CMMG

Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és. É assim que o povo define o que são as influências que certas pessoas têm noutras. Há dias, a propósito de um texto que escrevemos, o adjunto chamou os anónimos que aqui escrevem, nos quais nos incluímos, de “ressabiados” e de “corja”. Em relação a um dos textos até teve um gosto da Célia e de um dos apoiantes da Cidália. Há, desde logo, algumas considerações a fazer. Por um lado, é interessante a Célia, que até foi eleita com os votos de anónimos que por aqui andam, acha que os seus eleitores são “ressabiados”. Como é que ela, que disse que este é o “tal sitio”, como quem diz que não lê o que aqui muitos escrevem, consegue ter opinião? Por outro lado, um autarca que acha que há munícipes ressabiados é um autarca que não tem condições para governar para todos. Depois há os comentários do adjunto. Sendo um outsider ao concelho, não deixa de ser interessante ele atirar contra aqueles que lhe pagam o salário com os seus impostos. É que, ao contrário dele, todos os que aqui escrevem, sejam autores de textos ou de comentários, pagam os impostos aqui no concelho e não vivem fora. Além disso, a “corja” de que fala já se preocupa com a vida do concelho muito antes de ele ter conseguido o emprego por via da militância partidária. Nenhum do que faz parte da “corja” é boy do partido e, como tal, têm todos a possibilidade de ter opinião sobre aquilo que os boys fazem. Não admira que a Cidália não consiga estar a dar conta do recado e não consigam perceber quando estão mal. Quando se está em más companhia dá nisso! Quando vereadores e elementos de gabinete da presidência agem como se fossem donos da razão e ignoram os que, mesmo sob o anonimato, chamam a atenção para o que está mal no concelho, não estão aptos ao cargo que ocupam. Governar apenas para os que dizem bem e lhes batem nas costas é sinal de incapacidade de gerir consensos e de ser um bom governante.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

5 comentários

  1. Este boy fala assim, porque está bem depositado na fossa partidária a que pertence, e que lhe vai arranjando sustento.
    Talvez um dia, o povo abra os olhos… E limpe a caca toda, que teima em vazar das fossas…
    Um par de estalos, às vezes também serve.

  2. Malcriado. O Testas e o Araújo formam uma dupla de mal educados. Mamam o nosso dinheiro e ainda nos insultam. O Povo é mesmo sereno…

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário