CidáliaTestas

Há pouco vimos uma foto publicada pela câmara onde aparecia a presidente. Não conseguimos perceber do que ia mascarada, mas notámos uma ausência importante na foto. Decidimos, por isso, completá-la porque não é aceitável que a presidente ande na rua sem a sombra. 🙂


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

11 Comentários

  1. A Cidália anda mascarada de si mesma.
    Esta personagem é um Carnaval permanente, para gáudio da oposição e para a desgraça dos pobres munícipes.

    2
    1
  2. Uma tonta idosa, mas perigosa, pois põe em cheque os outros quando lhe convém. Adepta das festas e romarias, acha que a técnica do beijinho ainda resulta. Está na altura de a reformarem, de vez!

    2
    1
  3. Caro Curioso,
    Temos de reconhecer, que apesar de tudo, que Cidália é um dos maiores vultos, que esta cidade trouxe à cena política!
    Cumprimentos

  4. Caro Curioso,
    Tem uma visão muito redutora da personalidade e competência da presidente Cidália.
    Recomendo maior atenção e uma análise mais profunda das intervenções, que a ilustre senhora, tem feito, ao logo do mandato. Isto para não falar das ações e realizações em prol da cidade. Ainda agora o evento desportivo que contou com a presença de ilustríssimas personalidades, de vários quadrantes políticos, reconheceram isso. Um exemplo, por isso ela é muito querida pela maior parte dos marinhenses. Abra o seu espírito, não se condicione com mentalidades retrógadas.
    Cumprimentos e permita-me até um grande abraço

  5. Curioso,
    Enquanto anda preocupado a insultar a dona Cidália e os seus apoiantes, devia antes ter o cuidado de não promover os fascistas dos Coletes Amarelos. Agora aprendeu o que é a propaganda subliminar? Não lhe chegam as “fake news”?
    Tenha decência e porte-se bem.

  6. O pior cego, é aquele que não quer ver!

    A Marinha Grande é uma cidade adiada.
    Depois de Álvaro Órfão, é o vazio.
    Só mesmo uma visão sectária, ou a de quem, o mais longe que vai, é a Armação de Pêra, no limite Monte Gordo…
    Temos uma autarquia, que se esgota nas suas quezílias internas, que não serve os cidadãos, que atrasa em vez de facilitar. Os serviços são arcaicos, os funcionários estão impreparados e desfasados décadas da realidade. Tudo isto custa aos contribuintes 6 milhões de euros por ano, em salários! Garantidos, para a vida!
    É o deixa andar… É o arranjar aí mais um lugar para o camarada. Para estes há sempre folga.
    … É isto, é pouco. Muito pouco! E quando há mais, é chave na mão! Paga-se a alguém amigo que faça. Depois apanham-se os louros, e tiram-se fotos, muitas!

    Do outro lado, temos um tecido empresarial, marginalizado, com alguns dos melhores do mundo, claramente desinseridos desta realidade pobre, e atrasada.
    O futuro desta terra passará SEMPRE, pela visão de um grupo de empresários e cidadãos com visão de futuro, com estratégia, com liderança, habituados à realização e de espírito empreendedor. Alguém que tenha, de facto, construído algo pela sua mão. Nunca presos a dictames e directrizes partidárias.
    Alguém cujo objectivo, seja efectivamente ser recordado como um visionário, um sonhador, alguém que ousou, e um dia queira ser relembrado por familiares, amigos e cidadão comum, como alguém que deixou marcas suas no futuro da terra.
    Por mais beijinhos, sorrisos e boa vontade, não vamos a lado nenhum. Já todos o perceberam…

    Quem nasce para lagartixa, nunca chega a jacaré!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário