PCP

Hoje foi tornado público que há um candidato à concelhia do PS. Há uns meses foi tornado público que no PSD também tinha havido eleições e tinha havido um vencedor. É a vida dos partidos em funcionamento. Mas esta eleição levou a fazer lembrar que há um partido, que ambiciona o poder, em relação ao qual nunca nada se sabe. Quando foi a última vez que houve uma eleição para a presidência da concelhia do PCP? Quando foi que houve listas ou anúncio de candidatos à presidência da concelhia? Não temos memória de alguma vez isso ter sido anunciado ou mesmo de ter acontecido. Ainda que os partidos tenham poucos militantes votantes, é salutar que haja eleições e que sejam conhecidos os candidatos à liderança das estruturas locais, ainda que se goste ou não de quem concorre. É um sinal de transparência e liberdade. Não deixa de ser estranho que o partido que poderá ter mais possibilidades de voltar a ser poder aqui no concelho se mantenha com os aspectos mais fundamentais da sua vida num completo segredo. Afinal, quem escolheu quem decide aquilo que são as linhas orientadoras do partido, seja na câmara, seja nas diferentes juntas de freguesia?


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. O pcp na marinha tem o destino traçado: deixou de ser opção no poder. Ao que sei, nunca houve eleições para presidente, lá nem há nada disso. Aquilo é mais ou menos por nomeação de Lisboa ou de quem eles cá metem para controlar. A ideia é ter malta para trabalhar para as coisas do partido, estão-se a cagar para a «cambra», desde que ganhem a junta para lá empregarem os fieis… ao estilo de seita religiosa, tá-se bem.

  2. quando todos os outros partidos nasceram,já o partido comunista portugues tinha sofrido a perseguiçao,tortura e a morte em prol da democracia.Por isso,não recebemos liçoes de ninguem sobre este assunto,nem tão pouco,admitimos liçoes sobre a vida interna do partido!!!

    • Sr Anónimo das 21:14, para escrever o que escreve, mais valia estar a ver a novela, quem sabe se com a Nazaré não ganhava mais, do que escrever babuseiras. Democracia, é isso mesmo, escolhas, eleições, caso contrário para que serviu os militares fazerem a revolução do povo? Claro está que vocês, pouco são dados a liberdades de pensamento e de ações, atuam sempre debaixo da foice. Ainda bem que começa a existir no vosso partido outros pensamentos, pena não lhes ser permitido a voz. Na Marinha Grande sempre foram os mesmos no edificio perto da igreja, e por serem sempre os mesmos é que nunca serão alternativa para o concelho, e ainda bem. No entanto, fico grato pelo trabalho da Alexandra e do Álvaro, são os únicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário