A justificação

CuriosoCMMG, Escuteiros, Nelson15 Comentários


Sobre o assunto que hoje vai a reunião de câmara e sobre o qual já escrevemos, a entrega de instalações e a exclusão de uma das entidades que pediu que lhes fosse cedido um espaço, já se sabe mais ou menos qual a explicação que deverá ser dada. Num texto escrito ontem, o chefe de gabinete da Cidália vem dar a explicação. Diz ele que “Os Agrupamentos são por isso estruturas integradas nas Paróquias e os seus membros têm de assumir uma opção de vida cristã católica sob pena de poderem ser impedidos de integrar o mesmo“. Refere que “É o caso de crianças/jovens/adultos de outras confissões religiosas, agnósticos ou ateus que não podem ser Escuteiros. E as que não são batizadas têm de o ser, como todos têm obrigatoriamente de frequentar a Catequese Paroquial“. Diz ele que “Os Agrupamentos merecem, ainda assim o apoio das Entidades Públicas, como as Câmaras Municipais? Claro que sim“, “Mas não são mais importantes que qualquer outra Associação Local. Nem têm que ser privilegiados, quando no fundo os Agrupamentos têm dentro da Igreja Católica outros recursos: a própria Paróquia, a Diocese ou mesmo a Junta Nacional. Já as outras Associações Locais dependem quase exclusivamente das Entidades Públicas!“. Conclui que “Não pode ser tratado igual o que não é igual!“. Tudo isto para explicar que, pelo que se percebe, o agrupamento de escuteiros não pode receber apoio da câmara. Admitindo-se que logo a explicação possa cair mais ou menos dentro dos mesmos argumentos, fácil será de perceber que não irão ser contemplados. Fica por perceber porque motivo foi a câmara a fazer os arranjos na capela do Pilado onde foram gastos quase cem mil euros. Afinal, não se deveria tratar de forma igual o que é diferente e não deveriam ter sido dado um apoio para uso exclusivo de uma confissão religiosa superior ao que se dá a muitas associações laicas e onde todos vão, independentemente de terem ou não ideais religiosos!


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

15 Comentário em “A justificação”

  1. Avatar

    Dão uma no cravo e outra na ferradura!!! Espero bem que a oposição não compactue com esta pouca vergonha!

  2. Avatar

    Não discordado totalmente com a douta opinião sacerdotal do chefe do gabinete ficamos a aguardar a expulsão dos escuteiros da Marinha Grande das instalações da escola de Pêro Neto cedidas á uns anos pela câmara e pela mão da então vereadora cidália ferreira.

  3. Avatar

    Não deveria ser o executivo a decidir!!!
    A oposição está lá para decidir também e aprovar ou rejeitar!!!
    Não existe dualidade de critérios!!
    Tapando sempre o sol com a peneira!!!
    Afinal somos todos municipes de 1a ?
    Ou não?
    Este executivo só está a arranjar guerrilhas entre as associações escusadamente. ……quando deveria icentivar a união entre as mesmas!!
    Façam um favor e demitam-se!!
    Uma vergonha!

  4. Avatar

    A freguesia da Vieira tem sido fundamental nos resultados das eleições autárquicas!!
    A oposição hoje poderá ganhar umas centenas de pontos com a reprovação desta decisão!!
    Uma oportunidade única que levará a inverter a tendência de centenas de eleitorados desta freguesia!!! O que será bastante significante!
    Assim seja!!

  5. Avatar

    Essa Retoma de Padre devia seguir o caminho e deixar os Marinhenses tratar da Marinha. A arrogância e maldade estão lhe no sangue e nunca um mucipio evoluirá com gente desta. Seria para bem do PS e bem da Marinha

  6. Avatar

    Sempre simpatizei pelo PS e por quem o representava!!
    Mas com este executivo fiquei decepcionado por completo!
    Sem perfil, sem personalidade, sem dinamismo. Não têm arcaboiço, não têm estofo, não têm bagagem pró que foram nomeados!!!
    Estamos parados no tempo! O concelho todo vai ficar estagnado nos próximos anos! As poucas coisas que vão fazendo a alguém, só por compadrios como é este caso que irá á reunião de Câmara hoje!!
    Sem Rei nem Roque!!
    Dececionado por completo!!
    Ainda vou a tempo pra de futuro abrir mais a pestana!
    Ao menos tinham escolhido o Chefe dos escutas a representar a Vieira no Preço Certo!! Seria um bombom!! Mas não!
    Tudo sempre para os mesmos!
    Financiam sempre os mesmos!
    Quem nunca levou, nunca irá levar!
    A partir de agora Anti-PS!!!

  7. Avatar

    Todos que conhecem a Cidália de uma forma ou de outra. Sabe que quem se Ri com ela , tudo tem!!
    Quem a confronta, quem a belisca nada leva!!
    Este é mais um exemplo disso!!

    4
    1
    1. Avatar

      Assino por baixo. Tem toda a razão. A senhora é uma mimada. Ninguém pode discordar dela senão tem represálias. Ainda por cima parece estar senil, pois não se lembra do que afirma no dia anterior. O partido deveria estar atento ao que ela promete e depois diz ser mentira com todos os dentes!

      3
      1
  8. Avatar

    Desculpem me só!
    Mas se o PS nem a maioria tem e faz sempre o que quer!!!!
    A oposição também será muito fraca? Não?
    Ou estão todos mal ou todos bem!

  9. Avatar

    Os diretos têm coisas engraçadas…estava a presidente ou diretora dos reformados a terminar e diz a presidenta :” Oh Ana peço TE imensa desculpa mas TENS que” …
    Aqui se vê que Isto é tu cá tu lá !!! Não percebo porque é que este assunto está a reunião se está mais que decidido!!!

  10. Avatar

    Pensamos nós, Curioso, que o Dr. Nelson Araujo faz de propósito ao crispar ainda mais o mau ambiente fomentado pela sua “mãe” política que o adotou e em quem confia para o cargo que desempenha na autarquia. Acreditamos que será a forma mais imediata de arrumar de vez o partido socialista do mapa! Parabéns

  11. Avatar

    A Cidália é uma marionete com sensação de grandeza que se acha dona e senhora da câmara municipal da Marinha Grande. Trata a camara como se fosse a sua empresa quando na verdade a câmara pertence ao munícipe, será que alguém lhe disse que se ela tem trabalho é porque todos nos contribuímos para isso. No entanto a senhora presidente ao mesmo tempo que tem inspirações de imperatriz, demonstra-se submissa ao Nelson, o que me leva a questionar a parcialidade deste senhor. Tudo o que nesta câmara se faz sai da cabeça do chefe de gabinete, e aí da Cidália que vá para uma reunião sem o telemóvel, não só não sabe como responder como depois ainda é capaz de ouvir o chefe de gabinete ralhar.
    Neste senhor(Nelson) o seminário deve ter falhado, ou então nada mais haveria a fazer sobre esta alma. Sim é verdade que os escuteiros estão completamente ligados à igreja, mas são tal como todas as outras, uma associação, e merecem os mesmo direitos que todas têm, e se a câmara ajuda umas não pode negar ajuda a outra para seu próprio interesse, até porque, tal como a Cidália não é dona da câmara, também o pároco não é dono da igreja, mas sim a comunidade, e mesmo que esse não fosse o problema, o senhor Nélson melhor que ninguém deveria saber que uma igreja não tem fundos para a construção de uma sede ou a compra de um terreno. A igreja, vive da caridade das pessoas que a frequentam, ao contrário da câmara que vive da extorsão dos nossos impostos, e do uso deles sem qualquer consentimento do extorquido.
    Outra solução que me parece impossível é o mover a catequese para a passagem (sugestão da câmara), solução que não só demonstra um profundo desconhecimento do seu município, como falta de o fazer (Nesta parte o telemóvel deve ter ficado sem rede ).
    A desculpa de a escola da passagem não ficar para as outras duas entidades sempre foi a falta de mobilidade, até porque não há ninguém com mais mobilidade do que uma criança de 6 anos, que vive no centro da vieira; a única alternativa em que vejo esta criança com mobilidade será ao pegar num dos seus carros de brincar e imaginar que dentro dele vai parar a passagem, o que se torna preocupante pois esta criança demonstra maior perspetiva e melhor conhecimento da realidade que o senhor Nelson e a Senhora Cidália. Por outro lado, lembro-me perfeitamente da falta de mobilidade dos membros da CREPI no desfile de carnaval.
    Ás vezes penso que fazem falta algumas saídas de campo por parte das pessoas que passam o tempo na câmara (pois a trabalhar são poucos), para conhecerem a realidade, o funcionamento das associações, e o que elas trabalham. Mas também porque deveria esta câmara seguir o exemplo do país e apostar na educação dos jovens. Porque deveria a câmara de fazer as coisas como deve de ser, quando os compadrios e as ofertas, as amizades e a imagem são tão mais fáceis e importantes.
    Mas estes senhores têm mentes pequenas, pensam pequeno, no imediato, e não conseguem ver o panorama geral, mais profundo, têm falta de visão, não conseguem ver 120 pais que querem uma sede nova á muitos anos e que ficariam agradecidos o suficiente para os levar as urnas, não conseguem pensar nos quase 80% da população religiosa que ficaria espantada e agradecida pela ajuda a uma associação com ideais religiosos. Mentes pequenas pensamentos pequenos, não se pode pedir mais de alguém que não tem mais para dar.
    Por fim deixar claro que estas reuniões de câmara necessitam urgentemente de uma mudança de nome, pois nada mais são do que discursos, em que 7 pessoas dizem o que lhes vem na alma e riem-se da desgraça que não lhes é alheia, é uma versão burocrática da famosa frase :” come e cala-te”. O munícipe começa por criticar a comida e a maneira como é feita, mas depois nada se muda e o munícipe é convidado a comer e comer, vezes e vezes sem conta, sem poder protestar nem contra-argumentar, e limita-se a permanecer calado sobre ameaça de ser expulso da seção. É apenas um discurso que pretende transmitir a ideia de que o município ainda vive em democracia quando a verdade é que a Sra. Cidália se demonstra e comporta como ditadora.

    4
    1
  12. Avatar

    Palhaçada ? qualquer desculpa serve mas claro sem fundamento! Que ORGULHO esta câmara…. ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address