CMMG

As festas da cidade têm mais um dia o que faz com que vá cair mesmo em cima da quinta-feira da ascensão. E que conveniente isso é! A Célia tem-e desdobrado em argumentos para justificar que este aumento de um dia serviu para satisfazer uma pretensão das colectividades que reclamavam por mais um dia. O que não disse foi que o assunto até foi objecto de discussão a nível do partido. E entende-se que tenham querido que as festas sejam alargadas para quinta-feira. As matas continuam fechadas. Não há perspectiva de que possam conseguir abrir as estradas durante este mês o que faz com que o coelho com arroz não seja facilmente comido nos locais onde costumava ser. A possibilidade de existir a abertura das tasquinhas poderá fazer com que muitos possam optar por nem sequer terem a tentação de irem para o pinhal. Tendo em conta a experiência dos anos anteriores e a dificuldade que há em estacionar, é normal que as pessoas comecem a ir para o parque mais cedo, o que inviabiliza a ideia de ficarem no pinhal até tarde ou mesmo de irem. Se vão encher o bandulho nas tasquinhas, para quê estar a ir comer ao pinhal! E assim as festas cumprem a sua função de dissuadir muitos de irem para o pinhal, pinhal que o governo PS não conseguiu limpar a tempo. Com a desculpa de que estão a cumprir um desejo das colectividades, dão o mote para que não se vá para o pinhal. E é interessante ouvir-se a Célia afirmar que também está a contar ir para o pinhal celebrar a quinta-feira da ascensão! Então a vereadora responsável pelo pelouro não vai estar junto dos que estão a trabalhar para a abertura das festas e vai a tarde toda para o pinhal! Das duas uma: ou vai para o pinhal e não acompanha os trabalhos finais para abertura das festas, o que seria uma total irresponsabilidade; ou vai ao pinhal comer uma perna de coelho e regressa a correr só para poder dizer que ela foi ao pinhal e que não foi por causa das festas que não houve celebração do dia. Uma coisa é certa, as festas dão um jeitão a quem manda no ICNF e, por sua vez, ao Secretário de Estado que tem vindo cá comer uns almoços à pala da reflorestação e nunca da limpeza.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Como é que a câmara permite que nos façam isto? Não abrir as estradas ao longo do ribeiro para a quinta-feira da ascensão? A presidente disse numa das vezes que cá veio o secretário de estado que tudo estava a ser feito para que abrissem as estradas para esse dia. Será que é para que também não vejamos que andam a cortar eucaliptos centenários sem aparente necessidade e a deixar despidas áreas onde outrora a vegetação e o verde era abundante (dêem um saltinho à Ponte Nova).
    Se queriam fazer mais um dia de festas, porque é que não fizeram no fim de semana seguinte? Aproveitando o feriado do 10 de junho? Lembraram-se por acaso, que nem todos os munícipes trabalham no concelho e não gozam o feriado nesse dia? E que muitos dos que cá trabalham e usufruem desse feriado não vão cá pôr os pés? Se este é um evento turístico para atrair turistas ao concelho não é um contra-senso escolher fazer a festa em dois dias normalissímos de semana no resto do pais? Há argumentos que são realmente colados com cuspo.

  2. Se é para ajudar as colectividades porque não começam as festas na quarta e acabam no sábado para que as pessoas possam descansar no domingo?!?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário