O espelho

CuriosoCaetano, Cidália, CMMG, Nelson, PS12 Comentários


Se normalmente, quando a presidente se olhava ao espelho apenas se via a si, a partir de ontem passou a ver algo mais. Passou a ver um reflexo não de si própria, mas o de uma passagem de incapacidade que lhe foi passada pelo próprio partido. Depois da votação de ontem, ao contrário do que é normal, o PS local não veio em socorro da Cidália, pelo contrário. Num texto não muito longo, o líder do partido afirmou que “Deveríamos ter lutado mais e feito mais para levar a bom porto este projecto. Era uma responsabilidade nossa e, nessa medida, não cumprimos com o nosso compromisso eleitoral; em particular para com aqueles que votaram no PS e que merecem o mesmo respeito que todos os outros que fizeram outra opção”. Esta simples afirmação foi o cartão quase vermelho que o partido passou ao executivo permanente e aos seus eleitos, assumindo que não fizeram o que deveriam ter feito. Também o PS entende que neste assunto quem tem a pasta do mesmo não foi competente e, por isso, o chumbo de que apenas elas são responsáveis. A defesa que é feita no texto de que estávamos perante um interface e “não um mero terminal rodoviário” é mais um sinal da discordância com o que o Caetano ontem deixou que passasse a ser aquilo que estava a votos, um mero terminal rodoviário. É provavelmente a primeira vez que, durante este mandato, assistimos ao partido não defender publicamente os seus eleitos. Mas o texto aproveita para deixar também um recado aos seus eleitos. Refere o texto que agora a maioria quer empurrar os transportes para a periferia «como “ontem” o mercado municipal» num claro recado para o interior do executivo, sabendo-se, como se sabe, que o líder do partido defende a construção do mercado no centro, algo que os eleitos não parecem querer (ainda ontem a Cidália, a propósito da FEIS, nem uma palavra sobre a possibilidade do mercado ali ser colocado deu). É assim notório o mau-estar no partido e ficou no ar um cheirinho ao que poderá ser a discordância com o que tem sido a actuação do Caetano, cada vez mais empenhado em sobrepor-se a quem ainda manda no partido.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 Comentário em “O espelho”

  1. Avatar

    Confirma-se então a proibição da Cidália, Caetano e Célia de aparecerem, aqui no concelho, na campanha eleitoral do PS para as legislativas, para não o prejudicarem nos resultados do próximo domingo 6 de Outubro.
    Mas será que ainda vão a tempo?
    Penso que não, o mal que têm feito ao concelho é tanto e tão presente na mente dos marinhenses que na hora de pôr a cruzinha no boletim, recordar-se-ão e penalizarão estes incompetentes do PS, que bem merecem um cartão vermelho para ver se arrepiam caminho.

  2. Avatar

    Mas porque é que o mercado tem de ser no centro e não na periferia, assim como o terminal rodoviário, à que tirar o trânsito do centro da Marinha, as pessoas quando querem comprar deslocam-se a qualquer lado, haja é estacionamento e para os que não têm os seus próprios meios concerteza que haverá transportes públicos, só é pena que na Moita os transportes não sejam de hora/hora, porque dá forma como estão perde-se muito tempo para ir às compras à Marinha.

    1. Avatar

      Os transportes fora do centro????? Percebem tanto de mobilidade como eu de lagares de azeite…. Construam nos baldios da antiga feira….. Tenho dito

    1. Avatar

      Sr Anónimo (11:33), a sua curta frase diz tudo, o chefe de gabinete a mostrar o que quer, todos sabemos e vamos ter dois anos para mostrar que ele não serve, só quer tacho, nada fez, nada faz e nada fará. Consegue e bem, promover a instabilidade e gerar um enorme mal estar, com quem não é do seu agravo e da sua opinião. Ainda me lembro nas últimas eleições para as câmara no mercado a dizer para a Cidália, “- venha, venha, tem de aparecer”. Porque aí ele tem razão, não é preciso fazer, basta aparecer.

      1. Avatar

        e ela aparece muito a fazer uma triste figura
        enquanto ele vai intrigando, minando e dividir para reinar

  3. Avatar

    Mãos à obra: terminal rodoviário , junto à ferrovia (Casal de Malta); piscinas na zona desportiva; mercado, testar o que está feito, para não darem o braço a torcer construir no espaço entre o Pingo Doce e o Registo Civil; Angolana, rrstauracao e espaços de lazer; espaço atrás da Mobil, estacionamento e arranjo paisagístico; Mortense e afins, cultura, história lazer,,,; FAG, dinamização cultural; depois temos as variantes e o prolongamento da ZI do Casal da Lebre (inadiável);…! Trabalho não falta!

    1. Avatar

      Franklin e os projectos? O PS, em 20 anos, não apresentou UM ÚNICO projecto desses que fala. A culpa não é da oposição…

  4. Avatar

    Caro anónimo, primeiro a vontade politica, depois consensos possíveis com toda a oposição, francos, de boa fé e despegados de eventuais interesses partidários, corporativos, pessoais ou outros, seguem os projectos e por aí adiante… é difícil? “O fácil já está feito, o difícil faz-se e o impossível b vai fazer-se…!” Franklin Ventura

  5. Avatar

    As relações entre os membros do Executivo permanente e o Chefe de Gabinete da Presidente e também Presidente da C. Política do PS estão ao rubro ao ponto do Vice-Presidente da Câmara ter exigido á Presidente que não mais participará nas reuniões de coordenação do executivo onde esteja o seu chefe de gabinete Nelson Araujo.
    A ser verdade esta informação, vinda do interior da Câmara, não se augura muito tempo de vida a este Executivo.
    Por outro lado as relações entre o Executivo Permanente e o Partido que o suporta estão completamente degradadas ao ponto do Vice-Presidente da Câmara ter cortado relações com o Presidente da Comissão Política do Partido que o suporta e nem sequer participar em reuniões onde este esteja presente.

    1. Avatar

      Como é possível?
      A Cidália não tem mão no Executivo permanente como é que quer governar o concelho?
      O Nelson não tem mão nos eleitos do PS como é que pode querer o apoio do Partido ao Executivo permanente?
      Citando um velho militante socialista “organizem-se” , vive-se no PS da Marinha Grande e na sua equipa que governa a Câmara uma paz podre, um barril de pólvora prestes a rebentar a qualquer momento.
      “ORGANIZEM-SE”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address