CMMG

O ano começou com a prática já habitual do ano passado. Desde há muito que se sabe que o Governo quer transferir competências que lhe pertencem para as autarquias. Há muito que se sabe que a decisão sobre as competências que não se assumem tem que ser tomada pela câmara e depois terá que passar pela Assembleia Municipal. Não se pode dizer que seja um assunto de pouca importância uma vez que implica a assumpção de mais funções e competências. Aqui, numa autarquia que funciona mal, em que se queixam da falta de pessoal, a discussão sobre o assumir mais competências deveria ter sido algo discutido de modo a que todos os munícipes pudessem ter conhecimento. Uma vez mais a decisão foi tomada à porta fechada. Sexta reuniram para decidir essa questão e amanhã vai à AM para verem se validam ou não o que decidiram. Uma vez mais foi feito em cima do joelho e de modo a que os munícipes não tivessem conhecimento do que se passou. A câmara decidiu que não assume apenas as competências relacionas com as praias, vias de comunicação e estacionamento público., aceitando tudo o resto.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Anda em profunda reflexão.!Vamos aguardar até que saia fumo branco. Também não queiram tudo a correr. Estratégia é estratégia, mais nada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário