CMMG

Não é a primeira vez que se ouve da parte dos eleitos fazer elogios a funcionários por uma ou outra razão. Aconteceu até já ter havido agradecimentos públicos. Nada há contra isso. Claro que quem trabalha na câmara tem por obrigação cumprir as funções que lhes são acometidas. São pagos para isso. Claro que se há elogios, deveria haver o oposto, as repreensões. Mas não! Os eleitos parecem estar de mãos atadas sempre que está em causa exigir que cumpram as suas funções. Deve ser por isso que quando algo acontece mais rapidamente sentem que devem agradecer, de tão anormal que isso é. E aqui chegamos ao ponto fundamental. Os eleitos são incapazes de exigir que sejam cumpridas as funções. Apesar de terem sido eleitos pelo povo, são reféns dos que ali trabalham há anos e, pior que isso, vão desculpando a incompetência de .jogos que arrastam assuntos durante meses a fio. Naturalmente que não se pretende que os eleitos andem por ali de chicote, mas parece que não entenderam que no momento em que desculpam a incompetência fazem com que os que cumprem se sintam injustiçados. Os eleitos não mostraram ter competência para gerir pessoas e, por esse motivo, os serviços não evoluem.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

7 comentários

  1. Comentário de caca este… talvez porque não são sequer avaliados e já sentem a penalização por isso. Que tal Curioso esta fundamentação óbvia para sustentar os rasgados elogios aos funcionários que recebem pouco mais que o ordenado mínimo?! Ou estará a confundir com os que trabalham nas nossas empresas de moldes?! De quando em vez reserve-se ao silêncio quando não domina o assunto, em vez de inventar um “tema” de que não sabe o que diz… Boa noite!

  2. Até parece que os agradecimentos têm sido para quem recebe ordenado mínimo. Há na câmara quem receba mas não são esses que entopem o processo. São os técnicos superiores para quem é mais fácil dizer que não é possível. Quando de vez em quando fazem alguma coisa até merecem um elogio. São, entre outros, dois dos grandes problemas da gestão da câmara, a falta de liderança do executivo e a falta de empenho dos técnicos.

    • Agora são todos técnicos superiores… A Cidália fez questão de os promover a todos porque compraram uma licenciatura à amiga Simões. Por isso ninguém assume as tarefas menores e os resultados estão à vista de todos. Culpados? Cidália e a sua trupe! É esperar agora a abertura de lugares para os técnicos inferiores… Bela gestão de recursos, ou antes, até a chefe dos ditos recursos pisgou-se. Abandonados ao destino desta barata tonta que teima em achar-se a superior madre teresa cá do pedaço!

  3. Estou grandemente de acordo com o Curioso, se se refere aos funcionários chefes, técnicos ou tecnicos superiores,,, é que estesk acomodam-se a procurar na legislação o Não, quando deviam procurar o Sim como resposta às necessidades dos munícipes e com celeridade! Mas não , tudo emperra comodamente com dois únicos objectivos: fazer o menos possível e o fim de mês! Culpados há, os eleitos.

    • Falta dor sim!
      A dor, de umas socadas bem dadas, a estes políticos e adjuntos merdosos, que têm consporcado, e tornaram esta democracia, decrépita e fedorenta!
      Esperemos uma onda que vos varra daqui para fora. Valem zero!
      Aguardem…

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário