CMMGFAG

A FAG tem sido e continua a ser o evento que dá vida ao PME. Deveria ser mais do que actualmente é e deveria ser uma iniciativa que a câmara apoiasse de uma forma mais directa. Tem-se limitado a ceder o espaço e a dar um apoio financeiro. O problema é que o apoio que tem sido dado fica sempre aquém daquilo que a organização pede e necessita. Este ano preparam-se para seguir o mesmo caminho. A organização necessita de 40.000 euros para poder fazer face às despesas que tem, mas a Célia quer dar apenas 25.000. Será mais um daqueles critérios que têm a ver com o que tem sido feito nos outros anos, sem que olhem para o interesse que o evento tem para o concelho e sem que consigam sair do discurso de que é assim porque acham que deve ser. Não deixa de ser triste perceber-se que a autarquia continua a não conseguir ver que há apoios que devem ser pensados antes de serem atribuídos de modo a ajudar as associações e o concelho. À associação deixamos uma sugestão para o próximo ano: incluam no evento um dia dedicado a um rallye e convidem um certo piloto local e verão que recebem tudo o que pedirem.


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

18 comentários

  1. Vergonhoso! Aqui se vê a falta de coerência e critério, que eles dizem que têm, mas que é visível por este caso e outros, que não.
    Este executivo não sabe reconhecer e valorizar o que tem interesse e potencial para ser um evento de charneira e transformador. Diz que estão preocupados com o turismo, mas são incapazes de contribuir significativamente para o desenvolvimento do tipo de evento que pode fazer a diferença. O rallye durou 2 dias. Este evento dura 8 ou 10, num país onde as feiras, a par com os festivais, são os eventos que mais mobilizam turistas. Por aqui se vê que a câmara não consegue ter este tipo de visão e ir mais longe.
    A vereadora na última reunião de câmara disse que o regulamento ficou praticamente 3 meses na secretária dos técnicos para que dissessem que não tinham mais nada a apontar. Passou dessa secretária para a dela. Vamos ver para quando o novo regulamento que ponha fim a esta governação despótica e parcial.

  2. Vergonhoso. Se a FAG fosse organizada por gente do ps teriam todos os apoios possíveis e imaginários. E depois, é ver o xico soares a defender com unhas e dentes aquela gentinha que está na Câmara! Abra os olhos homem. O ps marinha está entregue à bicharada.

  3. Não posso concordar com este post…. Nem com os comentários…. Sabem quanto é que as pessoas têm que pagar para lá terem o seu negócio representado? Não estão lá de graça… Isso aliado às entradas (que não são gratuitas) á cedência dos pavilhões (gratuitos, luz água) e 25 mil euros… Não me parece nada mal!

    • E você sabe quanto se paga!? Então diga-nos aqui, que nós não sabemos! Seria interessangte saber o valor de cada Stand 3×3 diga lá ande!

      • Caro Anónimo. Se é que isto pode ajudar para a discussão, esta foi a relação de despesas e receita que a colectividade apresentou onde expressa o que necessita.

      • Curioso, o que eu não posso deixar de questionar é como é que se diz a uma organização, a meia dúzia de dias do início de um evento para o qual pedem 40.000€, que só vão ter 25.000€? Não deviam ter já dito há meses atrás? Isto é de uma instabilidade e incerteza brutal!!!!!! Como é que se prepara um evento com um orçamento desta envergadura se cerca de 35% da receita é incerta e desconhecida até meia dúzia de dias do início do mesmo????? Isto é uma loucura! Desculpe lá, mas essa organização é corajosa! Eu é que não me metia a fazer o que fosse numa coisa assim. Isto é altruísmo verdadeiro!

      • Caro Anónimo. Essa é uma questão à qual apenas os eleitos podem dar resposta. Note que o assunto e a proposta de atribuição de apoio apenas vai a reunião na próxima-segunda feira pelo que ainda nada foi sequer aprovado ou comunicado.

  4. Se na FAG fizerem também uma recriação histórica a pensar nas autárquicas, aposto que a Cidália dará mais cem mil mocas para o regresso do seu Guilherme, o primo inglês!

  5. Trata-se de uma feira que parou no tempo. O único atrativo são os espetáculos de artistas pagos com belos cachets. Mal empregado o dinheiro dado pela Camara…

    • Parou no tempo? Mas é só a fag que parou no tempo! As outras que se fazem noutras regiões do país não! Pois não?
      Era o que eu pensava! … O pessoal da Marinha é assim!
      O melhor é sempre o que outros fazem! Tem razão!
      A nossa terra no seu melhor!

  6. A Câmara está a servir-se do voluntariado dos dirigentes associastivos para fazer eventos de baixo preço, quem diz que 25.000,00 € não lhe parece nada mal, não tem seqjer a minima noção dos custos do ecento!? Mas também não estar interessado pois não? É claro! Interessa-lhe apenas falar por falar não é!?
    Fazer um evento de 10 dias com a fama de que são a organizar é muito bom!
    Nem isso sabem reconhecer! Enfim!
    Assim vai a Marinha!

  7. Não vou dizer a que a feira é a melhor do mundo. Não é. Apesar do esforço de quem a tem mantido viva (e bem!) tem perdido a sua relevância. Mas tem potencial para se tornar numa grande feira nacional, assim a câmara resolva fazer o seu papel e não deixar morrer um evento que pode vir a tornar-se num dos eventos de referência da região e do país. É só querer, e saber.
    Todos os dias ligamos a TV e vimos no Portugal em Direto feiras cheias de gente, que são imagem de marca de algumas cidades e regiões,onde nós nos deslocarmos para ver, comprar e participar. Porque é que a nossa feira não há de vir a ser uma dessas? Mas para isso é necessário investimento. Quem é que acha que uma feira destas se faz com 25.000,00 euros?! Onde é que acham que se vai buscar o resto? Claro que se paga para estar, e vender! Claro que se paga para entrar, e usufruir! Para não se pagar é preciso que o dinheiro venha de outro lado, certo?!

    • Caro Anónimo. Refere as TV’s e lembrámos daquilo que acontece noutros concelhos em que, em eventos semelhantes, as autarquias diligenciam para que haja programas da manhã ou da tarde a serem realizados nesses locais como forma de promoção. A falta de iniciativa desta autarquia faz com que se limitem a passar o cheque.

  8. Só dão 25.000€ mas aproveitam-se bem para se promoverem. Quem vir a publicidade que é feita nos ecrãs da cidade há de pensar que é a câmara que está a promover os concertos, tal é o tamanho e o destaque com que aparecem os tais corações invertidos que agora substituíram o brasão da câmara. Não há vergonha. Vale tudo. Até “roubar” o trabalho alheio. Nem o.logo da associação que organiza e faz o trabalho todo aparece.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário