Festas

Confirmou-se ontem o que muitos diziam que iria acontecer. As festas não tiveram, nem de longe nem de perto, a afluência que poderia ser esperada num primeiro dia de festas. Ficou claro que o facto de hoje ser dia de trabalho levou a que pessoas de fora não viessem cá. A tentativa de compensar os munícipes para o facto de não haver onde ir fazer o tradicional pic-nic não teve a receptividade que queriam. Pode ser que aprendam e corrijam para o próximo ano (o que duvidamos). Parece ter ficado claro que o que o que faz encher o recinto são os cabeça de cartaz o que poderá levar a que a câmara tenha que repensar o modelo das festas já que este poderá começar a ficar esgotado. Sem que tenham acrescentado algo mais ao modelo que foi criado pelo ex-vereador, ter as festas da cidade assentes apenas no nome dos artistas nacionais que poderão vir a ser convidados começa a ser limitativo do sucesso do evento. A verdade é que, com ou sem tenda, com ou sem segundo palco, o modelo das festas é o que já todos conhecem e que, mais cedo ou mais tarde, começará a não trazer nada de novo para quem todos os anos ali vai. Aquilo a que ontem se assistiu parece-nos que deverá fazer com que comecem a pensar em inovar.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

11 comentários

    • Para ter dor de Corno, é preciso ter uma grande TESTA!
      Tento na língua… Não foi isso que lhe ensinaram por Leiria.

      Sobre as festas na 5a feira, o NOSSO feriado… A tentativa de tapar os olhos com a que FIZERAM E FAZEM (ou melhor, não fazem) a nossa mata, foi um fracasso.
      Se o dinheiro que gastaram no dia a mais de festa você fosso, ia doer vos, assim quem paga isto tudo é o povo.

  1. Só lamento que aqueles que pediram para se investir nas bandas locais não tenham afluido para as incentivar. Eu sou a favor das festas da cidade. Há sempre coisas boas e menos boas mas isso é em todo o lado e nada é perfeito. Acima de tudo a vida nem sempre corre como queremos por isso temos de aproveitar enquanto podemos.

  2. Para um município,em degradação ,
    Para tanto , descontentamento,nas redes sociais,tanta manifestação,á porta da câmara,
    Para ,um dia de tradição,e véspera de dia de trabalho
    Até que ao fim do dia , até estava bastante gente.
    O povo quer é festa😀😀😀
    Comer e beber
    Fado e futebol 😆😆😆

  3. Não posso concordar em absoluto com a opinião do Curioso.
    Há muitos cabeças de cartaz ainda para trazer. Podem começar por trazer alguns que foram à Casa Cultura para poucos verem e que fariam rebentar o parque pelas costuras como no ano passado. É preciso é que tratem das coisas com tempo.
    Musica boa, comida e bebida são sempre a combinação para o sucesso. O resto é adereço.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário