CMMG

A semana passada, na reunião de câmara, a Cidália afirmou que este ano há menos cerca de um milhão de euros do que o ano passado do saldo de caixa para transferir. Usou esse argumento para defender a ideia de que foi feita mais obra do que o ano passado. Naturalmente que quando há o mesmo valor de orçamento e, no final, sobra menos dinheiro para gastar significa que houve mais despesa realizada o que deverá quer dizer que houve mais obra feita. À primeira vista até pode parecer que é assim e que a câmara executou mais obra do que o ano anterior. A questão está no facto de aquele milhão que a presidente falou corresponder mais ou menos ao que foi gasto com a compra das instalações da antiga FEIS. Naturalmente que a compra de instalações não pode ser considerado como realização de obra, mas tão somente realização de despesa já que não existe qualquer proveito directo para os munícipes com aquela despesa efectuada. Significa isto que o argumento usado de que foi realizada mais obra cai por terra quando se vê onde é que foi gasto o dinheiro. Temos, por isso, uma taxa de execução de obras inferior ao que foi afirmado.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. São os salários mais mal gastos, diria, esbanjados, em gente tão nula.
    Numa empresa, estariam todos no olho da rua! Péssimos funcionarios…

  2. E se acrescentarmos que a Câmara deu á Junta da Marinha a totalidade do subsídio para as obras da sua sede, sem que esta tivesse feito qualquer investimento ou lançado sequer o concurso para a obra – caso que merece uma inspeção por quem de direito já que é pago um subsídio sem justificação de de despesa inexistente.
    Também os subsídios á atividade anual das corporações de bombeiros do concelho para 2019 foram pagos em 2918. Como é possível pagar uma atividade antes que esta aconteça, mais um caso a carecer de investigação por quem de direito.
    Haverá outros casos cuja despesa é de 2019 e foi paga antecipadamente em 2018 apenas para que essa espécie de Presidente argumentasse com um cumprimento do orçamento superior ao de anos anteriores.
    Alguém que suscite a legalidade desta atuação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário