar, mas que não se saiu nada bem, ao não responder defendendo-se que não comentava casos políticos. Ficou muito mal não ter dado uma explicação uma vez que se tratava do seu “chefe de gabinete”. Mas as atitudes ficam com quem as toma!

É da maior “falta de respeito” perante a vereação, fazer uma viagem ao estrangeiro e representação do município (no caso a Cabo Verde), sem ter informado a vereação da mesma.

Mas tal não é de estranhar uma vez que quando o Vice-presidente daquele país visitou a cidade (e não foi há mais de um ano mais de um ano, como frisou, mas sim há seis meses 19.7.2019), não convidou os vereadores para participarem nesse encontro, que diga-se era seu dever.

Agora volta a não informar, nem tão pouco um relatório da sua viagem que diga-se, deveria ter apresentado, tal como os protocolos que terá assinado, mas dos quais pouco sabe, pois foi nítida a dificuldade em explicar os seus conteúdos. Uma vez que se trata de um período de tempo muito alargado, três anos, disse a “medo”… vai ser preciso alojar, alimentar, transportar. Não se entende porque motivo os vereadores da oposição não exigem saber mais. O vereador Aurélio ainda teve a “ousadia” de questionar sobre a possibilidade da Albergaria Nobre adquirida para ser transformada em alojamento para estudantes ser utilizada. Obteve como resposta o habitual, está dependente de um protocolo que iremos fazer com o IPL. Questionada pela vereadora Ana Monteiro, sempre assertiva diga-se, sobre o conteúdo dos mesmo, blá blá blá, porque torna e porque deixa, falou, falou e nada disse. Tivemos que ouvir quatro ou cinco vezes e não conseguimos perceber. Qual a ligação da OPEN voltou a questionar,  para justificar disse que era as duas coisas… “dar e receber”! Pois…mas o quê? Formar formadores… CNC… ajudar Cabo Verde? Disse ainda que é bom termos gente formada nessa área! Mas vêm para ficar cá?  Pedíamos que ouvissem (clicar aqui), para ver se entendem. Ficamos a perceber pelo menos foi a percepção com que ficámos, que foi a única presidente que se deslocou uma vez que os municípios do Fundão, Lagos e Penela já tinham ido anteriormente.

Ficou por explicar quanto custou a viagem! Quanto aos escorregas só dizer que uma câmara que não consegue dar resposta a isto… não consegue nada!

É triste dizer que a MARINHA é cada MENOS Grande!


Seguir
( 5 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

19 comentários

  1. Estavas “tão bem” calada Cidália, não dás duas prá caixa, és mesmo incompetente.
    Em cada reunião revelas mais aquilo que és e que a quantos enganaste, INCOMPETENTE

  2. Fiquei estupefacto quando ontem à noite ouvi a tentativa de explicação daquilo que foi no meu ponto de vista, uma viagem de lazer às expensas do contribuinte. Qualquer simples funcionário/a de uma simples empresa que se prese em fazer uma viagem de trabalho seja interna ou ao estrangeiro, a condição mínima que se exige a esse funcionário/a é um relatório descrito pormenorizando os aspetos mais relevantes da mesma. é assim que se faz no sector privado e deveria da mesma forma ser utilizado no sector publico. Só por pura incompetência, incapacidade, falta de conhecimento, eu entendo que o mesmo não foi feito. Saia para fora Sr.ª Presidente, você é mesmo muito fraquinha. Quanto ao anónimo das 8:25, respondo-lhe que pelo que se me dá a verificar, se calhar não seria preciso sair da vereação existente, para encontrar o/a tal competente.

  3. Uma triste figura a da Sra Presidente. Não soube dar uma explicação sobre o que foi fazer a Cabo Verde. Não percebeu patavina do que la foi fazer.

  4. Após termos escrito o “post” e depois termos visto e ouvido o vídeo da reunião,varias vezes e pelo facto de não termos conseguido percebido patavina (não sabemos se alguém já percebeu), ficamos anda mais intrigados após termos lido o que escreveu um Anónimo (14h21), que ligava o Engº Menezes a esta viagem. Procuramos na página da WEB do governo daquele país, alguma noticia sobre a visita,supostamente oficial. Não descobrimos nada!
    Viramos o site de “pernas para o ar”, assim como outros sites do mesmo país e o que encontramos foi surpreendente….

    Cabo Verde vai exportar vidro para Portugal
    ” rel=”nofollow ugc”>

    https://noticias.sapo.cv/economia/artigos/sao-vicente-cabo-verde-vai-exportar-vidro-para-portugal-com-ajuda-de-ti-nene-vice-primeiro-ministro

    Seria útil para ficarmos esclarecidos e tranquilos que os vereadores nomeadamente o Eng. Aurélio e a Dr. Alexandra Denguncho revelassem o teor dos protocolos assinados em terras de Cabo Verde.e que solicitaram à Sr.ª Presidente na ultima reunião.
    Posto isto gostaríamos de ouvir uma explicação da Sr.ª Presidente ou do seu chefe de gabinete sobre o assunto. Será pedir muito?

  5. Uma delegação da Marinha Grande, Portugal, esteve reunida, hoje de manhã, com os dirigentes do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI) para inteirar-se do seu funcionamento, bem como, conhecer as suas instalações.

    Durante a reunião estiveram em pauta, questões relacionadas com a formação profissional, investigação e empregabilidade.

    Os participantes do encontro aproveitaram o momento para trocar experiências a nível da formação dos jovens nos dois países, mas também analisar as parcerias existentes entre instituições portuguesas e o CERMI relativamente a esta área.

    A comitiva composta pela presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira, o empresário no sector de moldes, Joaquim Menezes, o professor do Instituto Politécnico de Leiria, Nuno Martinho esteve acompanhada pelo Presidente do Conselho de Administração da Pró-Empresa, Pedro Barros.

    Os visitantes foram recebidos pelos membros do Conselho de Administração do CERMI e os Coordenadores das diferentes unidades do Centro.

    Após a reunião tiveram uma visita guiada às instalações do centro, nomeadamente, oficinas, parque solar, salas de aulas, auditório, biblioteca e cantina.

  6. IEFP recebe delegação da Marinha Grande para promover ingressão de jovens cabo-verdianos na formação profissional em Portugal
    15/01/2020
    12:01 pm
    Cidade da Praia, 15 Jan (Inforpress) – O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) recebeu esta semana uma delegação da Marinha Grande, cujo propósito foi promover a ingressão de jovens cabo-verdianos na formação profissional em Portugal.

    De acordo com informações avançadas pelo IEFP, a comitiva era composta pela presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira, o empresário no sector de moldes Joaquim Menezes e o professor do Instituto Politécnico de Leiria Nuno Martinho.

    Este encontro aconteceu no âmbito do protocolo rubricado entre o Governo e várias instituições portuguesas promotoras de formação profissional nas áreas da metalomecânica e ‘computer numeric control’, visando colocar jovens cabo-verdianos em formação, numa resposta sustentada aos desafios colocados em matéria de escassez de mão-de-obra qualificada nas referidas áreas.

    O IEFP já assinou também um protocolo com Associazione Emiliano Romagnola Centri Autonomi Formazione Profissionale (AECA), com os mesmos objectivos, ou seja, permitir jovens cabo-verdianos realizarem estágios naquele país.

    O acordo rubricado entre o presidente do IEFP, Paulo Santos, e o director-geral da AECA, Andrea Biondi, pretende criar um modelo de formação em especialidades, que tenha como complementaridade a realização de estágios curriculares em Itália aos jovens cabo-verdianos.

    • Caro François-Marie Arouet, mais conhecido por Voltaire

      Já encontramos o texto que nos facultou. Obrigado.

      Mas o texto diz que:
      “Este encontro aconteceu no âmbito do protocolo rubricado entre o Governo e várias instituições portuguesas promotoras de formação profissional nas áreas da metalomecânica e ‘computer numeric control’, visando colocar jovens cabo-verdianos em formação”.

      Gostaríamos era de ter acesso aos “protocolos” e de saber, porque não percebemos, onde é que a Célia vai alojar esses jovens.
      Cumprimentos

      • Caro Vilas
        Obrigado por me tratar pelo meu nome próprio pois muitos nem sabem a minha origem e a minha importância na evolução da crítica política.
        Pergunto eu quando é que a autarquia da CDU ou outro executivo do PS teve necessidade de justificar e de publicar os protocolos assinados para justificar representações da autarquia fora de Portugal.
        E olhe que viagens mais dispendiosas que estas foram feitas ao longo dos anos.
        Depois desde quando a Marinha Grande é conhecida por ter discursos xenófobos e racistas a fazer lembrar os discursos populistas do André Ventura e do seu CHEGA para cá a mama que eu também quero mamar.
        Sabe quantos cabo verdianos já estudam na EPAMG?
        E alguma vez lhe fez confusão a sua estadia?
        Camões já falava nos velhos do Restelo que criticavam a saída das naus na época dos Descobrimentos à procura de novas terras de onde trouxemos especiarias, novas técnicas e mais conhecimento.
        Procurar novos desafios num espírito de cooperação com povos em grande dificuldade de desenvolvimento deve ser realçado como positivo e consensual e nunca como um assunto contabilísticos desprezando completamente o seu conteúdo.
        Mas da gente da Marinha Grande o que se espera ?
        Quando nos gabávamo dos cortes de linha férrea, de arremesso de cocktail molotov, de agressões a candidatos presidenciais nada me estranha que qualquer coisa que possa ser tema para nos entreter das frustrações pessoais ainda fica longe destes bons exemplos que referi.
        Cumprimentos.

  7. É por estas, e tantas outras que os portugueses devem deixar de pagar impostos.
    O nosso dinheiro só serve para alimentar estes parasitas!!!
    … Enquanto fazem a festa, morremos nos hospitais, com falta de tudo. Até quando!?
    VERGONHA DESTES PORTUGUESES, DE MERDA!
    LADRÕES!

  8. Então a Srª President(a) não sabe quando foi a visita à Marinha Granda comitiva de Cabo Verde!!! Sr Álvaro Letra, tem razão, foi neste verão (2019) e não quando a Srª President(a) diz, nem isso a Srª sabe. O portal dos dentinhos da CMMG diz o seguinte:

    “A Marinha Grande é a cidade anfitriã de uma missão empresarial de Cabo Verde, que se realiza nos dias 19 e 20 de julho, que tem como objetivo conhecer o tecido empresarial e de formação profissional do concelho.

    A comitiva de Cabo Verde é liderada pelo vice-Primeiro-Ministro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, que vem acompanhado do diretor do Instituto de Emprego e Formação Profissional de Cabo Verde, Paulo Santos, entre outros representantes de entidades ligadas à área empresarial.
    O programa da visita é o seguinte:

    19 de julho de 2019 . sexta-feira

    11h00 . Sessão de boas vindas na Câmara Municipal da Marinha Grande
    11h45 . Visita ao Cenfim – Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica e encontro com parceria portuguesa para a formação profissional em metalomecânica e CNC (Computer Numeric Control)

    15h00 . Visita à Incubadora de Empresas OPEN
    16h00 . Visita ao Centimfe – Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos
    17h15 . Visita ao CDRSP – Centro de Desenvolvimento Rápido e Sustentado de Produto (Unidade de Investigação Científica) do Politécnico de Leiria
    21h30 . Espetáculo Musical na Casa da Cultura Teatro Stephens

    20 de julho de 2019 . sábado

    09h00 . Visita a uma fábrica de vidros
    10h00 . Visita ao Museu do Vidro
    11h00 . Visita ao Núcleo de Arte Contemporânea e Exposição “Esculpir o Aço”
    12h30 . Visita de caráter turístico à Praia da Vieira e São Pedro de Moel.” Portal da Marinha Grande, 2019

    Parabén Sr Vereador Álvaro, o Sr sim, está atento. Srª President(a) aconselho a tomar Memofante

    Indicações Terapêuticas:
    Combate oxidações indesejáveis
    Melhora função psicológica
    Ajuda na redução de cansaço e fadiga
    Aumenta a sua energia Fomenta normal função cognitiva
    Controla sistema nervoso
    Contribui normal metabolismo produtor de energia

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário