Matas

Ainda a propósito da vinda do Secretário de Estado na passada semana, houve algo que soou a estranho. Nem é o facto de ter sido nomeada uma comissão cientifica que andou meses para chegar à mesma conclusão que D. Dinis chegou, e mais ele nem sequer foi à universidade! Também não é o facto de não se saber quanto recebeu essa comissão cientifica que terá estado na base da proposta de plantação de árvores que desde há alguns séculos se sabe que não vingam em solo arenoso como do pinhal de Leiria e que, pelo que é noticiado, já terão todas morrido. O que foi mais estranho foi em Outubro do Ministro da Agricultura ter vindo anunciar que o investimento até 2022 seria de quinze milhões e na semana passada o Secretário de estado ter vindo anunciar que não chegaria aos seis milhões. Que mudou para que em meia dúzia de meses tenham decidido retirar dez milhões ao investimento no pinhal? A presidente não questionou e, como é óbvio, a resposta não veio. Num jornal pode ler-se que “Praticamente um ano depois do incêndio, data que se assinala na próxima segunda-feira, 15 de Outubro, o ministro das Florestas esteve na Marinha Grande e anunciou um investimento de 15 milhões de euros até 2022 no Pinhal de Leiria – que recebe a maior parcela – e noutras seis matas nacionais do litoral” e que “Até 2022, o investimento no Pinhal de Leiria vai chegar aos 5,9 milhões de euros, em acções de repovoamento da área ardida, beneficiação de estradas, gestão de combustível e recuperação dos prejuízos provocados pela tempestade Leslie, anunciou hoje o secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, durante uma iniciativa de reflorestação perto de Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande” sendo que uma notícia é de Outubro e outra é da semana passada. Teria sido interessante que alguém tivesse questionado o porquê desta redução.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentários

  1. Para a presidente, ex-professora primária, a tabuada não passa do 5 e agora já reformada só a música.
    Não exijam mais da senhora. Quem dá aquilo que tem, que no caso é muito pouco, a mais não é obrigada.
    Oh Cidalita vai pra casa tratar da tua vida e deixa-nos sossegados.

  2. Isto aind sem as activações.
    Alguém acredita nesta gente do PS.
    É tudo a fonjir que faz para enganar as pessoas. É não é que vão conseguindo?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário