CMMG

O ano terminou com um assunto pendente, os patrocínios que a oposição chumbou. A Cidália marcou reunião para o dia 13, mas desmarcou-a para que tenha apenas lugar dia 20 e o assunto vem de novo para ser discutido. Desta vez a Cidália decidiu passar um atestado de incompetência à chefe da divisão jurídica e contratou um parecer a um militante do PS de Loures. Desta vez o parecer é dado no sentido de poder ser atribuído o patrocínio e deixa claro que aquilo que a Cidália queria ver aprovado, nos termos em que foi levado a votação, não o podia ser. Não deixa de ser espantoso que, havendo tanto jurista na câmara e avençados em Leiria, tenham necessidade de recorrer a mais um jurista, a quem por certo terão que pagar, para lavar a face das asneiras que tinham feito. À chefe da divisão jurídica foi passado um atestado de incompetência e incapacidade para dar conta do recado, sendo que não parece ser algo que incomode muito desde que o salário continue a pingar. Fica sem se perceber o que faz tanta gente naquela divisão que não conseguem dar resposta ao que lhes é pedido! Os patrocínios podem vir a ter luz branca, mas fica claro que há quem esteja na câmara sem que mereça o cargo que ocupa e o salário que recebe. Claro que sendo um cargo atribuído por mérito do cartão, não espanta que ninguém encomende uns patins.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

7 comentários

  1. Curioso, peço que recorra a todas as suas fontes e arranje os pareceres, os de 2019 e os de 2020 para nos dar conta do conteúdo. Será que consegue? Estou curioso para saber o que dizem e tirar as minhas próprias conclusões.

  2. Resta saber se o dito jurista de Loures vai receber todos os elementos necessários para fazer o parecer e qual a pergunta que lhe vai ser feita. Se com ou sem enquadramento.
    Do que percebi da última reunião, não basta olhar para as leis gerais e fazer o parecer. Tem de olhar para o regulamento da câmara dos subsídios e os critérios para o desporto federado.
    Vamos ver o que é que saí dali.

    Mas o mais caricato é que, se fizeram uma prestação de serviços para divulgação do município no âmbito do rally (vi no post abaixo) porque não fazeram o mesmo no âmbito destas equipas que participam nestes campeonatos de maior visibilidade? Porque perdem tempo a levar a reunião coisas tão duvidosas? Porque perdem ainda mais tempo e dinheiro (imagino que o parecer não seja de borla)?

  3. Como é que complicam algo tão simples?! Dasse… gente complicada!!!

    É a incompetência do executivo a lutar com a incompetência e ignorância, mas que se acham muito espertos, dos serviços internos.

    Cambada de pesos mortos… vão trabalhar.

  4. 13 é segunda-feira e 20 a segunda-feira seguinte. Como as reuniões normais são de 15 em 15 dias e pelo meio são marcadas as extraordinárias parece-me que ou foi marcado o assunto para uma reunião extraordinára e passou para uma normal para a gente todos vermos a reunião pela internet ou passou de uma normal para uma extraordinária para a gente não vermos a reunião. E a vocês o que é que parece?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário