CMMG

Há um ano e dois meses o executivo camarário decidiu rebaptizar o pavilhão da Vieira. Um decisão sensata que este fim-de-semana foi posta em prática. Tudo seria normal não fosse a necessidade que tiveram de querer deixar uma marca para que todos pudessem ver. Tiveram o bom senso de não colocar o nome de quem descerrou a placa, mas não resistiram em colocar lá uma referência ao executivo. De uma forma mais ou menos encapotada lá colocaram a referência que permite que se saiba em que mandato foi renomeado o pavilhão. Qual a necessidade de, numa placa que homenageia um munícipe, ser colocada a data da deliberação? Bom, bem vistas as coisas, sempre é melhor do que ficar lá “descerrado por Cidália Ferreira”.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 comentários

  1. Não foi há dois meses! Foi há um ano e dois meses! Oh Curioso, até parece que não conhece esta Cidalia e sua (lentinha) equipa!

    • Eventualmente quem tinha por missão fazer a dita placa estaria doente, logo tivemos de esperar 14 meses. Parece o “tal” problema que existiu no passado com as águas das praias, quem teria de fazer as placas também estaria doente, logo podemos andar e delicarmo-nos nas águas desaconcelhadas na altura. Como veio a ser provado mais tarde.

  2. Será que é justa esta homenagem?
    Onde estão as homenagens a outros que que desinteressadamente serviram a sua freguesia?
    Não é a morte que promove as pessoas mas a sua ação, em vida, em benefício, desinteressado, da sua terra e dos seus semelhantes.
    Onde estão as homenagens ás duas primeiras Presidentes da Junta da Vieira – Helena Branca e Fernanda Teodosio.
    Estas sim, e outros tantos trabalharam, e muito, pela sua freguesia.
    Os Vieirenses deveriam ter coragem de chamar as coisas pelos nomes…
    mas como sou de outra freguesia abstenho-me de interferir.

    • Sr Marinhense como é de outra freguesia está desculpado, sem retirar a devida importância às duas senhoras presidente que fala, foi o professor Albino Paula que mexeu mais com o desporto na freguesia, (um fui um dos seus alunos), por isso a atribuição do seu nome ao dito pavilhão é mais que correto. Mas voltando às senhoras que fala, também deveria de falar dos ex presidentes de junta, porque queremos sempre uma igualdade de géneros ou é só para o que interessa?.

  3. A homenagem ao Albino Paulo é mais que justa pelo muito que fez , e não deve ensombrar a devida homenagem a prestar a essas duas grandes senhoras que referiu. Uma coisa não impede a outra!

  4. A homenagem ao Prof. Albino Paulo é mais que justa e devida! E não deve ensombrar a justa homenagem a prestar a essas duas grandes senhoras! Uma coisa não impede a outra.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário