18 Janeiro

18 de Janeiro, uma data que deveria dizer muito ao concelho, mas infelizmente só é lembrado no próprio dia. Há uns anos foi feito um “contrato de comodato com a Confraria da Sopa do Vidreiro para utilização da Casa-Museu 18 de Janeiro de 1934”, tendo sido assinado em 28 de Novembro de 2011. Não mais houve noticias de que alguma coisa tivesse sido alterada esta situação pelo que temos que presumir que aquele espaço está ainda a ser ocupado pela Confraria da Sopa do Vidreiro. Dizia o então presidente que “esta é uma forma de dinamizar ainda mais a Casa-Museu e valorizar a acção da Confraria da Sopa do Vidreiro”. O grão mestre disse que “esta era uma velha aspiração da Confraria, para ter um local onde pudesse desenvolver as suas actividades e fixar a sua sede”. Passados todos estes anos e depois de passarmos em frente à Casa Museu a pergunta que se impõe é: afinal que tem sido feito para dinamizar a Casa Museu? Depois desta semana a câmara ter dado mais um apoio de 2500 euros para a Confraria, uma outra pergunta se impõe: para que serve esse dinheiro? a publicações que se vê serem feitas é de deslocações onde alguns confrades vão encher a barriga e o dinheiro que foi agora concedido é para que possam fazer as deslocações e não para que possam abrir a Casa Museu ou sequer dar um arranjo exterior para que possa parecer menos abandonado. O que se vê é que não houve qualquer dinamização daquele espaço e que a Confraria serve apenas para algumas comezainas de alguns que gostam de ser vistos. A casa Museu transformou-se num museu privado de alguns que nem sequer se dão ao trabalho de cuidar do único espaço a que os munícipes têm acesso: à entrada da rua. Havendo eleitos que são confrades, não se percebe como permitem que um espaço que deveria ser dignificado possa estar ao abandono e reservado para apenas meia dúzia de pessoas, muitas das quais sem qualquer espécie de ligação ao vidro e à sua historia. Possivelmente por isso a sopa que fazem se distancia tanto do que antes se comia. Mas haverá quem ache que assim é que está bem! Pelo menos à fome não morrem nos locais onde a gula impera.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Então não vê ? 2500 € para pagar a sabujice da Confraria à Cidália. Já viu em que é usada a rede de contactos da Confraria? Esta subserviência paga-se.

    • E os clubes que fazem um trabalho importante na valorização dos jovens, recebem migalhas. Tanto desprezo, e tanta incompetência. Nunca mais se vão embora, ainda falta dois anos, possa!!!!dois anos!!!!!

  2. Não é só está. A de São Pedro também tem estado fechada, segundo me disseram. Era ver as pessoas a procurarem alternativa para entreter por causa da falta de sol e a bater com o nariz na porta. Com o tempo que esteve deviam ter aberto todos os dias, de manhã á noite.
    É muita falta de sensibilidade… E ainda dizem que apostam no turismo e na cultura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário