PCP

Quando um vereador leva as notas para a reunião de câmara às costas de Marx.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

15 comentários

  1. Curioso,
    Para sua informação, a obra de Marx é indispensável para os combates do nosso tempo e constituiu um momento alto de reflexão sobre o mundo contemporâneo e os caminhos o percorrer, para a transformação da Marinha Grande, servindo de suporte para as intervenções apresentadas pelo camarada Zé Luís, nesta sessão do executivo.
    O camarada debruçou-se sobretudo na análise da realidade actual do capitalismo na Marinha Grande e da luta ideológica, através dos instrumentos de análise e intervenção legados por Marx, sublinhando a sua validade na luta revolucionária contemporânea.
    A qualidade e profundidade das intervenções proferidas, pelo camarada, englobaram quatro grandes áreas temáticas (economia, organização social, política e filosofia), destacando as conceções teóricas e a ação revolucionária de Marx, os desenvolvimentos subsequentes e a sua aplicação às realidades e transformação progressista da Marinha Grande. As intervenções proferidas tiveram como objetivo a criação de melhores condições para a sua transformação, ou não fossem a vida e a obra de Marx reveladora dos seus propósitos.
    Para lá das intervenções, esta reunião do executivo foi também especial pela forma como as dezenas de munícipes presentes, que mantiveram a sala sempre cheia durante toda a sessão, escutaram atentamente as intervenções do camarada com base nos textos incluídos no livros: de Lénine, «Karl Marx, breve nota biográfica com uma exposição do marxismo» e «As três fontes e as três partes constitutivas do marxismo», que também suscitaram vivo interesse por parte de todos os presentes.
    Podemos adiantar, em primeira mão, que para a próxima sessão do executivo, que promete ser emocionante, o camarada Zé Luís irá fazer-se acompanhar, não com livros sobre a vida e obra de Marx, mas por seis pujantes vozes, femininas e masculinas, acompanhadas por duas guitarras e um acordeão, que interpretarão conhecidos temas do cancioneiro revolucionário internacional, da Marselhesa, ao Hino do Komintern, passando pela Canção do Camponês, até à Grândola, Vila Morena e A Internacional – estas últimas deverão ser cantadas em coro por todos os presentes, num apelo à fraternidade entre todos os partidos e movimentos representados no executivo.
    Avante

    • Daasse. O homens não evoluem mesmo.
      Que texto mais obsoleto. Vá para a Venezuela viver para provar os resultados.
      Falta lá gente. Estão todos (menos só camaradas de lá que vivem à conta) a querer ir para o país imperialista.
      Ja agora, o Zé Luís vive há anos à conta de quem?

    • Camarada pioneiro vermelho, você e a sua militância, sensibiliza até o coração mais à direita, tiro-lhe o meu chapéu, desejando que o camarada entre rapidamente para comitê central para correr com alguns gourmets que infelizmente vão travestido o nosso querido partido. AVANTE!!

  2. Caro Sr. Curioso,
    Embora não seja simpatizante desse partido, tenho que reconhecer que esse senhor comunista tem muita sustança ideológica, nas intervenções que faz, que é coisa que falta aos restantes vereadores.
    Cumprimentos

    4
    1
    • Não será o cérebro que cheira a mofo!!??? Parece-me até já chegou aqui o cheiro! Vai de retro santanás como pode? Marx! ” santa ignorância” o nelson com a bíblia não diria me!hor!

  3. A presença do camarada Zé Luís na reunião de câmara foi como uma brisa fresca, renovadora e cheia de vitalidade, que tanta falta faz à Marinha Grande.

    4
    1

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário