Bombeiros

Há algo que não está a funcionar bem. No Natal a câmara mandou montar a pista de gelo para fazer reverter os lucros para três instituições. Os bombeiros da Vieira recusaram porque, diz-se, não tinham pessoal. Foi menos receita que arrecadaram. Agora quando se olha para a lista de associações que irão estar a explorar quatro dias uma barraquinha, nela não se encontra, de novo, a associações dos bombeiros da Vieira. Uma vez mais, diz-se, porque não têm pessoal. Serão mais quatro dias durante os quais não vão arrecadar verbas. Algo estranho se passa!


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 comentários

  1. Fácil de perceber!
    Esta instituição é movida por voluntários! Que além de serem voluntários desta instituição tem o seu trabalho profissional e familiar.
    Os voluntários são poucos e não são robots, são seres humanos. Só se aqui os srs que malham a torto e a direto no largo se prontifiquem a irem trabalhar 4 dias em prol desta enorme associação!
    Esclarecidos???

    • Caro Anónimo. Apenas estranhámos porque na associação da Marinha devem ter as mesmas dificuldades e constrangimentos e, no entanto, estão presentes.

      • A instituição de bombeiros da Marinha Grande não é movida por voluntários. E a dimensão da sua cooperação é muito maior. Não confunda.

      • Caro Anónimo. E todas as outras associações que têm actividades diárias de várias horas? São profissionais?

    • O seu comentário não será incorrecto, no entanto apesar de falar de alguma forma a verdade, visto como diz e bem, o que move esta associação é o voluntariado, e sim, todos têm os seus trabalhos e a sua vida familiar.
      Continua a dizer a verdade, quando acrescenta que os voluntários são poucos e não são robots, concordo inteiramente. No entanto, sempre estiveram presentes na tenda durante o verão na Praia da Vieira, continuando a ser voluntários na mesma, penso ser aqui, que eventualmente perde a razão. Se existir vontade, tudo seria possível.
      No entanto e apesar disso tudo que diz, que é a pura verdade, penso que mais teria de ser acrescentado.
      Talvez a direcção não queira é estar presente, reforço que é uma constatação minha, porque eventualmente se sinta ofendida pelo fraco e discriminatório apoio que tem, ou não tem, sentido por parte da CMMG. Entre muitas diferenças ou discriminações, deve ser apontado o subsidio atribuído às duas corporações do município, após o fogo de outubro de 2017, subsidio com valores diferentes em prejuízo da corporação de Vieira de Leiria. Se o subsidio anual da CMMG para as ditas corporações é diferente, é aceitável, devido às áreas e ao número da população que servem, agora o segundo subsidio não tem razão nenhuma de ser diferente, visto que foi o concelho que ardeu, ambas as corporações estiveram dividas pelo concelho e não só nas áreas atribuídas, foram vistos bombeiros da Marinha Grande na Vieira e o inverso também aconteceu. Na minha modesta opinião, esse subsidio a ser atribuído, como foi, teria de ser divido por duas partes exactamente iguais, discriminação evidente, (será que foi novamente por falta de critério?). Continuando a saga da diferenciação e não estando com toda a documentação em mão, questiono o porquê da CMMG dar uma ajuda significante (alguém diz que foi toda) no pagamento das obras que o quartel da Marinha Grande sofreu. No quartel de Vieira de Leiria as obras que são necessárias, tiveram de ser diminutas, devido à falta de apoio da referida CMMG. Importa referir ainda, que se a Sra Presidente, como entidade máxima da protecção civil no município necessitar da corporação de Vieira de Leiria, eu acredito que estará pronta para dar a sua resposta, rápida e eficaz, como é apanágio de quem é voluntário neste meio, VIDA POR VIDA, sempre.

      • Os bombeiros estiveram na tenda na época balnear? Olhe que não. Vão estar na deste ano ? Olhe que não. Tire-se as ilações

        2
        1
  2. Há Associações que só querem que o dinheiro que lhe entre nos cofres, mas se para isso não tiverem trabalho algum. É o caso da Associação de S. Silvestre, na Moita, pelo que parece não está representada, dá trabalho. E o “elefante branco” lá vai ficando para as “calendas gregas”, não bastam “lérias e lamentações”…! Parabéns ao CDM e cada do Benfica.

    • Sr Anónimo, quando diz que: “Há Associações que só querem que o dinheiro que lhe entre nos cofres, mas se para isso não tiverem trabalho algum.”, não se estará a referir aos Bombeiros de Vieira de Leiria? Acredito que, como li, estará a endereçar um recado a alguém. Porque este comentário inserido nesta publicação até parecia que queria por algum motivo atacar os Bombeiros de Vieira de Leiria.

    • Os Bombeiros da Vieira sempre tiveram gente para trabalhar, até voluntários fora da instituição. De há uns anos a esta parte, ou melhor, de uma direcção a esta parte perderam-se voluntários, perderam-se funcionários, ganharam-se familiares… porque será????

  3. Os Bombeiros da Vieira sempre tiveram gente para trabalhar, até mesmo voluntários fora da instituição. De há uns anos a esta parte ( ou melhor, de uma direcção a esta parte) perdem se voluntários, perdem se funcionários, ganham se familiares… porque será?

  4. A bem da instituição, os associados deveriam pedir explicações à atual Direcção, pois é desde que a nova presidente tomou posse que as pessoas, profissionais e voluntários, se demitem e , como o PS tão bem sabe fazer, dão-se lugar a familiares. Há que delatar o que se passa, os BVVL são uma instituição publica e de interesse público, e não, de interesse pessoal. Investigue-se.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário