Abandono

Categoria + Concelho, AM, João by Curioso14 Comentários


Ficou-se ontem a saber que a João abandonou o + Concelho, deixando de estar na AM em representação desse movimento, passando a fazê-lo em nome individual. Este abandono era mais ou menos previsível tendo em conta o facto do +C estar cada vez com menos pessoas a segui-lo. O que não deixa de ser estranho é o facto de alguém que é eleito por um partido ou movimento deixe de seguir essas ideias e queira manter-se a ocupar o lugar para o qual foi eleito pelos eleitores do partido ou movimento e não porque se tivesse candidatado de forma isolada. Não é compreensível que alguém eleito por pessoas que confiaram nas ideias de um partido ou movimento abandone essas ideias, mas queira continuar a ocupar o lugar que nesse partido ou movimento conseguiu conquistar. Tal comportamento não pode deixar de ser visto como uma forma egocêntrica de entender a democracia. Há dias foi na AF que isso aconteceu, agora foi-o na AM. A João vai estar a representar-se a ela própria o que não deixa de ser uma subversão da democracia na qual ainda pensamos que vivemos .A partir de agora passamos a saber que tudo o que possa dizer não é em representação de ninguém senão de si própria já que nela ninguém votou.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    Tchau + Concelho!
    Se isto acontecesse num partido político, era um escândalo! Como se vê , partidos ou movimentos, tudo a mesma coisa.

  2. Avatar

    É gente que não sabe estar… Nesta espécie de Democracia, nesta espécie de cidade, com uma espécie de executivo, e com uma espécie, rara, como presidente.
    Assim vai a Marinha. Cada vez mais pequena!
    Cheia de gente básica, e medíocre.

  3. Avatar

    A seguir será o Aires Rodrigues? Pode começar este a meter as barbas de molho?
    Os movimentos independentes na marinha estão a definhar. As ideias ad oc, e mal fundamentadas com o tempo foram-se degradando.Veja-se o caso MPM, nos últimos dias foi um caos total.Sem ideias, sem propostas, foram desmascarados e humilhados por todos os partidos.

  4. Avatar

    Pois… A diferença entre os 2 movimentos sempre foi muito grande.
    Obviamente que há pessoal a quem interessa misturar as coisas.
    Vamos lá perceber quem é esse pessoal. D

  5. Avatar

    Lá estão os gajos do sistema…
    A fazer de tudo para manter o tacho e poleiro.
    Tenho uma novidade. Vocês vão cair!
    Já só Chico-espertos, como vocês se julgam, acreditam em manter o sistema.
    As próximas eleições já vos vão dar uma visão, mais colorida…
    Entretanto… Vão gozando o prato, enquanto dura.
    Inúteis!

  6. Avatar

    Qual foi a parte em que o MPM, fez alguma coisa pela Marinha? Para além de bloquear tudo? Eu desconheço, Inúteis os partidos? Onde estava o MPM nas comemorações do 25 Abril? Onde estão as vossas propostas?Aguardo resposta. Mas sim tem razão vem aí mais, uii muito mais. A verdade vem sempre ao de cima.

    1. Avatar

      Querem uma opinião? O + Concelho deve sair de vez da vida política e não voltar a incomodar + o Concelho.

  7. Avatar

    No ano passado o mpm esteve a apupar presidente em frente á Câmara, este ano estão á nora e a votar contra apoios associativos .

  8. Avatar

    Sim mas o desnorte é tal, que as incoerências são mais visíveis. É o desespero.

  9. Avatar

    Falta de coerência da João. O que tinha a fazer era abdicar do lugar. Não foi ela a eleita. Falta de vergonha é o que é. Mas dá protagonismo e é isso que gosta.

  10. Avatar

    Nunca ouvi ninguém no MPM a apupar alguém que seja. O que sei é que discordam, e muito, na forma com estão a dirigir os destinos do nosso concelho. Tiro-lhes o chapéu porque são os únicos a não se intimidarem com os truques da vitimização.
    A CDU fez bandeira com a Adutora, a piscina e o mercado e agora acagaçou-se com medo deles.

  11. Avatar

    Intimidar? Mas o PS intimida algem?
    O problema é que o MPM, critica e nada faz, depois leva nas orelhas. Ou são uma oposição válida ou saiam. Neste momento fazem mais parte do problema do que da solução.

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address