CMMG

Em 9 de Fevereiro de 2015 escrevemos um texto que continua actual. Republicamo-loporque não há dúvida que os executivos PS estão a mostrar como não se faz!

“Quando, na reunião de câmara da semana passada, ouvimos falar sobre a questão de não existirem placas que indiquem que se entrou na terra, achámos que era um pouco de exagero. Reconhecemos que nunca tíhamos prestado atenção a isso e, depois do que ouvimos, fomos a cada uma das entradas da terra para ver se era mesmo assim como estava a ser contado. A conclusão que se chega é a de que quem não conhece e quer vir à Marinha não sabe quando chegou ao destino. Não há placas! A menos que venha orientado por GPS, não encontra placas que indiquem que está no local onde queria chegar. Somos uma terra com turismo industrial, museus, jardins, casa da cultura mas não temos placas que indiquem que se entrou no concelho! O problema da falta de placas não é, no entanto, novo. Desde há muito que há uma falta de sinalização que não se compreende. Apesar de termos já lido que o assunto está a ser tratado, a sensação que fica é que deve ser um assunto mesmo difícil de tratar atento o tempo que tem demorado para que seja resolvido. Quem não conheça a terra – e diz quem é de fora que aqui é fácil perderem-se – vê-se aflito para poder chegar a um destino. Não há pessoas na rua, porque nada há para fazer aqui na terra; não há placas, porque a câmara continua sem as colocar. Quem não seja de cá chega onde quer como? Já que descobrir o posto de turismo é também uma tarefa difícil de fazer, a câmara poderia investir algum dinheiro e colocar umas barraquinhas nas entradas da terra com uns mapas. A ideia das barraquinhas tem a ver apenas com o facto de acharmos que na câmara gostam de barracas! Gosto que se pode constatar pelas que mantêm em pé, para podermos ter mercado, e pelas barracas a que vamos assistindo, protagonizadas pelos que mandam!”


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 comentários

  1. Talvez seja melhor nem perceberem que entraram nesta espécie de cidade, adiada e feia. Assim saiem, e nem dão por isso.
    A especialidade, desta espécie, de executivo, é mesmo a barraca…
    Como Marinhense, uma coisa é certa, jamais votarei no PS. Uma desgraça total!!!
    Diria mesmo, vergonha!
    Como é possível manter esta gente a gerir esta terra, quando nem a própria vida sabem gerir, ou identificar o que quer que seja que tenham construído… Absolutas nulidades! Nem liderar, com tantos empregados à disposição… Não fazem nada! É sempre a subcontratar tudo. Só aparecem para as fotografias.
    Zeros à esquerda.
    A Marinha Grande, parou!
    Ser Grande, foi coisa de tempos idos… Pobre Marinha.
    Tenham vergonha na cara. Vocês são uns inúteis, incapazes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Sem mais.
      Completamente de acordo.
      O estranho é que pessoas desta terra pretensamente evoluídas os apoiem e suportem. Vá se lá saber porquê…

  2. Que informem também os nomes de : Parque Mártires do Colonialismo, Rotunda dezoito de Janeiro, Rotunda do Atrium, Parque da Cerca, Lugar de estacionamento para autocarros de quem visita o Museu do Vidro ,,etc, etc, nada tem nome, mas tudo tem alcunhas…

  3. Muitas pessoas que vinham abastecer de combustível perguntam aos funcionários…. “¿ como se chama esta localidade??? Aconteceu na BP… há mais de 18 anos… Como nada mudou… Presumo que continuam a perguntar…. não

  4. A Cidália foi professora primária há décadas! Hoje, já nem as bases às crianças do 1.ciclo, teria competências para leccionar… Portanto, que esperar!?

    Que seja capaz de perspectivar e preparar o futuro da cidade da Marinha Grande?
    A mim, não me parece!
    … E a si???

  5. De facto o ps tem culpa, no entanto temos o mpm que tem contribuido para esta estagnação. Quando ve que algo esta para ser feito complica, é a felicidade do quanto pior melhor. Mas esta atitude está a sair-lhe cara, já foram apanhados na curva várias vezes e o povo já viu que não são solução para nada. Estamos feitos. Força PCP.

  6. A Cidália é tão má, que nem deveria ter a sua fotografia na galeria de autarcas da Marinha Grande. Simplesmente… é má demais!!!

  7. A Cidália é má autarca. Ponto. E é má pessoa, contrariamente ao que por aí se diz… Lobo com pele de cordeiro… De quando em vez, distrai-se e mostra a sua prepotência .

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário