Inverdades

Categoria Mercado, PS by Curioso10 Comentários


Pouco depois da reunião de câmara terminar, o PS local escreveu que “A maioria oposicionista rejeitou a possibilidade de a Câmara comprar à Direcção Geral de Tesouro e Finanças 11.960 m2 de terreno por 57.575 euros para fazer o novo Mercado Municipal, onde está instalado desde 2005 (por opção da CDU), localização desde sempre defendida pela CDU e pelo MPM. Ao invés defende agora a construção do mesmo nas proximidades… sem dizer concretamente onde. A imagem mostra um terreno cujo valor de mercado está avaliado em 95 eur/m2. Ou seja, pelos mesmos 11.960 m2 a Câmara teria de pagar a módica quantia de 1.136.200 euros!…”. Há, neste texto, algo que merece comentar. Desde logo, como é que o PS local tem acesso a informação que terá sido apenas distribuída aos eleitos? A informação sobre o valor do que a câmara poderia ter que pagar é algo que consta na informação que está nas avaliações que tem o carimbo de “confidencial”. Como é que esta informação, passados minutos, está na posse do PS? Mas há uma outra questão que leva a que estejamos a falar do que agora está na moda. Não é verdade o que o PS escreveu. Basta ouvir-se o que aconteceu na reunião de câmara. Desde o Caetano aos vereadores da oposição (e não falamos da Célia porque já se percebeu que ela não tem opinião, sendo apenas uma figura para fazer numero), incluindo a Cidália, todos se pronunciaram quanto à localização do mercado. Nenhum vereador afirmou que se deveria rejeitar a possibilidade da alteração do uso do terreno, antes pelo contrário. O que foi afirmado por todos (com excepção da Cidália e, claro, da Célia) foi que se deveria discutir a localização antes de se pagar o que poderá não ter que ser pago. Claro que se entende o problema do PS, problema que se viu ser o maior que a Cidália estava a enfrentar: ter que dar explicações ao seu partido e ao Governo. A presidente e o partido preparavam-se para hoje poder dizer que tinham conseguido uma vitória, conseguindo convencer o Governo a aceitar vender a alteração do fim dado ao local onde está o mercado para outro fim. Não correu bem porque se percebeu que estava a contar com o ovo no dito da galinha. Mas nada disso justifica que o PS venha, com inverdades, tentar convencer os munícipes.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    Constancio, estás bem?
    É o 3º artigo sobre o mercado e não dizes nada?
    Andas doente, rapaz? Se for esse o caso, deixo aqui os meus votos de rápidas melhoras.

    1. Avatar

      Engasgou-se com o Dr. Araujo.. já são tantas que não aguentou o barco!

  2. Avatar

    A verdade é que o mercado vai ficar lá, mas o mpm, adora bloquear e empatar. A população está atenta.

    1
    3
  3. Avatar

    Cidália, olha-te ao espelho e pergunta: onde quero EU o mercado? Não esperes tu respostas da oposição apenas para fugires à TUA responsabilidade de seres a PRESIDENTE que elegemos para o nosso concelho!

  4. Avatar

    Sr Anônimo das 22:02, que fraco comentário. O seu PS anda perdido, mas principalmente é fraco na postura, incompetente no exercício, mas principalmente, muito reduzido nós recursos humanos. Urge a mudança, e ela vai acontecer. Não às Cidália, Não aos Araújos, Não aos Testas.

    3
    2
  5. Avatar

    Incrível este PS do Araújo. Mentiroso do caraças. Assisti à reunião e é MENTIRA o que o PS diz. Como é possível meu Deus?

    1. Avatar

      O PS da Marinha Grande está moribundo
      O Araujo, Cidália, Curto e Pedrosa estão a destruir o PS da Marinha Grande, não vão deixar pedra sobre pedra.
      O escrito na página do Facebook do PS é um atentado á inteligência de qualquer marinhense é uma manipulação vergonhosa da realidade, o que vimos na reunião de câmara é a divisão dentro do Executivo permanente, o Caetano a manifestar uma opinião contrária á proposta da Cidália e esta a manifestar total ignorância sobre o que estava em discussão.

  6. Avatar

    Até a boca da Cidália ficar seca e deixar de beijar todos os transeuntes como se fossem seus filhos..

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address