O custo

CuriosoCMMG20 Comentários


Na próxima reunião de câmara vai ser decidido a aprovação do anteprojecto para o interface de transportes que querem construir no estacionamento atrás na antiga Mobil. Milhão e meio de euros de custo estimado para que dali seja retirado o estacionamento de muitas dezenas de carros. Todos os dias ali estão dezenas de carros estacionados, carros que não têm outro local onde serem colocados. Há uns meses a Cidália disse que passou ali de noite e estava apenas uma meia dúzia de carros e que, por isso, não iria ser a construção do interface que iria colocar um problema do estacionamento naquela zona. Numa altura em que se preparam para colocar mais serviços naquela zona, com a passagem das conservatórias para o Atrium, a questão do estacionamento é ainda mais actual. Com a desculpa de que podem perder os apoios comunitários, a câmara prepara-se para manter a intenção de colocar ali transportes pesados de passageiros, cortando o que resta das árvores no centro urbano. Claro que se espera que a proposta seja aprovada porque se sabe que a oposição deixou passar tudo até agora sem sequer terem visto o projecto. Alguém deve chamar a isto planeamento. A nós parece ser apenas irresponsabilidade e ânsia de obter os fundos comunitários sem quererem assumir que tudo é feito à pressa porque não se deram ao trabalho de fazer as coisas atempadamente. O concelho vai sofrer mais um crime ambiental com a eliminação de árvores com muitas dezenas de anos por incompetência de quem governa que, por fazer tudo à última da hora, nem sequer teve tempo de equacionar outras soluções. Vamos ver se falam de ambiente quando estiverem as moto-serras a cortar aquelas árvores, as últimas daquela envergadura que existem aqui no concelho. A Cidália parece não querer ficar atrás do seu antecessor que conseguiu cortar o que existia na avenida. Mas o que interessa cortarem-se árvores! Estão mais interessados em colocar um foco de poluição! Quando a nível mundial se fala cada vez mais no ambiente, aqui os que mandam preocupam-se em cortar o pouco que ainda existe.


Seguir
( 5 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

20 Comentário em “O custo”

  1. Avatar

    Aproximadamente 1 milhão e 600 mil euros que nos vão sair bem caros. Tudo por teimosia. Já não basta ter um elefante branco naquela zona ( Atrium ), agora vamos ter dois. Que nos vão causar alguns transtornos a nível de trânsito na cidade ( Aumento de transportes de pesados de passageiros ), falta de estacionamento para futuros eventos a realizar nos parque da cidade, falta de estacionamento que servem de apoio às futuras conservatórias, finanças, comércio local, etc… Já para não falar do abate das árvores.

    Na minha modesta opinião, este interface de transportes deve ser sim ser construído nos terrenos junto à estação. Libertaria o trânsito de pesados de passageiros, bons acessos tanto para sul como para norte, e auto estrada. Espaço para um dia se pensar em expansão se necessário, ficaria junto da estação ( eletrificação da linha no futuro ).

    O parque actual, deve sim, ser requalificado, e continuar a servir de apoio às centenas de carros que ali estacionam todos os dias.

    Srs governantes , Carlos Caetano, Aurelio Ferreira, Alexandra Dengucho, Lara Lino, Ana Alves Monteiro, pensem duas vezes antes de aprovar o quer que seja. Será o vosso nome que ficará para a história. neste caso pelos piores motivos. Vejam o caso dos vossos antecessores no caso do Atrium. O Interface deve sim ser construído, nada contra o projecto, mas sim contra a localização. Apenas isso. Pensem para a frente.

  2. Avatar

    Mais um igual ao mercado Atrium. Mas muito pior, vai tirar o estacionamento aos pobres, matar as árvores e poluir tudo o que está ao redor, como é exemplo o parque da Cerca. A seguir ao casal do malta junto à linha da CP não incomoda ninguém.

  3. Avatar

    Onde vão colocar os carros, mais os que o terminal tráz? Uma solução pede antes que se resolva esta.

  4. Avatar

    Atençao que o parque junto a estaçao nao e o ideal, o problema da linha do Oeste sempre foi a distancia das estações do centro urbano, vamos ver um caso especial! A rede Expressos, meter a infraestruturas dos expressos longe do centro urbano vai levar a que as pessoas deixem de utilizar esse transporte, Leiria e Caldas da Rainha tem as suas paragens no centro da cidade, a rede expressos esta muito bem onde esta agora, as pessoas querem mobilidade para os centros urbanos, nao para a periferia. A localizacao que esta a ser agora proposta nao e a ideial, mas acima de tudo nao se discute o principal, o cerne da questao nao e o transito pesado de passageiros, mas sim o transito de pesados de mercadorias dentro da cidade, o que faz falta e criar uma circular rodoviaria a cidade! Tenho dito!

    1. Avatar

      O problema da linha do Oeste não se prende com a distância ao centro da cidade. Veja se o caso de Guimarães, Braga, Etc… O problema da linha do Oeste, é a falta de investimento, horários que não são cumpridos, comboios suprimidos, etc…

    2. Avatar

      Leiria anda há anos a procurar um espaço para retirar a rodoviária do centro da cidade, tal como em tantas outras cidades e na Marinha quer insistir-se com esta parvoíce. A Marinha é uma terra plana, invistam nos meios de transporte amigos do ambiente.

  5. Avatar

    Isto é ridiculo e manipulador. Estas imagens não são mais do que algum dia das festas da cidade e que até havia a disponibilidade de vir de tumg através do estacionamento do estádio municipal. Em dia normal nem o estacionamento das finanças tem mais do que 10 carros.
    Para se ter razão não é preciso mentir porque a verdade é como o azeite vem sempre para cima.

    1. Avatar

      Veja a foto que está num outro post, tirada hoje ás 9.30, São mais do que 10 carros 🙂

    2. Largo das Calhandrices

      Aqui tem fotos tiradas agora mesmo, em que não há festa ou dia de mercado. Um pouco mais do que 10 não acha? Sem aquele espaço, onde se estacionarão?





    3. Avatar

      desculpe manipulador deve ser bruno Constâncio ou não é da Marinha ou então não vai sequer ao dito parque !a esqueci-me de uma coisa que diz finanças !pois ai deve ter razão pagasse para estacionar! mas é mais ao lado que querem tirar e cortar as árvores!

  6. Avatar

    Largo das Calhandrices está a começar a ficar nervoso. Tenha calma nada que um Xanax não resolva. Quer que eu lhe tire fotografia do estacionamento junto ao campo do marinhense. Também podia tirar ao estacionamento das finanças. Quer tambem em frente ao parque da Cerca. Sabe ao certo quantos estacionamentos terá o projeto do Interface. Já agora quer esperar mais quantos anos para tirar aquele mono da rodoviaria do lugar onde está e infelizmente sempre teve. Como vê não me falta argumentos e como compreendo que aquela obra é importante para o concelho vou defendê la até ao fim. Bom dia.

    1. Avatar

      Dificilmente nos vê nervosos 😉 Pode tirar, tire todas as que quiser e cole aqui. Assim ficamos todos com toda a informação. Pode tirar ao estacionamento das finanças, claro. Sim, sabemos quantos terá e são insuficientes para as necessidades e mais para o que se prevê possa vir a ser a necessidade para os que ali queiram usar os transportes.
      Claro que se deve tirar o mamarracho de onde está sem que tenha que ser colocado onde querem. Pode defender ou não fosse uma obra patrocinada pelo seu partido 🙂

    2. Avatar

      Concordo consigo Bruno Constâncio.
      Infelizmente este Executivo não tem iniciativa nem rasgo para nada.
      Já que há falta de estacionamento no centro, o que é que estão à espera para derrubar o muro da Mortensen, já propriedade da Câmara e ligar o estacioanento do Parque da Cerca à Rua do Matadouro? O espaço está asfaltado, é só derrubar os muros, marcar o pavimento, ganham-se mais de 500 lugares de estacionamento bem no “coração” da cidade.

  7. Avatar

    O parque está sempre cheio de carros , para onde vão depois?
    Mais uma obra ridícula como foi o mercado?
    E as árvores não são importantes?
    Triste Marinha Grande, não acertam uma

  8. Avatar

    “Olha o nosso filhinho, é o único que sabe marcar passo, passo certo, todos os outros levam o passo trocado!” Acordem, não insistam no erro. A cidade quer-se sem carros… é preciso fazer um desenho?

  9. Avatar

    Este Senhor não deve viver na Marinha ou então não costuma ir para esses lados para ver que o estacionamento está quase sempre cheio ou então pode ser daqueles que poderá beneficiar com o negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address