CMMG

A Ordem dos Economistas elaborou um ranking para classificar os municípios e coloca-nos no 61.º lugar a nível nacional. Fazendo a comparação com outros municípios, o que leva a que estejamos à frente de muitos é somente a sustentabilidade financeira, o que não admira com a quantidade monstruosa de dinheiro que está no banco, e o desenvolvimento económico e social que se deve aos empresários e à sua capacidade de inovar. A nível da eficiência descemos para o 299.º lugar que, em 308 municípios, mostra bem aquilo que os munícipes padecem sempre que necessitam de resposta. Mas a classificação do município não foi feita apenas por aquela Ordem. Há umas semanas também a Bloom deu a conhecer o City Brand Ranking que nos coloca na mesma posição, baixando o lugar em que estávamos na classificação “viver”. Ou seja, um ano depois consegue ver-se que a governação da Cidália está a pior a nossa qualidade de vida e quem o diz não somos nós, são os estudos.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

13 comentários

  1. Bem podemos dizer ainda que, não fossem as empresas sediadas no concelho, não fosse a desonestidade intelectual da CMMG em deixar apodrecer no tempo, milhões de euros em depósitos e uma brutal capacidade de endividamento (para investimento); não fosse tudo isto contribuir para a posição no quadrante da “sustentabilidade financeira”, e estaríamos equiparados a um dos piores concelhos do país. Magnifico para um socialista, magnifico para quem se alimente do propagandismo barato e da débil sapiência nas massas, mas não tão magnifico ainda para quem procura qualidade de vida. E quem tem essa capacidade não quer a Marinha Grande para viver, talvez entretanto nem tão só para trabalhar.

  2. Força Nelson, tira de lá essa gente. Já escreveste sobe o que pensavas da Cidália e ninguém te ligou. Pode ser que agora te deêm razão.

  3. Tenho uma ideia para aumentar a eficiência da Câmara. Que tal aumentar o nº de funcionários da Câmara? Com tantos milhões, podemos passar de trezentos e tal para seiscentos e tal. Quase que poderia passar despercebido.

  4. Em tempos tentaram capitalizar resultados obtidos durante a presidência do Paulo Vicente. Agora, em plena vigência da presidência da Cidália, o que vão fazer/dizer?
    Em parte, o que vão fazer já se adivinha. Vão abrir um gabinete de apoio ao empreendedorismo ou ao empresário, para se colarem ao excelente desempenho dos empreendedores e empresários do concelho, e poderem assim, daqui a uns tempos, capitalizar os resultados que estes empreendedores conseguem alcançar. Mesmo com um técnico no gabinete, agora vão contratar outro (não chegava um, tem de ter dois. Estou curioso para ver quem é que vem aí…). Como se não houvessem outras prioridades mais urgentes.
    Preocupem-se em alargar e requalificar a zona industrial da Marinha Grande, em alargar, enquadrar e requalificar a zona industrial do Pêro Neto e Marinha Pequena, e mais importante ainda, preocupem-se em criar medidas para atrair investimento para a zona industrial da Vieira que está abandonada. Não há empresas novas na zona industrial da Vieira, mas há muitos terrenos e pavilhões ao abandono. A população está a diminuir. Até há escolas a fechar por falta de alunos. Estão a pensar construir um Centro Educativo, mas pelo andar da carruagem quando terminarem, não sei se vai haver alunos para o abrir.
    Preocupem-se em terminar os PDMs para o concelho, que bem precisamos, de uma vez por todas, e mexam-se!
    Os empreendedores e empresários tem-se safado muito bem sem a vossa ajuda. Tratem de fazer o que verdadeiramente faz falta e que vos compete!

  5. Contra factos, não há argumentos. Está aqui, preto no branco, espelhada a desastrosa (in)gerência por parte daquela senhora idosa à frente dos destinos da Autarquia. Colocar uma ex. professora primária, sem as menores qualificações e, ainda por cima, teimosa que nem uma porta, à frente da CMMG só podia dar nisto. A senhora que tenha um pingo de vergonha e peça para sair. Por favor.

  6. Como já alguém escreveu o Nelson Araújo é que tem razão.
    Até escreveu aos militantes do partido a dizer estás verdades.
    Só que a Cidália com o Nha Nha Nha lá vai enganado todos.
    Todos excepto o ICNF eba APA. Esses enganam-na e à grande. Mas têm desculpa porque é ao serviço do Costa.

  7. Menos reuniões e mais ação. Se houvesse um ranking para medir quem faz mais reuniões, e a eficácia delas, creio que o a Marinha Grande também integraria o plutão da frente. É que fico estupefacto com a quantidade de reuniões que se diz que se fazem e com os praticamente inexistentes resultados que vejo.

  8. São todos uns fantoches. Quem realmente comanda a tropa é a do(toura) Sandra Parva, a líder do guito. É ver os senhores eleitos ajoelharem-se em fila indiana para lhe pedir dinheiro para o papel higiénico com as calças na mão! É gritante

    • Ui, que ressabiamento… Já cá faltava este argumento.
      Ou melhor, quando já não há argumentos, quando já não há saída e interessa chutar para qualquer lado, há que criar artificio, e lá vem a culpa para cima da Sandra Paiva. Tristeza.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário