CMMG

Nunca, na história dos marinhenses, o “passeio dos tristes” foi tão triste… O canto do Ribeiro, como muitos outros locais da nossa mata, é mágico, e traz à tona, certamente à grande maioria dos Marinhenses as mais belas recordações e memórias de infância, de cada um de nós. Crescemos, corremos, passeámos brincámos, fizemos piqueniques, namorámos, sonhámos… No “coração” do “nosso” Pinhal. Como Marinhense, sinto-me “violentado”. Há ano e meio, que estamos privados de voltar a esses locais, de os mostrar aos nossos filhos e netos. Agora eu pergunto, quem deveria ser a primeira voz de protesto? Aquela que mais alto falaria, aquela que protestava, para que imediatamente, tudo tivesse sido feito para devolver estes locais, às suas gentes!!!??? Temos exactamente o Contrário!!! Alguém que, contra os próprios marinhenses, concorda e silencia quem levanta a voz, e protesta. A isto, eu chamo “violência doméstica” pois é uma agressão ao povo da sua própria terra. A Cidália, devia ser, quem chamaria as televisões, todas as semanas, para mostrar e exigir respeito, pela mata e pelo povo da marinha grande… Mas, ao contrário do que se esperaria, a Cidália “amordaça” e menospreza o povo da Marinha Grande, em favor, dos seus camaradas de partido. Uma vergonha!! Uma coisa tenho a certeza… Com Álvaro Órfão, ou Barros Duarte, jamais aqueles muros de betão lá estariam. Jamais!

Texto e imagem que nós foram enviados


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Foi noticia no final da semana passada – Limpeza e desobstrução da Mata Nacional da Serra da Boa Viagem na Figueira da Foz, também atingida pela tempestade “Leslie” de Outubro de 2018.
    O Presidente da Câmara da Figueira da Foz falou alto e forte ao ICNF e aí temos os trabalhos no terreno.
    Na Marinha Grande a Presidente apenas mia ou rosna e lá vai de braço dado com Secretários de Estado, Presidente do ICNF para as televisões como se de uma “passagem de modelos” se tratasse. É o que temos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário