JPPPCPPS

Apesar de poderem ser muitos os cenários que poderão existir no dia das eleições, há um que é interessante. Sabe-se que o Pedrosa poderá ou não ser eleito. Tudo dependerá dos resultados do partido e, acima de tudo, do resultado que os outros possam ter. Bloco e PSD têm uma palavra a dizer. Mas a curiosidade não está aí! Sabe-se que ele tem assumido ao longo dos uma postura anti-comunista, tendo-se sempre posicionado mais à direita. Este ano o seu partido rival decidiu arriscar e colocou a deputada dos Verdes como cabeça de lista. E o cenário que se poderá colocar é o de, caso a CDU tenha votos suficientes para eleger a deputada, é quase certo que o Pedrosa poderá ficar de fora. Não deixaria de ser uma enorme ironia do destino, para agravar o seu anti-comunismo, que a sua não eleição pudesse ter como causa directa a eleição da deputada do seu rival 🙂


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 comentários

  1. No dia 6 de outubro, no distrito de Leiria, é isso que está em causa:
    Eleger o parasita do JPP, a voz activa de muitos anos na AR Heloísa Apolónia ou o oportunista do Ricardo Vicente que se demitiu do observatório do pinhal para aparecer nas notícias e lançar a sua candidatura. É isso que está em causa para os que ainda não se decidiram. Votos noutras forças partidárias, serão votos atirados para o lixo, pois dos 10 deputados que o distrito elege, resta esta incerteza. Essa é que é a verdade. Qual a dúvida?

  2. Nenhuma.
    Dar o meu aval (voto), à eleição de tamanha figura(JPP) , era mau demais. A minha consciência, simplesmente, não mo permite.
    PS… desta vez, não!

  3. Votar em qualquer um, branco, nulo, mas no PS não, unicamente porque com o meu voto o JPP não entra na Assembleia, embora queira muito que o Costa continue Primeiro Ministro.
    Qualquer um é melhor que o JPP.

Responder a Zé Manel Cancelar resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário