CMMG

Sabemos que a autarquia está carregada de dinheiro e que não é grande o problema de se comprar mais este ou aquele serviço. O impacto no saldo de caixa não é significativo. Não deixa, no entanto, de ser estranho que haja necessidade de recorrer a certos serviços quando se sabe que a câmara está carregada de técnicos. Já na última reunião foi afirmado que recorreram a um pedido de parecer externo por causa de uma questão jurídica, ficando sem se perceber para que afinal servem os juristas da câmara ou a ‘girl‘ contratada para chefe de divisão! De igual modo, é já conhecido que a câmara contratou uma empresa, por quase trinta e oito mil euros (o que dá mais de seis mil e trezentos euros por mês), para “serviços de consultoria para revisão e elaboração de regulamentos municipais e da tabela de taxas”. Não é fácil perceber o porquê de, tendo tantos técnicos que deveriam ser especialistas na sua área, haver a necessidade de contratar “serviços de consultoria”. Não deixa de ser interessante ver que, sempre que há assuntos que não passem pela simples elaboração de um contrato, cujas minutas estão em todos os computadores, ou tratar de processos de contra-ordenação para aplicação das coimas que são ‘copy-paste‘ há sempre necessidade de recorrer a serviços externos.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

20 comentários

    • A Cidália e o seu Chefe de Gabinete não convivem bem com a competência e com a verticalidade, por isso criaram todas as condições para “ correrem” com o chefe do jurídico e para o seu lugar foram buscar uma girl incompetente e lambe botas.

      • “A Cidália e o seu chefe de gabinete não convivem bem com a competência e com a verticalidade”, tudo dito, muito inteligente a frase e super adequada, parabéns Sr Anônimo.

      • Gostei. Corresponde à verdade absoluta. Contratam uma jurista socialista sem a questionar se entende as suas novas tarefas. Só com a Cidália este nível de qualidade

      • Quererá dizer que ambos procuram contornar a lei e fazer ao seu gosto? Então o que diz é muito grave. Não tarda uma inspecção relâmpago para apanhar essa fruta toda!

  1. Esta CMMG precisa de uma mega revolução. Quantos colaboradores têm? Quantos técnicos e técnicos superiores existem? Certamente serão poucos, pois este executivo constantemente requer serviços e pareceres externos. Será assim tão dificil organizar uma CM? Ou será que esta presidente e o seu executivo, não querem ou não têm coragem para a mudança? O chefe de gabinete o que faz?

    • Faz os despachos todos da Cidália, pois a senhora não sabe o que é o “on” e “off” no computador! Deve ser por isso que nem a própria sabe o que despachou… mas está despachado!

  2. O Chefe de Gabinete faz o seguinte: diz mal da Cidalia, da Alexandra, do Aurelio e agora da Ana. Para que se conclua que só ele é que é bom. Pronto. É isso que ele faz.

    • Ele bom, por amor da santa. Ele convive mal com a competência, a Alexandra e bem faz-lhe frente, a Ana, muito serena, e muito capaz a nível de argumento. O Nelsinho, não sei do que é capaz, começou à uns anos a escrever no jornal, escrevia e nada dizia, anda metido na CM e aquele gabinete nem um dossier é capaz de preparar, ganhou a concelhia, dividiu o partido, será que sou o único munícipe a ver a sua incapacidade, a sua incompetência. Sempre achei e acho que por trás da pele de cordeiro, existe uma raposa, certamente é impressão minha.

  3. A mim parece-me que competência não é um requisito que o executivo desta câmara tenha em conta para recrutar chefes de divisão e adjuntos. Pelo contrário. Parece que preferencialmente se priveligia quem tem pouca ou nenhuma competência (nalguns casos comprovada), quem tenha uma carinha engraçada, seja maleável (ou invertebrado, é como quiserem), tenha muita superficialidade disfarçada de discurso cheio de clichês, muito ensaiado e decorado, para agradar, agradar, agradar, que hoje agrada a gregos, amanhã a troianos, e no outro dia a qualquer um que tenha a capacidade de beliscar o executivo, em especial a presidente. E isto também agrada a todos que tenham interesses na câmara. É só preciso fazer um bocadinho de pressão para que, o que ontem era verde, hoje seja vermelho, e o problema é quem se presta a atestar esta mudança extraordinária (invertebrados).
    Já a oposição no mandato anterior dizia que quem mais chora mais mama, certo?!
    Os incompetentes tudo fazem e vão fazer para se manterem nos lugares chave.
    E assim vai ser, seja com a Cidália, seja com quem vier a seguir, e desta maneira, nunca havemos de ter uma câmara competente, isenta, verdadeiramente oleada e a trabalhar para o interesse geral da população e do município.

    • Faço minhas as suas palavras. Este executivo político manteve a estrutura decadente de há muito, muniu-se de alguns incapazes unidos pelo cordão umbilical partidário que outros concelhos abdicaram e fizeram desta “superficialidade disfarçada de discurso cheio de clichês” uma verdadeira nata batida sem os morangos com açúcar. Os morangos são os funcionários, que sentem na pele o desapego e desalento desta governação desgovernada. Nada de novo, há que aguentar a aflição dentro e fora de quem acha que sabe e nada sabe (e não tem humildade de querer aprender).

      • Tudo explicado pela lógica dos partidos, que são autênticas agências de emprego para os seus filiados.
        Quem ocupa lugares na câmara, são indivíduos ligados aos partidos. Todos empregados da câmara, são do PS, ou do PCP. As únicas forças partidárias a governar a câmara.
        Assim sendo, a competência fica logo arredada na escolha de quem vai para lá trabalhar. Só não vê, quem não quer.
        Não tendo pessoas competentes dentro, aproveita-se para dar dinheiro aos amigos de fora… Sempre seus camaradas!…
        Fica tudo em família. É assim o PS!

      • Os funcionários, querem é o dinheiro ao fim do mês! De resto, quanto menos fizerem, melhor!

  4. Se tivessem uma liderança forte, competente e motivadora, trabalhariam muito mais e melhor! Assim, faz-se o que se pode… Com a Cidália tudo mirra. Seca tudo à sua volta. É chata, monótona. Credo!

  5. A chefe de divisão jurídica é tão competente e tão responsável que, quando se vê com os “calos apertados” mete o “rabinho entre as pernas” e vai de férias deixando os serviços vazios!

  6. Camaradas,
    Só o PCP pode ser a solução. É só aguarda pacientemente até despacharmos a Dengucho e já voltamos.
    Avante

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário