CMMG

As festas acabaram e, como em tudo na vida, há sempre lugar para que possa haver melhorias. Já se sabe que o executivo começa a pensar nas festas lá para Março do ano que vem e não agora, por isso parece-nos que há questões que poderão ser colocadas. Que acha que poderia ser melhorado? Se o executivo camarário o/a ouvisse, que sugestões tinha para dar para que as festas possam melhorar na qualidade do serviço que possa via a ser contratado? Que espectáculos gostaria de ver terem lugar nas próximas festas? E a seguir, que modelo acha que deveria ser adoptado para as festas do próximo ano?


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. Caro curioso,
    Estive a ver o tipo de procedimento que tem sido usado por este país fora e a conclusão que cheguei foi que o ajuste direto a uma ou várias entidades é usado, pelo simples facto que quando se pretende um determinado artista ou artistas não existe concurso publicoe existe no código dos contratos público que enquadra juridicamente esta escolha.
    Em segundo lugar se se recorre ao mesmo fornecedor de serviço e sendo que o mesmo também fornece a outras autarquias do distrito acaba-se por se ter os mesmos artistas num intervalo pequeno de tempo e acabamos por repetir os artistas.
    Temos condições para sermos uma referência no distrito e fico sempre com a sensação que Leiria e batalha tira o protagonismo a Marinha Grande neste evento- a solução é antecipação .
    Gostaria de sugerir um espaço permanente de eventos no parque com um palco, os agentes locais poderiam potenciar essa mesma agenda e contribuir para o desenvolvimento cultural .

  2. Gastarem menos dinheiro com coisas fúteis e limparem a mata para o dia da espiga…desta não vou esquecer…mas já vi que há pouca gente com a minha opinião

  3. Aqui vão algumas ideias.
    Fazer a noite das marchas nas festas era boa ideia. Aproveitar o que está instalado e fazer uma grande noite de marchas populares. Pode custar mais dinheiro, mas secalhar não se gasta tanto como se gasta a organizá-las sozinhas.
    Aproveitar o lado onde estiveram as imobiliárias para fazer uma feira de enchidos, queijos, vinhos, doces de festa, latoaria, cutelaria, olaria, vidro e outros tantos do artesanato tradicional. Sempre já haviam mais coisas para visitar e entreter.
    O espaço da restauração esteve muito apertado e por isso acho que se deve tirar o cotovelo das tascas e metê-las todas em linha para o lado do atrium, alargando o espaço para mesas. E mais mesas.
    Aumentar o espaço ente as tascas e as mesas. Estava muito apertado. Se meterem as tascas em linha, podem afasta-las um bocadinho e também já desafogam.
    Meter o palco que esteve na restauração noutro lado. Desta forma quem quer ver os espetáculos não precisa de estar a ocupar as mesas, e quem está nas mesas ou precisa das mesas para comer não precisa de fugir para o lado do atrium para conseguir estar a conversar enquanto come ou bebe. E porque não fazer como em Leiria este fim de semana e fazer pequenos palcos ao longo do parque para acontecerem varias coisas.
    Mais casas de banho por favor! E melhor limpeza, das casas de banho e das mesas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário