CMMG

Estivemos a dar uma vista de olhos a um dos apoios que já foi aprovado por todos os eleitos em relação a uma actividade desportiva de uma das colectividades. Quando se sabe que a câmara exige papeis e mais papeis para conceder certos apoios, é estranho quando se olha para um orçamento e ele não discrimina absolutamente nada. Já antes escrevemos sobre esse assunto, mas pensámos que os eleitos tivessem decidido atribuir os quinze mil euros com mais do que aquilo que tínhamos tido acesso. Quando agora se lê aquilo que foi aprovado e os documentos que serviram de base à decisão, fica-se sem perceber com que argumentos deliberaram atribuir um apoio quando o orçamento é o que se vê. Critica-se a discricionaridade, e bem, mas todos deixam passar um apoio assente em nada. Gostávamos de perceber o que levou os eleitos deixarem passar este orçamento! Será que mais algum eleito tem moral para rejeitar qualquer pedido que seja feito, ainda que seja com o argumento da falta de documentos ou qualquer outra desculpa esfarrapada? Como vão conseguir não aprovar a totalidade dos pedidos que forem feitos, e irão ser votados segunda, quando deixaram passar um apoio com base num orçamento assim?


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Como é que um processo chega assim à reunião, e como é que não é retirado para correção? Porque ninguém deve olhar para os processos para verificar se estão em condições de ir para a reunião e se estão “marinbando” para o que está ou não está, o dinheiro não é deles e ninguém está preocupado com questões prosaicas como, para que é o dinheiro? Onde e em que é que vai ser gasto?
    É tudo uma festa!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário