AM

Quando há munícipes que se dispõem a ser candidatos a um qualquer cargo, presume-se que eles tenham alguma coisa a dizer, que tenham opinião e que estejam disponíveis para intervir em defesa daquilo em que acreditam. Quando assistimos às reuniões da Assembleia Municipal vemos ali uma série de munícipes que integraram as listas e que poderão ter levado algumas pessoas a acreditar que iriam estar ali para fazer alguma coisa. Com o passar do tempo percebe-se que há alguns eleitos que estão ali apenas para fazer número. Ninguém sabe se sabem falar, se têm opinião, se pensam alguma coisa ou se estão ali a fazer alguma coisa. São aqueles eleitos que integram a categoria dos inúteis, dos que são apenas mais um número e que contam apenas para as votações, sem que se saiba o que pensam sobre aquilo em que votam. Alguém sabe o que pensam a Margarida (do PS), a Fabiana ou o Joaquim? Depois há aqueles que foram eleitos, mas optaram por passar a pasta a que os seguia na lista, sem que dessem cavaco a quem quer que fosse onde está a Joana. É o segundo grupo de eleitos inúteis.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 comentários

  1. Ó curioso, tens toda a razão. Mas pior, são os inúteis eleitos, pagos, e cuja capacidade é ZERO!
    Há inúteis, e inúteis…

  2. Ontem assisti à Assembleia. Aquela bancada da minha CDU é uma lástima! Nem quando atacaram a CDU por causa do mercado do Atrium reagiram. Teve que vir o Guerra Marques falar … Que vergonha de bancada. Mudos …

  3. E aquela em que o curto dá uma lição e reprimenda à bancada do MPM, e estes nem piu. claro, sabem que é verdade. Que nódoas. Vejam as gravações e tirem as ilações. E então aquele Artur? Acabou com o resto, até a cidalia gozou com o pagode.
    Pobre MPM, virou chacota.

    • Esse Curto e o Comprido são os maiores inúteis da Marinha Grande. Usam o ataque para esconder os rabos presos, mas tido se pode saber. Inúteis e criminosos asquerosos

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário